Levantamento de aspectos anatomoclínicos, biomecânicos e ergonomicos da posição sentada sobre a coluna vertebral - uma reflexão do trabalho home office durante a pandemia / Survey of anatomical, biomechanical and ergonomic aspects of the sitting position on the spine - a reflection of home office work during the pandemic

Stefanie de Britto Hantmann, Sophia Bortolan Selski, Gabrieli Justino Batista, Emanuelle Degasperi Kuhlmann Filgueiras, Djanira Aparecida da Luz Veronez

Abstract


A pandemia causada pela COVID-19 levou a uma mudança rápida no estilo de vida e na jornada de trabalho da população mundial, despertando reflexões no que tange a rotina futura sobre o trabalho home office, a jornada prolongada na posição sentada, a importância de um ambiente adequado e ergonômico com caráter preventivo sobre distúrbios da coluna vertebral. Neste sentido, o objetivo foi desenvolver: uma análise biomecânica e fisiopatológica sobre os efeitos da posição sentada sobre a coluna vertebral, bem como agrupar orientações sobre posturas adequadas associadas à importância da ergonomia no trabalho remoto durante a pandemia. Para tanto, foi desenvolvido uma pesquisa por meio de uma revisão sistemática e integrativa da literatura. Foram utilizados livros técnicos de Anatomia Humana e Engenharia, bem como artigos científicos selecionados das principais bases de dados: LILACS; SciELO; PubMed; Periódicos CAPES e Elsevier dentro de um recorte temporal envolvendo os últimos vinte anos. Assim, constatou-se ser fundamental minimizar as consequências da postura sentada prolongada do trabalho home office durante e após a pandemia pelo COVID-19; constituir recomendações sobre posturas adequadas; além da análise do tempo de manutenção da postura sentada; a implantação e a manutenção da ergonomia no trabalho remoto, além da importância da prevenção de patologias degenerativas do sistema musculoesquelético.


Keywords


Anatomia, Bioengenharia, Coluna Vertebral, Ergonomia, Isolamento Social, Pandemias.

References


ASSUNCAO, Ada Ávila. A cadeirologia e o mito da postura correta. Rev. bras. saúde ocup., São Paulo , v. 29, n. 110, p. 41-55, 2004 . Available from. access on 27 Apr. 2021.

ATAIDE MAGALHÃES, A. C. AVALIAÇÃO ERGONÔMICA DO SETOR TÉCNICO ADMINISTRATIVO DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR: ESTUDO PRELIMINAR. Caderno de Graduação - Ciências Biológicas e da Saúde - UNIT - ALAGOAS, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 117, 2018.

BARBOSA et al. Hiperlordose Lombar. Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Física e de Reabilitação. v. 20, n. 2, ano 19, 2011.

BERNARDO, Denise Carneiro dos Reis et al. O estudo da ergonomia e seus benefícios no ambiente de trabalho: uma pesquisa bibliográfica. Saberes Interdisciplinares, [S.l.], v. 6, n. 11, p. 97-112, dez. 2017. ISSN 2675-2255.

BERVEN S, WADHWA R. Sagittal Alignment of the Lumbar Spine. Neurosurg Clin N Am. 2018. doi: 10.1016/j.nec.2018.03.009. PMID: 29933801.

BRASIL. Ministério do Trabalho e do Emprego. Nota Técnica 060/2001. Assunto:Ergonomia – indicação de postura correta a ser adotada na concepção de postos de trabalho. Brasília, 2001. Disponível em: http://sinditestrs.br.tripod.com/notatec602001.pdf#search=%22nota%20tecnica%200 60%2 02001%22 Acesso em 27/04/2021

BONTRUP et al. Low back pain and its relationship with sitting behaviour among sedentary office workers. Appl Ergon. 2019. doi: 10.1016/j.apergo.2019.102894. Epub 2019 Jul 15. PMID: 31422243.

CORRÊA, V. M.; BOLETTI, R. R. Ergonomia: fundamentos e aplicações. Porto Alegre: Bookman, 2015.

FREITAS et al. Occupational low back pain and postural in the sitting position: labor kinesiotherapy. Rev. dor, v.12, n.4, São Paulo Oct./Dec. 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S1806-00132011000400005

FREITAS, Kate Paloma Nascimento et al . Lombalgia ocupacional e a postura sentada: efeitos da cinesioterapia laboral. Rev. dor, São Paulo , v. 12, n. 4, p. 308-313, Dec. 2011

JUNIOR, Milton Helfenstein; GOLDENFUM, Marco Aurélio; SIENA, César. Lombalgia ocupacional. Rev Assoc Med Bras, 2010.

KARIMIAN et al. Photogrammetric Analysis of Upper Cross Syndrome among Teachers and the Effects of National Academy of Sports Medicine Exercises with Ergonomic Intervention on the Syndrome. J Res Health Sci. 2019. PMID: 31586371; PMCID: PMC7183553.

LIDA, Itiro. Ergonomia: projeto e produção. 3 ed. Editora Blucher, 2016.

LIMA, T. A. S. F. Crescer com saúde. Mestrado em fisioterapia na comunidade, Instituto Politécnico do Porto – ESTSP, 2010.

MARQUES, N. R.; HALLAL, C. Z.; GONCALVES, M. Características biomecânicas, ergonômicas e clínicas da postura sentada: uma revisão. Fisioterapia e Pesquisa, São Paulo, v.17, n.3, p.270-6, jul/set. 2010.

MORALES, J. C.; FACCI, L. M. Prevalência de lombalgia em alunos de fisioterapia e sua relação com a postura sentada. Maringá. 2009.

O’SULLIVAN PB, DANKAERTS W, BURNETT AF, FARRELL GT, JEFFORD E, NAYLOR CS, O’SULLIVAN KJ. Effect of different upright sitting postures on spinal-pelvic curvature and trunk muscle activation in a pain-free population. Spine. 2006;31(19):E707-12.

Pynt J, Higgs J, Mackey M. Seeking the optimal posture of the seated lumbar spine. Physiother Theory Pract. 2001;17(1):5-21.

SILVA, V. V.; FREITAS, G. M.; SILVATTI, P. A. Análise ergonômica postural de uma posição sentada em frente a um laptop e a comparação com as recomendações da bibliografia. Congresso internacional de pedagogia do esporte. 2015.

TAMURA, T. M. Y.; BERTOLIN, S. M. M. G. A influência da vida acadêmica na postura sentada dos universitários. VI Mostra Interna de Trabalhos de Iniciação Científica ISBN 978-85-8084-413-9. 2012

ZAPATER, A. R.; SILVEIRA, D. M.; VITTA, A. D.; PADOVANI, C. R.; SILVA, J. C. P.D. Postura sentada: a eficácia de um programa de educação para escolares. Ciência Saúde Coletiva, 2004, 9 (1):191– 9.

ZU, Z. Y. et al Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): A Perspective from China. Radiology, [S. l.], v. 296, n. 2, p. E15–E25, 2020. DOI: 10.1148/radiol.2020200490. Disponível em: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/32083985. Acesso em: 30 ago. 2021.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-178

Refbacks

  • There are currently no refbacks.