Avaliação da autopercepção da necessidade de apoio psicológico e prevalência de sintomas de ansiedade e depressão nos estudantes do curso de graduação em odontologia da universidade metropolitana de Santos – SP / Evaluation of self-perception of the need for psychological support and prevalence of symptoms of anxiety and depression in dentistry students of the metropolitan university of Santos - SP

Nathalia Rodrigues de Souza, Bruno Gil Dell ’Antonia, Elaine Marcílio Santos, Gustavo Duarte Mendes, Renata Garcia de Siqueira Viegas, Flavia Traldi de Lima, José Cássio de Almeida Magalhães, Gabriela Traldi Zaffalon

Abstract


Os estudantes e atuantes da área da saúde, aparentemente, têm níveis mais elevados de depressão, ansiedade ou estresse do que a população em geral, o que traduz em um maior risco de sofrimento psicológico. O apoio psicológico é uma forma de terapia onde o paciente expressa seus anseios, medos e problemas, em busca de uma solução para tal mal-estar ou sofrimento, assim, promovendo autonomia ao paciente e o ajudando a encontrar meios de resolver seus problemas, pois o capacita a lidar com situações complicadas. Tal relação de apoio é fundamental no bom desenvolvimento do profissional Cirurgião Dentista e de sua estabilidade emocional. Sendo assim, este estudo avaliou a autopercepção da necessidade de apoio psicológico e prevalência de sintomas de ansiedade e depressão nos estudantes do curso de Graduação em Odontologia da Universidade Metropolitana de Santos-SP. A amostra foi composta por 188 acadêmicos do curso de graduação em Odontologia da Universidade Metropolitana de Santos, de ambos os sexos, selecionados a partir do número de alunos regularmente matriculados na instituição. Os dados foram coletados por meio de um questionário composto por 10 questões objetivas e mais 20 questões objetivas do Self Report Questionnaire (SRQ 20). Os dados coletados no questionário foram sobre acompanhamento psicológico, anseios e medos relacionados a profissão, opinião a respeito de tratamento psicológico, e possíveis traumas em pacientes. Os estudantes de odontologia demonstraram episódios de ansiedade perante a profissão exercida pela responsabilidade por se tratar da saúde dos pacientes. Sendo assim, conclui-se que é importante acompanhamento psicológico para os alunos para que entendam e se adaptem a realidade da futura profissão.


Keywords


Apoio Psicológico; Acadêmicos De Odontologia; Ansiedade

References


CAMARGO OPD, LEME LEG. Suicídio entre alunos de medicina. Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), São Paulo , v. 25, n. 4, p. 137-138, set./2018.

SARRAZOLA-MONCADA AM et al. Trastornos emocionales y rendimiento académico en estudiantes de odontología.: Emotional disorders and their relationship to academic achievement in dental students. Rev. Estomat., Colombia, v. 25, n. 2, p. 25-30, mai./2017.

EUROPEAN JOURNAL OF DENTAL EDUCATION. Depressão, ansiedade e estresse em uma coorte de estudantes australianos de odontologia. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/eje.12459. Acesso em: 15 jul. 2020.

JUNIOR MAGN et al. Depressão em Estudantes de Medicina. Rev. méd. Minas Gerais., v. 25, n. 4, p. 562-567, jun. 2015.

BARBOSA KKS et al. Sintomas depressivos e ideação suicida em enfermeiros e médicos da assistência hospitalar: depressive symptoms and suicidal ideation in nurses and physicians care hospital. Rev Enferm UFSM, Santa Maria, v. 2, n. 3, p. 515-522, set./2012.

ROMERO RMD, BECERRA TL, VELASCO MEA. Síndrome de Burnout: Desgate emocional en cirujanos dentistas. Rev. ADM., v. 58, n. 2, p. 63-37, mar. 2001.

LIMA ADF, FARIAS FLR. O trabalho do cirurgião-dentista e o estresse: considerações teóricas. Rev. bras. promoç. Saúde., v. 18, n. 1, p. 50-54, set. 2004.

CARDOSO AC, TEIXEIRA VMS. Sinais de depressão em estudantes dos cursos da área da saúde. Braz. J. Health. Rev., Curitiba, v.4, n.1, p. 706-771, jan 2021.

CRUZ MCNL et al. Ansiedade em universitários iniciantes de cursos da área da saúde. Braz. J. Health. Rev., Curitiba, v.3, n.5,p.14644-14662,set/out.2020.ISSN 2595-6825.

MOSCA L et al. Awareness, perception, and knowledge of heart disease risk and prevention among women in U.S.A. Arch Fam Med, v. 9, n. 6, Jun. 2000.

MULDER RT. Uma epidemia de depressão ou a medicalização da angústia? Perspectivas em Biologia e Medicina, Estados Unidos, v. 51, n. 2, p. 238-250, mai./2018. Disponível em: https://muse.jhu.edu/article/236278/pdf. Acesso em: 23 jul. 2020.

PIRES DA et al. The sport burnout syndrome in Brazil. JPhysEduc [Internet]. 2012Apr.1 [cited 2021Aug.16];23(1):131-9. Available from: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/14566

INOCENTE JJ et. al. Avalição do estresse ocupacional, síndrome de burnout, perfeccionismo, sentimento de solidão, depressão e distúrbio de sono em cirurgiões dentistas. In: encontro latino americano de iniciação científica e encontro latino americano de pós-graduação, 12 e 8. 2008.

ZUCOLOTO ML et al. Síndrome de Burnout em cirurgiões-dentistas com diferentes atuações profissionais. Rev. Psychology Community & Health, v. 3, n. 2, p. 62-72, 2014.

MARI JJ, WILLIAMS P. A validity study of a psychiatric screening questionnaire (SRQ-20) in primary care in the city of Sao Paulo. The British Journal of Psychiatry, v. 148, n. 1, p. 23-26, 1986.

HARDING TW et al. Mental disorders in primary health care: a study of their frequency and diagnosis in four developing countries. Psychological medicine, v. 10, n. 2, p. 231-241, 1980.

OLIVEIRA JR. A Síndrome de Burnout nos cirurgiões-dentistas de Porto Alegre RS. 2001. 109 F. Tese (Mestrado em Saúde Bucal Coletiva) – Faculdade de Odontologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, 2001.

COSTA DS et al. Sintomas de Depressão, Ansiedade e Estresse em Estudantes de Medicina e Estratégias Institucionais de enfrentamento. Rev. bras. educ. méd., v. 44, n. 1, mar. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-293

Refbacks

  • There are currently no refbacks.