Guaraciaba: o primeiro Barão negro do Brasil Império que foi colocado no porão da história pela elite política brasileira/ Guaraciaba: the first black Baron of Brazil's Empire who was placed in the basement of history by the Brazilian political elite

Jailton Santos Reis, Anderson Luis da Paixão Café

Abstract


O presente artigo tem como objetivo apresentar, de forma breve, a histórica do primeiro Barão negro do Brasil Imperial, O Barão de Guaraciaba, desde a sua ascensão financeira e social até a sua invisibilidade na historiografia brasileira. Para explanar sobre o tema, primeiramente, realizou-se uma breve apresentação sobre a origem, o crescimento e o desenvolvimento de Francisco Paulo de Almeida, bem como a sua rede de sociabilidade que deu lastro para suas conquistas financeiras e sociais. No segundo momento da abordagem, com base em autores das áreas da Sociologia e da Filosofia, pensou-se sobre como a elite usou e ainda usa mecanismos de poder para excluir e discriminar personagens como o Barão de Guaraciaba e outras tantas pessoas negras e/ou afrodescendentes da nossa história. A pesquisa caracteriza-se como de natureza qualitativa na qual se fez uso da pesquisa bibliográfica em fontes teóricas das áreas da História, Sociologia e Filosofia. A partir dessas leituras, foi realizada uma análise quanto ao processo de invisibilidade sofrido pelo Barão de Guaraciaba e os mecanismos desse processo praticado pela elite brasileira. O resultado mostra que o Brasil, por meio de sua elite preconceituosa e retrógrada, praticava e ainda pratica mecanismos de exclusão e invisibilização para com pessoas negras e/ou afrodescendentes por conta da sua formação e construção histórica racista. Os dados da pesquisa evidenciaram a importância do Barão de Guaraciaba para a história do país ainda que os mecanismos de invisibilização social tenham sido acionados, pela elite brasileira de sua época, para colocá-lo no porão da História, situação que, ainda hoje, ocorre, com muita freqüência, com a população negra e afrodescendente desse enorme e desigual país.


Keywords


Barão de Guaraciaba, Brasil Imperial, Invisibilidade negra, Desigualdade social.

References


CAFÉ, Anderson Luis da Paixão. O controle e a regularidade na produção e na difusão de conhecimento no campo científico interdisciplinar. 327f. 2017. Tese (Doutorado Multiinstitucional e Multidisciplinar em Difusão do Conhecimento) – Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2017.

DEL PRIORE, Mary. Histórias da gente brasileira: volume 2: Império. São Paulo: LeYa, 2016.

FERNANDES, Florestan. A Revolução burguesa no Brasil: ensaio de interpretação sociológica. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1976.

FERREIRA, Carlos Alberto Dias. Francisco Paulo de Almeida ? Barão de Guaraciaba: reflexões biográficas e contexto histórico. 135f. 2009. (Programa de Mestrado em História Social da USS) – Faculdade Educacional Severino Sombra, Universidade Severino Sombra, Vassouras, 2009.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Organização e Tradução de Roberto Machado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

LOPES, Marcus. A história esquecida do 1º barão negro do Brasil Império, senhor de mil escravos. 2018. Disponível em: < https://www.bbc.com/portuguese/brasil-44792271>. Acesso em 20 dez. 2020.

PEIXOTO PARROM, Tâmis. A política da escravidão no Império do Brasil, 1826 – 1865. São Paulo: USP, 2009.

ROCHA, Emerson Ferreira. O Negro no Mundo dos Ricos: um estudo sobre a disparidade racial de riqueza no Brasil com os dados do Censo Demográfico de 2010. Tese (Doutorado do Instituto de Ciências Sociais Departamento de Sociologia) – Faculdade de Sociologia, Universidade Federal de Brasília, Brasília, 2015.

SOUZA, Jessé José Freire de. A elite do atraso: da escravidão à Lava Jato. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2017.

SOUZA, Jessé; GRILLO, André. et al. A ralé brasileira: quem é e como vive. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-093

Refbacks

  • There are currently no refbacks.