Uso de Objetos de Aprendizagem para o Ensino de Física no formato remoto: um relato de experiência / Use of Learning Objects for Teaching Physics in remote format: an experience report

Gislene Micarla Borges de Lima, Francisco Samuel Chaves, Enai Taveira da Cunha, Johnny Elvis de Souza Pereira, Vinícius Sátiro de Azevedo Dantas, Louriete Ribeiro de Araújo, Tathianni Cândida Azevedo Silva

Abstract


Este trabalho trata-se de um relato de experiência vivenciado na primeira experiência de aulas do Pré-Física, um curso de extensão da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, ofertado no formato de ensino remoto emergencial fazendo uso de Objetos de Aprendizagem (OAs). Neste serão feitos apontamentos teóricos acerca do uso das tecnologias da informação e dos OAs como ferramenta para implementação de Metodologias Ativas de Ensino. Neste contexto, serão apresentados o processo de desenvolvimento, implementação e avaliação do curso, como também, serão feitas discussões no que se refere ao uso dos OAs durante aulas de Física. Observou-se que apesar de existirem fatores que dificultam o processo de ensino-aprendizagem de cursos ofertados no formato ensino remoto emergencial, como as dificuldades de acesso à internet e instrumentos tecnológicos, um bom planejamento do uso de novas tecnologias e a utilização do OAs podem contribuir para amenizar as dificuldades vivenciadas.


Keywords


Ensino Remoto, Objetos de Aprendizagem, Metodologias Ativas.

References


REFERÊNCIAS

BARBOSA, R. M. Ambientes virtuais de aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2005.

BISHOP, J. A Controlled study of the flipped classroom with numerical methods for engineers. 2013. 284 f. Tese (Doutorado em Ensino de Engenharia) - UTAH State University, Logan, 2013. Disponível em: http://digitalcommons.usu.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=3011&context=etd. Acesso em: 16 mai. 2021.

BISHOP, J. L.; VERLEGER, M. A. The Flipped Classroom: A Survey of the Research. In: ASEE ANNUAL CONFERENCE & EXPOSITION, 120., 2013, Atlanta. Anais… local: Washington DC, American Society for Engineering Education, 2013. p. 1-18. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/285935974_The_flipped_classroom_A_survey_of_t he_research. Acesso em: 16 mai. 2021.

CABRAL, T. C. B. Ensino e Aprendizagem de Matemática na Engenharia e o Uso de Tecnologia. CINTED-UFRGS, Rio Grande do Sul, v. 3, n. 2, p. (sem marcação de páginas), nov. 2005.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

HODGES, C.; MOORE, S.; LOCKEE, B.; TRUST, T.; BOND, A. The Difference between emergency remote teaching and online learning. Educause Review, 2020. Disponível em: https://er.educause.edu/articles/2020/3/the-difference-between-emergency-remote-teaching and-online-learning#fn7. Acesso em: 16 de mai. de 2021.

KOOHANG, A.; HARMAN, K. Learning Objects: theory, praxis, issues and trends. Santa Rosa, CA: Informing Science Press, 2007. p.1- 44.

MACEDO, L.N.; MACEDO, A.A.M.; FILHO, J.A.C. Avaliação de um Objeto de Aprendizagem com Base nas Teorias Cognitivas. Workshop sobre Informática na Escola, 13, Anais do WIE 2007. Rio de Janeiro, 2007, p. 330-338.

MENDES, R. M.; SOUZA, V. I.; CAREGNATO, S. E. A propriedade intelectual na elaboração de objetos de aprendizagem. In: Cinform – Encontro Nacional de Ciência da Informação, 5. 2004, Salvador. Anais, Salvador: UFBA, 2004. Disponível em: http://www.cinform-anteriores.ufba.br/v_anais/artigos/rozimaramendes.html. Acesso em: 16 de mai. de 2021.

MISKULIN, R. G. S. Concepções teórico-metodológicas sobre a introdução e a utilização de computadores no processo de ensino/aprendizagem da geometria. 1999. 273 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Faculdade de Educação, Universidade de Campinas, Campinas, 1999.

MORAN, J. Mudando a educação com metodologias ativas. In: SOUZA, C.; MORALES, O. (Orgs.). Convergências midiáticas, educação e cidadania: aproximações jovens (Coleção Mídias Contemporâneas.), v. 2. Ponta Grossa: UEPG/PROEX, 2015. p. 15-33. Disponível em: http://rh.unis.edu.br/wp-content/uploads/sites/67/2016/06/Mudando-a-Educacao-com Metodologias-Ativas.pdf. Acesso em: 16 mai. 2021.

NASCIMENTO, A. C. Entrevista para Educação 360°. 2010. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2016/20 16_artigo_qui_utfpr_marcelocesarribeiro.pdf. Acesso em: 16 mai. 2021.

SANTOS, J. F. S. Avaliação no Ensino a Distância. Revista Ibero-americana de Educação, v. 38, n. 4, p. 1-9, abr. 2006.

SAMPIERI, R.H.; COLLADO, C.F.; LUCIO, P.B. Metodologia de pesquisa. 3. ed. São Paulo: McGraw-Hill, 2006. 583 p.

SILVA, M. L.C.; KALHIL, SOUZA, R. C.S. Metodologias ativas para uma aprendizagem significativa. Brazilian Journal of Development. v. 7, n. 5, 2021.

SINGH, H. Introduction to Learning Objects. 2001. Disponível em: http://www.imsproject. org/content/packing/ims-cp-bestv1p1.html. Acesso em: 16 mai. 2021.

TAROUCO, L. M. R.; FABRE M. J. M.; TAMUSIUNAS, F. R. Reusabilidade de objetos educacionais. In: RENOTE – Revista Novas Tecnologias para a educação. Porto Alegre: Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na educação (CINTED- UFRGS), v. 1. nº 1, 2003. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/12975. Acesso em: 16 mai. 2021.

TORRÃO. S. Produção de objetos de aprendizagem para e-learning. 2009. Disponível em: http://www.scribd.com/doc/10691731/produAodeObjectosdeAprendiza-gemParae. Acesso em: 16 mai. 2021.

WILEY, D. A. Connecting learning objects to instructional design theory: A definition, a metaphor, and a taxonomy. In: D. A. Wiley (ed.), The Instructional Use of Learning Objects: Online Version, 2000. Disponível em: http://reusability.org/read/chapters/wiley.doc. Acesso em: 16 mai. 2021.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-164

Refbacks

  • There are currently no refbacks.