A escola no século XXI – Por uma “Política” do retrocesso/ School in the 21ST century - for a "Politics" of regression

Ana Lúcia Marques da Silva, Diógenes José Gusmão Coutinho

Abstract


O presente artigo tem como objetivo discutir os reflexos negativos da proposta da Escola sem Partido, uma proposta indecente que tende a promover um retrocesso significativo no avanço da educação alcançado no século XXI, graças ao esforço somado de gestores e profissionais da educação, que veem o espaço escolar como lugar o lócus não somente de produção do conhecimento, mas acima de tudo, como espaço de diálogo e dialogismo, com a finalidade de construir o sujeito como cidadão autônomo e promotor de uma sociedade mais humana e solidária. O trabalho parte do princípio sociológico que a escola é um espaço de construção de hábitos que são traduzidos e revertidos pelo processo educacional e que dizem respeito a política, economia e cultura, subsidiados pela política do Estado. Isso significa, conforme Althusser (1985) que a escola é um aparelho ideológico a serviço da política do Estado e das classes dominantes, desde a sua gênese até os dias atuais. O projeto Escola sem Partido surge contra o processo pedagógico de autonomia e liberdade dos sujeitos (educadores e educandos) construídos ao longo dos séculos a partir de lutas, diálogos e dialogismos, resiliência e promoção de uma educação humana de qualidade. O incomodo produzido pela escola do século XXI contra os ideais do neoliberalismo, faz com que a elite dominante se sinta ameaçada no seu projeto de perpetuação da exploração das classes sociais mais pobres.


Keywords


Educação, Escola sem Partido, Ideologia, Resiliência, Século XXI.

References


ALTHUSSER, Louis. Ideologias e Aparelhos Ideológicos de Estado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1985.

ALVAREZ-URIA, Fernando e VARELA, Julia. A maquinaria escolar. In: Teoria & Educação. Porto Alegre, 1992, p. 68-96.

BATISTA, Eraldo Leme; ORSO, Paulino José; LUCENA, Carlos. Escola sem partido ou a escola da mordaça e do partido único a serviço do capital. Uberlândia: Navegando Publicações, 2019.

CARVALHO, Cristina et al. Educação no século XXI: cognição, tecnologias e aprendizagens. Petrópolis-RJ: VOZES, 2016.

CASTRO, Maria Helena Guimarães de. A Educação para o século XXI: o desafio da qualidade e da equidade. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, 1999.

COSTA, Emília Viotti. Da Monarquia à República: momentos decisivos. São Paulo: Brasiliense, 1985.

CUNHA, Luiz Antônio. A Educação Brasileira na Primeira Onda Laica: do Império à República. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2017.

GALLO, Silvio. Educação, ideologia e a construção do sujeito. In: Perspectiva. Florianópolis, v.17, n. 32, p. 189- 207, jul/dez.1999.

LUZURIAGA, Lorenzo. História da educação e da pedagogia. São Paulo: Companhia Editora Nacional. 1969.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-545

Refbacks

  • There are currently no refbacks.