Comportamento de forrageio de recursos florais em Spathodea campanulata (Bignoniaceae): uma espécie vegetal exótica / Foraging behavior of floral resources on Spathodea campanulata (Bignoniaceae): an exotic plant species

Elaine dos Santos Souza, Bianca de Oliveira Souza, Leandro Pereira Polatto

Abstract


Conhecida como tulipeira, Spathodea campanulata P. Beauv. (Bignoniaceae) é uma planta exótica de origem africana e é frequentemente utilizada como planta ornamental em áreas urbanas brasileiras. Essa espécie possui compostos tóxicos associados ao néctar floral que podem ser prejudiciais por causar mortandade em parte dos visitantes florais. Sendo assim, o objetivo desse estudo foi avaliar a atividade de coleta de recursos pelos visitantes florais em S. campanulada e a influência da mucilagem (néctar associado com compostos tóxicos) sobre os visitantes. Os registros de visitas foram realizados em três dias não consecutivos nos meses de abril e maio de 2018. Foi registrado o número de forrageios de cada grupo funcional em cada flor e o tipo de recurso utilizado. Ao fim de cada dia de amostragem foi avaliada a presença de visitantes florais mortos no nectário floral. Também foi medida a produção acumulativa de mucilagem e o seu consumo pelos visitantes. Foi observada predominância de forrageios de Trigona spinipes F. (Apidae), um furtador de pólen e mucilagem. Houve ainda forrageios de Phaethornis sp. (polinizador) e uma morfoespécie da subfamília Trochilinae (pilhador de mucilagem), ambas reconhecidas como beija-flores, e diversas espécies da ordem Diptera (furtadores de mucilagem). Ocorreram altas taxas de mortalidade de T. spinipes, e em menor intensidade em morfoespécies de Diptera dentro do nectário floral. Não houve homogeneidade de visitas no decorrer do dia e entre os três dias de observação. Portanto, a utilização de S. campanulata como uma planta ornamental pode levar à redução populacional de T. spinipes, uma espécie importante na polinização de diversas plantas nativas.

 


Keywords


Polinização, Toxicidade; Trigona spinipes, Visitantes florais.

References


ALVES, M. M. B. M.; ALVES JUNIOR, V. V.; LOPES, M. N. T.; CARBONARI, V. Efeito do resíduo de extrato floral de Barbatimão, em soro fisiológico, na longevidade de Apis mellifera. In: Congresso Brasileiro de Apicultura. Teresina. Anais, 1996. p. 325.

ALVES, M. M. B. M. V.; CARBONARI, V.; ALVES JUNIOR, V. V. Efeito tóxico do barbatimão (extrato/nectário em água destilada) na longevidade de abelhas operárias Apis mellifera confinadas. In: Encontro de Biólogos da 1º Região do Conselho Regional de Biologia, Campo Grande. Resumos, 1998. p. 66.

ARAÚJO, J. L. O.; QUIRINO, Z. G. M.; NETO, G. P. D; ARAÚJO, A. C. Síndromes de polinização ocorrentes em uma área de Mata Atlântica. Biotemas, v. 22, n. 4, p. 83-94, 2009.

AYENSU, S. E. Plant and bat interactions in West Africa. Annals of the Missouri Botanical Garden, v. 61, n. 3, p. 702-727, 1974.

BRUNELLI, W. A. Ornithophily in Neotropics and Paleotropics. Natureza on line, v. 4, n. 11, p. 166-169, 2013.

CINTRA, P.; MALASPINA, O.; BUENO, O. C. Plantas tóxicas para abelhas. Arquivos do Instituto Biológico, v. 72, n. 4, p. 547-551, 2005.

COUTO, R. H. N; COUTO, L. A. Apicultura: manejo e produtos. 2. ed. Jaboticabal: FUNEP, 2002.

DAMAIYANI, J.; PURWESTRI, A. Y. The orbicules and allergenic protein of African tulip tree (Spathodea campanulata P.Beauv.): a roadside ornamental plant in Malang, Indonesia. Journal of Biological Researches, v. 4, n. 1, 2018.

DAVIS, A. R.; PYLATIUK, J. D.; PORADIS, J. C.; LOW, N. H. Nectar carbohydrate and composition vary in relation to nectar anatomy and location within individual flowers of several species of Brassicaceae. Planta, v. 205, n. 2, p. 305-318, 1998.

