Contribuição à compreensão do conceito de competitividade nas organizações / Contribution to the comprehension of the concept of competitiveness in organizations

Milton dos Santos

Abstract


Pela própria importância que o fenômeno da competitividade representa para a sobrevivência e crescimento das empresas, esta área de estudos há longo tempo é objeto de muita teorização e pesquisas empíricas. A despeito da quantidade de trabalhos existentes, uma certa convergência conceitual e metodológica sobre o tema apresenta-se ainda distante. Várias são as metodologias e taxonomias desenvolvidas para tentar capturar o fenômeno da competitividade, sendo que, inclusive, boa parte da literatura produzida sobre o tema versa especificamente sobre taxonomias. Este artigo tem como objetivo contribuir para a compreensão do conceito de competitividade através da elaboração de um construto teórico que permita compreender e articular diversos elementos encontrados na literatura sobre o tema, oferecendo uma forma de circunscrever o conceito e compreendê-lo em relação a termos correlatos, como diferencial competitivo e vantagem competitiva. O construto teórico desenvolvido permitiu a compreensão da competitividade em dois enfoques, como o resultado positivo de uma estratégia existente ou como a capacidade da organização de desenvolver estratégias que tragam resultados positivos. O objetivo deste trabalho materializou-se através de pesquisa bibliográfica, o que lhe confere um cunho eminentemente teórico.


Keywords


Vantagem Competitiva, Estratégia, Competitividade.

References


BARBOSA, F. V. Competitividade: conceitos gerais. In: RODRIGUES, S. B. (org.). Competitividade, alianças estratégicas e gerência internacional. São Paulo : Atlas, 1999.

CARVALHO, D. E. Inteligência Competitiva: uma ferramenta de apoio estratégico às empresas brasileiras. Brazilian Journals of Business. Curitiba, v. 3, n. 1, p. 2-15 jan. /mar. 2021. DOI: 10.34140/bjbv3n1-001. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJB/article/view/22596. Acesso em: 03/04/2021.

CASTELLS, M. A. A era da informação. v. I A sociedade em rede. 4 Ed. São Paulo : Paz e Terra, 2000.

COLLIS, D. J.; MONTGOMERY, C. A. Competindo com Base em Recursos: estratégia na década de 1990. In Harvard Business Review, Estratégia Corporativa: on corporate strategy, Rio de Janeiro : Campus, 2001. p. 38-64.

COUTO, C. A. M. Como a inteligência empresarial influi na competitividade. Revista Inteligência Empresarial, n. 3, p. 15-29, Abr. 2000.

ECIB. Estudo da Competitividade da indústria brasileira. Gestão empresarial: fator de comnpetitividade. Nota técnica. Belo Horizonte : Mimeo, 1993a.

______. Estudo da competitividade da indústria brasileira. Relatório final. s.l. : mimeo, 1993b.

FREITAS, H.; LESCA, H. Competitividade empresarial na era da informação. Revista de Administração. São Paulo, v. 27, n. 3, p. 92-102, jul./set. 1992.

GIMENEZ, F. A. P. et alii. Estratégia em pequenas empresas: uma aplicação do modelo de Miles e Snow. Revista de Administração Contemporânea. v. 3, n. 2, p. 53-74, Mai./Ago. 1999.

LASTRES, H. M. M.; CASSIOLATO, J. E. Contribuição do PADCT para a melhoria das condições de competitividade da indústria brasileira – versão preliminar para discussão. s.l. : mimeo, 1995.

MACHADO-DA-SILVA, C. L.; BARBOSA, S. L.. Estratégia, fatores de competitividade e contexto de referência: uma análise arquetípica. RAC, v.6, n. 3, Set/Dez. 2002: 7-32.

___________; FONSECA, V. S. Competitividade organizacional: uma tentativa de reconstrução analítica. Organizações & Sociedade, p. 97-114, dez. 1996.

MARIOTTO, F. L. O conceito de competitividade: uma análise crítica. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 31, n. 2, p. 37-52, abr./jun. 1991.

MCGEE, J.; PRUSAK, L. Gerenciamento estratégico da informação: aumente a competitividade de sua empresa utilizando a informação como uma ferramenta estratégica. Rio de Janeiro : Campus, 1999.

MINTZBERG, H.; AHLSTRAND, B.; LAMPEL, J. Safari de estratégia: um roteiro pela selva do planejamento estratégico. Porto Alegre : Bookman, 2000, Reimpr. 2003.

OLIVEIRA JR., M. M. Competências essenciais e conhecimento na empresa. In: FLEURY, M. T. L.; OLIVEIRA JR., M. M. (orgs.). Gestão estratégica do conhecimento: integrando aprendizagem, conhecimento e competências. São Paulo : Atlas, 2001. p. 121-156.

PORTER, M. E. Estratégia competitiva: técnicas para análise de indústrias e da concorrência. 8 Ed. Rio de Janeiro : Campus, 1991.

______. Vantagem competitiva: criando e sustentando um desempenho superior. 6 Ed. Rio de Janeiro : Campus, 1992.

______. Competição – on competition: estratégias competitivas essenciais. Harvard Business Review Book. 5 Ed. Rio de Janeiro : Campus, 1999.

ROSSETTO, C. R.; ROSSETTO, A. M. Comportamento estratégico segundo a teoria de Miles e Snow em empresas familiares de edificações na construção civil: um estudo multicaso. In: COSTA, B. K.; ALMEIDA, M. I. R. (coords). Estratégia: perspectivas e aplicações. São Paulo : Atlas, 2002. p. 303-23.

SAITO, C. S. Estratégia competitiva: um estudo exploratório sobre a aplicação na realidade das pequenas empresas. 2000. Dissertação de Mestrado. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

SÁNCHEZ, E. S. La dialéctica de la estrategia en la gestión empresarial internacional. Brazilian Journals of Business. Curitiba, v. 3, n. 2, p. 1619-1633 abr./jun. 2021. DOI: 10.34140/bjbv3n2-022. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJB/article/view/29356. Acesso em: 18/07/2021.

SANTOS, M. C. A. A competitividade e a cadeia de agregação de valor. Caderno de Pesquisa em Administração, São Paulo, v. 1, n. 2, p. 63-71, 1º Sem./96.

SANTOS, M. DOS. A informação como fator de competitividade: desafios para as pequenas e médias empresas. 2004. Dissertação de Mestrado. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

SLYWOTZKY, A. J.; MORRISON, D. J. A estratégia focada no lucro: The profit zone: desvendando os segredos da lucratividade. Rio de Janeiro : Campus, 1998.

VASCONCELOS, F. C.; CYRINO, A. B. Vantagem competitiva: os modelos teóricos atuais e a convergência entre estratégia e teoria organizacional. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 40, n. 4, p. 20-37, out./dez. 2000

WHIPP, R. Creative descontruction: strategy and organizations. In: HARDY, C., CLEGG, S. R., NORD, W. Handbook of organization studies. London : Sage, 1996. p. 261-75.

WHITTINGTON, R. O que é estratégia. São Paulo : Pioneira Thomsom Learning, 2002.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-306

Refbacks

  • There are currently no refbacks.