Cidadelas invisíveis na formação docente (A licenciatura nas Faculdades de Filosofia na segunda metade do século XX) / Invisible citadels in teacher training (The licentiate degree in Philosophy Faculties in the second half of the 20th century)

Everardo Paiva de Andrade, Marcele Xavier Torres, Neila Ferraz Moreira Nunes

Abstract


O presente trabalho parte da interpelação de uma invisibilidade não-problemática: quem formou os professores para a educação básica, no momento da forte expansão de demanda pela escolarização, a partir dos anos 1960, e como se deu essa formação? A hipótese que articula considera que as Faculdades de Filosofia fundacionais, isoladas e locais, iniciadas nos anos 1950 e ampliadas com a LDB/61, relativamente especializadas e profissionalizadas, lideraram a frente quantitativa da expansão, ocupando-se efetivamente da formação dos quadros docentes para tal fim. Marcadas predominantemente por um mecanismo endógeno de recrutamento de seus professores, cujas trajetórias profissionais, por sua vez, sugerem profundo enraizamento na cultura escolar (de onde provem, talvez, a detratora imagem de escolões de ensino superior), além de uma perspectiva sociocultural, tanto do governo dessas instituições quanto de seus mestres, inscrita no âmbito da realidade local, as Fafis puderam engendrar uma extensa malha institucional descentralizada, destinada sobretudo à formação de professores para a escola. No estágio atual das pesquisas, as estatísticas oficiais do ensino superior, a literatura especializada e o arquivo da Faculdade de Filosofia de Campos constituem as principais fontes em uso.

 


Keywords


História da Educação,Faculdades de Filosofia, Formação de Professores.

References


ANDRADE, Everardo Paiva de. Um trem rumo às estrelas: a oficina de formação docente para o ensino de História (O Curso de História da Fafic). Niterói: FE-UFF, tese de doutoramento, 2006. XI; 282 p.

DOURADO, Luiz Fernandes. A interiorização do ensino superior e a privatização do público. Goiânia: EdUFG, 2001. 204 p.

ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da educação no Brasil (1930/1973). 19ª ed., Petrópolis: Vozes, 1997 (1ª ed., 1978). 272 p.

SAMPAIO, Helena. Ensino superior no Brasil: o setor privado. São Paulo: Hucitec / Fapesp, 2000. 412 p.

SANADA, Katsumi Letra; RABELO, Mauro Sérgio Soares; SILVA, Jackson Corrêa da; LIVINGSTON, Carlos Alberto; SANTOS, Maria José dos. O ensino superior: um dispositivo de formação para professores ribeirinho da Amazônia. In: Brazilian Journal of development, v. 7, nº 9, set. 2021. 15p. Disponível em https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/35436

SILVA, Andréia Ferreira da. Formação de professores para a Educação Básica no Brasil: projetos em disputa (1987-2001). Niterói: PPGE-FE-UFF, Tese de doutorado, 2004. 388 p.

VENANCIO, Maria Thereza da Silva. Quase lembranças: um depoimento sobre o Curso de História. In: História & Ensino; Publicação da Coordenação do Curso de História da FAFIC, ano 1, nº 2. Campos dos Goytacazes: Editora FAFIC, 2005. p. 65-72.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-271

Refbacks

  • There are currently no refbacks.