Anemias em pacientes internados em um hospital de Teixeira Soares-PR / Anemia in patients admitted to a hospital in Teixeira Soares-PR

Angela de Goes Lara Cardozo Costa, Juliana Cristina Modrow, Natany Aparecida Luz, Vania Regina Martins

Abstract


A anemia é a concentração de hemoglobina baixa no sangue e estima-se que mais de dois bilhões de pessoas no mundo são anêmicas. O exame hemograma que avalia a quantidade de hemoglobina, sendo que para ser indicativo de anemia no sexo feminino a hemoglobina deve estar abaixo de 12g/dL e no sexo masculino abaixo de 13g/dL. O objetivo dessa pesquisa foi determinar a frequência de anemias em pacientes internados bem como o tratamento prescrito no Hospital de Teixeira Soares-PR, no período de Abril de 2020 a Janeiro de 2021. A amostra foi constituída dos dados de prontuários e resultados de hemogramas de todos os pacientes internados no período. Foi realizada classificação morfológica da anemia, classificação do diagnóstico prescrito pelo Hospital e tratamento realizado. Entre as análises obteve-se prevalência de anemias em 21,33% dos pacientes internados e, houve prevalência de 42,19% de anemias decorrentes de doença crônica sendo a prevalência de 68,75% de normocitose/normocromia. As contribuições deste estudo foram evidenciar a alta prevalência de anemias em pacientes hospitalizados; que a anemia mais frequente foi a anemia de doença crônica e mostrar a necessidade de maior cuidado por parte dos profissionais de saúde na interpretação desses casos anêmicos.


Keywords


Hemograma, Anemia, Tratamento.

References


REFERÊNCIAS

BATISTA, FILHO, M. et al. Anemia como problema da saúde pública: uma realidade atual. Rio de Janeiro. Ciênc. Saúde coletiva. Vol.13, n.6, 2008. Acesso em: 10/04/2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária ANVISA. Resolução da Diretoria Colegiada, RDC Nº 214 de 07 de fevereiro de 2018. Dispõe sobre as Boas Práticas em Células Humanas para uso terapêutico e pesquisa clínica. Diário Oficial da República Federativa do Brasil (DF), 2018. Acesso em: 10/04/2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Organização Mundial de Saúde. Anemia. Biblioteca Virtual em Saúde. 2015. Acesso em 28/03/2021.

BRASIL. Protocolo Clínico e Diretrizes terapêuticas. Anemia por deficiência de ferro. Portaria SAS/MS nº 1.247, de 10 de novembro de 2014. Acesso em: 29/03/2021.

BRAUNSTEIN, MARK, E. Anemia devido a hemorragia excessiva. NJ, EUA, Manual MSD. 2019. Acesso em: 22/05/2021.

CALABRICH, A. et al. Deficiência de ferro no paciente com câncer. São Paulo, Revista Bras. Hematologia e Hemoterapia. v. 32, 2010. Acesso em 14/04/2021.

CANÇADO, R. D. et al. Anemia de Doença Crônica. São Paulo, Revista. Brasi. Hematologia e Hemoterapia. v.24, p. 127-136, 2002. Acesso em: 14/04/2021.

CAVALCANTI, M. et al. Entre negros e miscigenas: a anemia e o traço falciforme no Brasil nas décadas de 1930 e 1940. Rio de Janeiro, 2011. Acesso em: 16/04/2021.

CORRÊA, M. et al. Prevalência de anemia em pacientes hospitalizados. Santa Catarina. Arquivos Catarinenses de medicina, 2004. Acesso em: 27/03/2021.

IBGE- INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo demográfico: resultados preliminares de Teixeira Soares. Rio de Janeiro, v.4, 2020.

FERREIRA, A. L. et al. Alterações hematológicas induzidas por medicamentos convencionais e alternativos. Minas Gerais. Revista Brasileira de Farmácia, 2013. Acesso em: 01/06/2021.

FLORES MARTINS, M. M. et al. Análise dos gastos das interações hospitalares por anemia falciforme no estado da Bahia. Rio de Janeiro. Cad saúde coletetiva, 2017. Acesso em: 12/04/2021.

JACOBER, M. L. Anemias em pacientes com câncer: papel da atividade inflamatória sobre a eritropoiese e metabolismo do ferro. Campinas, 2007. Acesso em: 10/05/2021.

LUZ, L. et al. Ácido tranexâmico no tratamento da hemorragia no trauma. Rio de Janeiro, Rev. Col. Bras. Cir. v. 39, pg 077-080, 2012. Acesso em: 02/06/2021.

MACHADO, I. E. et al. Prevalência de anemia em adultos e idosos brasileiros. Rio de Janeiro. Rev. Brasileira epidemiológica. Vol. 22. Supl.2, 2019. Acesso em: 27/05/2021.

MATOS, J. F. et al. Índice de anisocitose eritrocitária (RDW) diferenciação de anemias microcíticas e hipocrômicas. São Jose do Rio Preto. Revista Brasi. Hematologia e Hemoterapia. Vol. 30. n. 2, 2008. Acesso em 12/05/2021.

MOLIN, DAL, G. Z. Hematologia, principais temas para provas de residência médica. 1 ed. Medcel, São Paulo. Pag 34 – 46, 2018. Acesso em: 01/06/2021.

MONTEIRO, M. D. et al. Anemia megaloblástica: revisão de literatura. Revista Saúde em Foco. Ed. n. 11, pg 934-963, 2019. Acesso em: 05/05/2021.

NAOUM, P. C. et al. Hematologia Laboriatorial Eritrócitos. 2 ed. Academia de e Tecnologia (AC&T), São Paulo, 2008. P. 25-101. Acesso em: 12/04/2021.

NAOUM, P. C. et al. Doenças dos Eritrócitos. São José do Rio Preto: Acadêmica de Ciência Tecnológica de São José do Rio Preto, 2013. Acesso em 26/05/2021.

OLIVEIRA, M. F. et al. Estudo Clinico e epidemiológico das anemias em pacientes hospitalizados. Rev Med. São Paulo. 2019. Acesso em: 18/05/2021.

SILVA, G. A. Prevalência de anemias em pacientes atendidos pelo LAPAC no período de 2016 a 2017. Ouro Preto, 2018. Acesso em: 02/05/2021.

SANTIS, G. C. Anemia: definição, epidemiologia, fisiopatologia, classificação e tratamento. São Paulo, 2019. Acesso em: 23/05/2021.

SPERANDIO, N. et al. Diferenças no ponto de corte de hemoglobina para diagnóstico de anemia em função raça/cor. UFV, Viçosa, Minas Gerais, 2014. Acesso em: 14/05/2021.

TOMIYA. O. T. et al. Anemia e fatores associados: um estudo em idosos hospitalizados. Pernambuco. Revista Brasi. Nutrição Clínica. V. 29, n. 4, pg 296-303, 2014. Acesso em: 05/06/2021.

MELO. R. E. et. al. Anemia da doença crônica: uma revisão da fisiologia, do diagnóstico e do tratamento. Revista Brazilian Journal of Development. V. 6, n. 12, pg98941-98947, 2020. Acesso em: 20/09/2021.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-290

Refbacks

  • There are currently no refbacks.