Indicadores Sustentáveis para Edificações em Prol da Consolidação do Conceito de Cidades Resilientes / Sustainable Indicators for Buildings for the Consolidation of the Concept of Resilient Cities

Rosana Campos dos Santos, Maria Teresa Gomes Barbosa, Amanda Rodrigues da Silva Oliveira, Mariana de Athayde Salomão

Abstract


Atualmente muito se relata sobre a importância das cidades resilientes que são resumidamente aquelas que são capazes de se restituir e adaptar-se rapidamente com a incidência de eventos adversos, sejam problemas sociais e/ou desastres naturais. A adaptação de edificações deve se apresentar cada vez mais sustentáveis com utilização por exemplo de retrofit para o reaproveitamento e otimização de recursos que já existem. O presente trabalho objetiva apresentar e explorar quais os principais indicadores sustentáveis necessários para que as edificações estejam alinhadas ao conceito de cidade resiliente promovendo a cultura e efetivação de construções de prédios inteligentes, inserção de tecnologias modernas e eficientes. A metodologia utilizada se baseou em revisão bibliográfica, seguido de análise da importância de cidades resilientes e sustentáveis, posteriormente realizou-se um estudo qualitativo com os principais indicadores sustentáveis e como as edificações devem se adaptar para que suas construções estejam alinhadas com o conceito de cidades resilientes. Como resultados, ponderou-se e identificou-se os principais indicadores sustentáveis essenciais para as edificações inteligentes enfatizando a importância de retrofits, aumento de áreas verdes, inserção de materiais ecoeficientes e integração de técnicas de construção com a utilização de energias renováveis. O conjunto destas práticas utilizadas nas edificações é imprescindível para que se alcance os indicadores sustentáveis e o alinhamento das cidades de acordo com os parâmetros da ONU, promovendo assim a contribuição para um planeta cada vez mais sustentável e com melhor utilização de seus recursos, promovendo assim qualidade de vida.


Keywords


Indicadores Sustentáveis, Construção Sustentável, Inovação, Retrofit, Cidades Resilientes.

References


AGENDA 2030. ODS 11. Dados e estatísticas. 2021.Disponível em: . Acesso em 20/09/2021.

ALBINO, Vito; BERARDI, Umberto; DANGELICO, Rosa Maria. Smart cities: Definitions, dimensions, performance, and initiatives. Journal of urban technology, v. 22, n. 1, p. 3-21, 2015.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). Edificações Habitacionais- Desempenho: NBR 15575. Rio de Janeiro, 2013.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR ISO 37120 – Desenvolvimento sustentável em comunidades – indicadores para serviços urbanos e qualidade de vida. Rio de Janeiro: ABNT, 2017.

CIDADES RESILIENTES E SUSTENTÁVEIS/ Cuiabá, MT:Sebrae-2019.

CIDADES RESILIENTES. SEDEC Cidades Resilientes. Cursos. 2021. Disponível em: . Acesso em 01/08/2021.

CIMENTO ITAMBÉ. O Brasil segue no top 5 da construção sustentável mundial. Dados e estatísticas. 2021. Disponível em< https://www.cimentoitambe.com.br/massa-cinzenta/brasil-segue-no-top-5-da-construcao-sustentavel-mundial/>. Acesso em 10/08/2021.

CONDOMÍNIOS VERDES. Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial de construções sustentáveis. Dados e estatísticas. 2021. Disponível em: . Acesso em 10/08/2021.

DA SILVA, Diogo Hilário et al. Construção sustentável na engenharia civil. Caderno de Graduação-Ciências Exatas e Tecnológicas-UNIT-ALAGOAS, v. 4, n. 2, p. 89, 2017.

GROSSO, Marianna. As obras de retrofit sob a visão da sustentabilidade / Marianna Grosso - Rio de Janeiro: UFRJ / Escola Politécnica, 2015.

LEITE, C.; TELLO, R. Indicadores de sustentabilidade no desenvolvimento imobiliário urbano: relatório de pesquisa. São Paulo. SP: Fundação Dom Cabral/Secovi, 2010.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA). Responsabilidade socioambiental Agenda 21. Órgão. 2021. Disponível em: . Acesso em 13/08/2021.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS (ONU) NEWS. População mundial. Dados e estatísticas. 2021.Disponível em: . Acesso em 15/08/2021.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS (ONU). Objetivos de desenvolvimento sustentável, ODS da ONU tudo o que você precisa saber. Notícias.2021. Disponível em: . Acesso em 15/08/2021.

PRECISÃO. Retrofit. Dados. 2021. Disponível em: . Acesso em 05/08/2021.

QUEIROGA, Adayanna Teberges Dantas; DE FÁTIMA MARTINS, Maria. Indicadores para a construção sustentável: estudo em um condomínio vertical em Cabedelo, Paraíba. Revista de Administração da UFSM, v. 8, p. 114-130, 2015.

UNITED NATIONS HUMAN SETTLEMENTS PROGRAMME- UN HABITAT. The Value of Sustainable Urbanization. World Cities Report. 2020. Disponível em: . Acesso em 26/08/2021.

SATTLER, Miguel Aloysio. Habitações de baixo custo mais sustentáveis: A casa alvorada e o centro experimental de tecnologias habitacionais sustentáveis. ANTAC, 2007.

SUMMIT MOBILIDADE. Ir e vir no mundo, quais são as 3 cidades mais inteligentes do Brasil. Relatórios.2021.Disponível em: Acesso em 19/08/2021.

SIENGE. Indicadores de Sustentabilidade. Dados e estatísticas. 2021. Disponível em:. Acesso em 18/08/2021.

T2 ARQUITETURA. Retrofit, conheça esse tipo de reforma que vem ganhando espaço. Notícias. 2021.Disponível em: . Acesso em 12/08/2021.

UNICAMP. Indicadores Ambientais. 2021. Disponível em:. Acesso em 10/09/2021.

UNITED NATIONS (UN). SDGS. Organização. 2021. Disponível em: . Acesso em 10 /09/2021.

VALENTE, J. P. Certificações na construção civil: comparativo entre LEED e HQE. Rio de Janeiro: 2009.

WRASSE, Patrícia Andreia; PFITSCHER, Elisete Dahmer; SANTA, Stephane Louise Boca. Avaliação da sustentabilidade: estudo em edificações sustentáveis em um campus de um Instituto Federal de Ensino Paranaense. Brazilian Journal of Development, v. 4, n. 5, p. 2127-2149, 2018.

WACLAWOVSKY, EDSA; ALVES, Salete M. As construções sustentáveis e o desenvolvimento sustentável do Habitat Humano. XXX Encontro Nacional de Engenharia de Produção. São Carlos/SP, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-280

Refbacks

  • There are currently no refbacks.