Avaliação clínica e epidemiológica dos acidentes por aracnídeos em cidades do noroeste paulista / Clinical and epidemiological evaluation of accidents by arachnides in cities in northwest paulista

Lorriene Reis Branquinho de Carvalho Ferreira, Naiara Roberta Ribeiro de Marins, Cesare Takaoka Gaggini, Marcio Cesar Reino Gaggini

Abstract


Os acidentes ocasionados por animais peçonhentos são muito comuns na pratica médica. No Brasil, são encontradas aranhas das espécies do gênero, Phoneutria, Loxosceles e Latrodectus. Apesar de todas as aranhas possuírem veneno, nem todas necessitam de soroterapia, mas precisam ser notificadas. Segundo dados coletados no Sistema de Notificação de Agravos, na região do Noroeste Paulista, no ano de 2016 a 2020 houve 70 casos de acidentes envolvendo as espécies dos tipos de aranhas: Armadeira (Phoneutria nigriventer); Aranha marrom (Loxosceles spp.) e Aranha viúva – negra (Latrodectus curacavíensis), as reações adversas mais comuns encontrada entre as espécies foram: dor local, hipertensão arterial, vômitos, sudorese, edema agudo de pulmão, entre outros, dependendo da espécie. Esta revisão de literatura tem como objetivo avaliar as características clínicas dos efeitos do veneno, sintomatologia e epidemiológicas das vitimas de araneísmos em cidades da região do Noroeste Paulista, em um período de 5 anos.


Keywords


Animais peçonhentos, acidentes com aranhas, araneídeos

References


PICADAS de insetos e animais peçonhentos. 2010. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/picadas-de-insetos-e-animais-peconhentos-parte-1. Acesso em: 10 set. 2021.

ARANEÍDEOS. Disponível em: http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/infantil/araneideos.htm. Acesso em: 13 set. 2021.

PROTOCOLO CLÍNICO: Acidente por aranha do gênero Loxosceles “Aranha marrom”. Acidente por aranha do gênero Loxosceles “Aranha marrom”. 2014. Disponível em: http://www.dive.sc.gov.br/conteudos/agravos/publicacoes/ProtocoloClinicoAcidenteAranhaLoxosceles2014.pdf. Acesso em: 10 set. 2021.4.

ARACNIDEOS. 2018. Disponível em: https://publicacoeseducativas.butantan.gov.br/. Acesso em: 8 set. 2021.

ARACNIDEOS. 2018. Disponível em: https://publicacoeseducativas.butantan.gov.br/. Acesso em: 8 set. 2021. 2009. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/17963/000725350.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 12 set. 2021.

TENDÊNCIA temporal dos acidentes por Loxosceles no estado de Santa Catarina no período 2007 - 2015. 2017. Disponível em: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/9434. Acesso em: 11 set. 2021.

ASPECTOS epidemiológicos de acidentes por aranhas no estado da Paraíba nos anos de 2015 a 2017. 2019. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/15564. Acesso em: 13 set. 2021.

PERFIL epidemiológico dos acidentes por animais peçonhentos notificados no Estado de Minas Gerais durante o período de 2010-2015. 2017. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/sustinere/article/view/29816/23175. Acesso em: 09 set. 2021.

ACIDENTES com animais peçonhentos no Brasil: revisão de literatura. 2018. Disponível em:http://autores.revistarevinter.com.br/index.php?journal=toxicologia&page=article&op=view&path%5B%5D=389&path%5B%5D=572. Acesso em: 11 set. 2021.

ASPECTOS epidemiológicos dos acidentes por animais peçonhentos ocorridos no cone sul de Rondônia, no período de 2009-2019. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 7, n. 5, p. 52192-52207, 25 maio 2021. DOI 10.34117/bjdv7n5-559. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/30343/23871. Acesso em: 18 set. 2021.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-285

Refbacks

  • There are currently no refbacks.