Caracterização físico-química de sabonetes líquidos e em barra/Physicochemical characterization of liquid and bar soaps

Amanda Dias Monteiro, Vanessa Mendes Santos

Abstract


A caracterização de produtos de higiene pessoal permite conhecer o produto e obter informações possibilitando soluções e inovações. Assim, neste trabalho estudou-se sabonetes líquido e em barra através da determinação do pH e da viscosidade. O pH foi medido através de metodologias padronizadas e outras propostas neste trabalho, enquanto a viscosidade de alguns sabonetes líquidos foi determinada através de viscosímetro rotacional. A partir da metodologia empregada, verificou-se que os sabonetes em barra, exceto aqueles de origem sintética, apresentaram pH básico. Essa alteração no pH pode danificar a barreira antibacteriana da pele, provocar ressecamento e irritações. Isso ocorre devido à diferença com o pH da pele cujo valor varia entre 4 e 6, funcionando como uma barreira contra compostos químicos agressivos e microrganismos patogênicos. De forma geral, notou-se que os sabonetes líquidos apresentaram viscosidade dentro do valor mínimo determinado pela Anvisa e que alguns dos sabonetes apresentaram comportamento de fluidos newtonianos e os demais de não-newtonianos pseudoplásticos. Adicionalmente, notou-se que as características dos produtos podem ser relacionadas à composição declarada no rótulo e que a viscosidade é estabelecida conforme a forma de aplicação e região do corpo na qual será usado. Este trabalho foi motivado como uma estratégia de aplicar conceitos da engenharia de produtos a fim de despertar interesse pela área de desenvolvimento de produtos e processos.


Keywords


Cosméticos; Caracterização; Sabonete.

References


ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Guia de Controle de Qualidade de Produtos Cosméticos. 2ª edição, revista – Brasília, 2008.

CASTRO, H.F. Sabões e Detergentes. Universidade de São Paulo: Escola de Engenharia de Lorena, 2009. Disponível em:< http://sistemas.eel.usp.br/docentes/arquivos/5840855/LOQ4023/apostila6Detergentes2009[1].pdf>. Acesso em: 26 mar. 2017.

FELIPPE, C. D. S.; CRUZ, B. S.; MACEDO, B. A. B. Reologia de Fluidos Alimentícios. 16 º Congresso Nacional de Iniciação Científica. Universidade Santa Cecília.

FLOW, J. Cosméticos e produtos farmacêuticos. World of Rheology, 2017. Disponível em: http://www.world-of-rheology.com/pt/industrias/cosmeticosprodutos-farmaceuticos/. Acesso em: 12 jun 2017.

ISENMANN, A. F. Princípios Químicos em Produtos Cosméticos e Sanitários. Timóteo – MG, 2015.

MENDES, B. R.; SHIMABUKURO, D. M.; UBER, M; ABAGGE, K. T. Avaliação crítica do pH dos sabonetes infantis. J. Pediatr. v.92, n.3, 2016.

NARDIN, A. D. H. G; CANDA, T. C. P. S. A.; TESCAROLLO, I. L. Produção de Sabonete Líquido de Ácido Salicílico empregando Hidroxipropil Guar como Agente de Viscosidade. Interbin, v.7 n.2, 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n10-070

Refbacks

  • There are currently no refbacks.