DELAPLANE, K. S.; MAYER, D. F. Crop pollination by bees. United Kingdom: CABI Cambridge, 2000.

EHRLICH, P. R.; RAVEN, P. H. Butterflies and plants: a study in coevolution. Evolution, v. 18, n. 4, p. 586-608, 1964.

FERN, K. Tropical Plants Data base. Disponivel em:

tropical.php?id=Spathodea+campanulata>. Acessado em: 03 dez 2018.

GENTRY, A. H. Coevolutionary patterns in Central American Bignoniaceae. Annals of the Missouri Botanical Garden, v. 61, n. 3, p. 728-759, 1974.

HENRIQUE, J. A.; TORRES, A. M.; RAMOS, D. F.; CUCOLO, F. G.; ALVES JÚNIOR, V.V. Abelhas em área de Cerrado em fase de recuperação, no Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil. Cadernos de Agroecologia, v. 11, n. 2, 2017.

INOUYE, D. W. The terminology of ?oral larceny. Ecology, v. 61, n. 5, p. 1251-1253, 1980.

JOLY, A. B. Introdução à taxonomia vegetal. 7. ed. São Paulo: Nacional, 1985.

LUGO, A. E.; MARTÍNEZ, O. L. A. Stoichiometry of decomposing Spathodea campanulata leaves in novel puertorrican forests. Forest Ecology Management, v. 403, p. 176-187, 2018.

MICHENER, C. D. The bees of the world. John Hopkins University Press Baltimore, MD, 2000.

NOGUEIRA NETO, P. A criação de abelhas indígenas sem ferrão. 2. ed. São Paulo: Editora Nogueirapis, 1997.

OLIVEIRA, M. R.; GIANNOTTI, E.; MACHADO, L. L. V. Visitantes florais de Spathodea campanulata Beauv. (Bignoniaceae). Revista Bioikos, v. 5, n. 2, p. 1-30, 1991.

PAIVA, F. D.; GUERREIRO, J. C.; RUIZ, MARCELO, G.; GONCALVES, S. R. M Evaluación del potencial insecticida del néctar de Spathodea campanulata (Bignoniaceae) sobre Sitophilus zeamais (Coleoptera: Curculionidae). Revista Colombiana de Entomología, v. 41, n. 1, p. 63-67, 2015.

POLATTO, L. P.; CHAUD-NETTO, J.; ALVES-JUNIOR, V. V. Influence of abiotic factors and floral resource availability on daily foraging activity of bees influence of abiotic and biotic factors on bees. Journal of Insect Behavior, v. 27, n. 5, p. 593-612, 2014.

QUEIROZ, A. C. M.; VENTURIERI, G. C.; CONTRERA, F. A. L. Tulipeira-africana (Spathodea campanulata): mocinha ou vilã para as abelhas? Apacame, n. 143, p. 2-7, 2017.

ROUBIK, D. W. Ecology and natural history of tropical bees. New York: Cambridge University Press, 1989.

SANTOS, V. H. M.; MINATEL, I. O.; RECO, P. C.; GARCIA, A.; LIMA, G. P. P.; SILVA, R. M. G. Peptide composition, Oxidative and insecticidal activities of nectar from flowers of Spathodea campanulata P. Beauv. Industrial Crops and Products, v. 97, p. 211-217, 2017.

TAURA, M. H.; LAROCA, S. Biologia da polinização: interações entre abelhas (Hym., Apoidea) e as flores de Vassobia breviflora (Solanaceae). Acta Biológica Paranaense, v. 33, n. 1-4, p. 143-162, 2004.

TRIGO, J. R.; SANTOS, W. Insect mortality in Spathodea campanulata Beauv. (Bignoniaceae) flowers. Revista Brasileira de Biologia, v. 60, n. 3, p. 537-538, 2000.

WITTER, S.; NUNES-SILVA, P.; BLOCHTEIN, B.; LISBOA, B. B.; IMPERATRIZ-FONSECA, V. L. As abelhas e a agricultura. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2014.

YANEGA, G. M.; RUBEGA, M. A. Feeding mechanisms: Hummingbird jaw bends to aid insect capture. Nature, v. 428, n. 6983, p. 615, 2004.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-300

Refbacks

  • There are currently no refbacks.