Estudo do potencial de ferramentas bim aplicadas à manutenção predial em edifícios públicos/ Bim tool potential study applied to predial maintenance in public buildings

Letícia Ramos Garcia, Cristiane Bueno, Sandra Regina Mota Silva

Abstract


Assim como em outros países, no Brasil, a abordagem dos serviços públicos implica na busca de desempenhos satisfatórios e baixos custos na operação dos edifícios. Portanto, é necessário planejar adequadamente o processo de Gerenciamento de Manutenção por meio de métodos que facilitem esse processo durante toda a vida útil. O BIM - Building Information Modeling, ferramenta de uso crescente nos processos de projeto e construção, também pode ser aplicado à operação e manutenção do edifício, permitindo a criação e inserção de dados em um modelo de construção paramétrico, contemplando manutenções corretivas, preventivas e preditivas. Este artigo analisou as potencialidades do BIM nos procedimentos de manutenção da Unidade Ambulatorial da Unidade Saúde-Escola (USE) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). As funcionalidades do modelo combinadas a parâmetros de manutenção mostraram um conjunto de informações para futuros aprimoramentos de manutenção, evitando gastos desnecessários, promovendo uma gestão sustentável e mantendo a vida útil dos edifícios por mais tempo. Complementarmente, também pode auxiliar os setores responsáveis pelos projetos e pela gestão dos edifícios, nas estimativas de custos ou nas decisões de sistemas construtivos aplicáveis em licitações futuras de casos similares, agregando valor ao capital público e transparência ao processo licitatório.


Keywords


BIM; Plano de Gestão da Manutenção; Manutenção Predial; Edifícios Públicos.

References


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - ABNT. NBR 5674: 2012 Manutenção de edificações – Requisitos para o sistema de gestão de manutenção. Rio de Janeiro, 2012. 30p.

BRASIL. Decreto nº 9.377 de 17 de maio de 2018 que Institui a Estratégia Nacional de Disseminação do BIM. Brasília, 2018.

BUENO, C.; PEREIRA, L.; FABRICIO, M. Life cycle assessment and environmental-based choices at the early design stages: an application using building information modelling. 2018. DOI: 10.1080/17452007.2018.1458593

CÂMARA BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO - CBIC. Coletânea Implementação do BIM para Construtoras e Incorporadoras. V. 1 – Fundamentos BIM. Brasília, 2016.

CÂMARA BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO - CBIC. Seminário BIM: Oportunidade para inovar a indústria da construção e aumentar a transparência das compras públicas. Notas do autor. Brasília, 2018.

COORDENAR - CONSULTORIA DE AÇÃO. 2016. BIM Nível 2: realidade no Reino Unido. Disponível em: < http://www.coordenar.com.br>. Acesso em: 05 mai. 2018.

EUROPEAN UNION – EU BIM TASK GROUP. Handbook for the introduction of Building Information Modelling by the European Public Sector. 2017. Disponível em: < http://www.eubim.eu>. Acesso em: 05 mai. 2018.

GAUSSMAN, H. Como a metodologia BIM pode otimizar orçamentos de obras públicas. 2017. Disponível em: < http://www.e-gestaopublica.com.br>. Acesso em: 05 mai. 2018.

KASSEM, M.; KELLY, G.; DAWOOD, N.; SERGINSON, M.; LOCKLEY, S. BIM in facilities management applications: a case study of a large university complex. Built Environment Project And Asset Management, v.5, n.3, p. 261-277, 2015.

KHOSROWSHAHI, F.; ARAYICI, Y. Roadmap for implementation of BIM in the UK construction industry. Engineering, Construction and Architectural Management, Bingley. 2012. v. 19, n. 6, p. 610-635. Disponível em .Acesso em: 06/12/2018.

NETO, J. M. C. Diretoria Geral do EDF - Escritório de Desenvolvimento Físico da UFSCar. Relatório de Arguição em Banca de Defesa de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da aluna Letícia Ramos Garcia. Departamento de Engenharia Civil (DECiv). São Carlos, 2018.

SANTOS, K. Gestão da manutenção de edificações com o BIM. Enfoque nas manifestações patológicas de elementos de construção. 2017. 203p. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n10-001

DOI (PDF (Português (Brasil))): https://doi.org/10.34117/%25

Refbacks

  • There are currently no refbacks.