As revistas ilustradas femininas como fontes de pesquisa na História da Educação: um estudo sobre a publicação infantil “Cirandinha” (1951-1958) / Women's illustrated magazines as sources of research in the History of Education: a study on children's publication “Cirandinha” (1951-1958)

Sabrinne Cordeiro Barbosa da Silva, Luciana Borges Patroclo

Abstract


O artigo apresenta uma análise sobre a revista ilustrada infantil Cirandinha e o possível uso de seus exemplares como fontes de pesquisa no âmbito da História da Educação. Lançada na década de 1950 pelo grupo editorial Sociedade Anônima O Malho, e direcionada ao público feminino, o impresso tinha como um de seus propósitos editoriais contribuir para a formação moral e educacional das meninas brasileiras; principalmente aquelas pertencentes à classe média e aos grupos mais abastados da sociedade. Outro aspecto relevante é o fato de a publicação apresentar representações e discursos linguísticos distintos entre personagens femininas brancas e negras. Os conteúdos da revista privilegiavam uma construção social das relações de gênero na qual as meninas deveriam priorizar comportamentos e aprendizagens que contribuíssem para uma trajetória futura centrada no casamento e a maternidade. Os exemplares pesquisados pertencem ao acervo pessoal das autoras constituído a partir de busca em sebos virtuais.

 


Keywords


Cirandinha, Imprensa Feminina, Revista Ilustrada Infantil, Fontes de Pesquisa, História da Educação.

References


ALMANAQUE D’O TICO-TICO. Rio de Janeiro, no 001, ano, dezembro de 1953. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/059730/per059730_1953_00001.pdf . Acesso em: 20.ago.2021.

ANUÁRIO DAS SENHORAS. Rio de Janeiro, no 24, ano XXIV, 1957. Disponível em: http://memoria.bn.br/DOCREADER/335070/5303 . Acesso em: 20.ago.2021.

BUITONI, Dulcília Helena Schroeder. Mulher de Papel: a representação da mulher pela imprensa brasileira. 2. ed. São Paulo: Summus, 2009.

CARDOSO, Tereza Fachada Levy. As Aulas Régias no Rio de Janeiro: do projeto à prática 1759-1834. História da Educação, Porto Alegre, v. 3, n. 6, p. 105-130, 1999. Disponível em: Disponível em: https://seer.ufrgs.br/asphe/article/view/30261/pdf. Acesso em: 24.ago.2021.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 83, ano VIII, fevereiro de 1958.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 78, ano VII, setembro de 1957.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 74, ano VII, maio de 1957.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 65, ano V, agosto de 1956.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 63, ano V, junho de 1956.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 60, ano V, março de 1956.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 58, ano V, janeiro de 1956.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 42, ano IV, setembro de 1954.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 36, ano III, março de 1954.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 30, ano III, setembro de 1953.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro no 26, ano II, junho de 1953.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 16, ano II, julho de 1952.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 5, ano I, agosto de 1951.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 4, ano I, julho de 1951.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 3, ano I, junho de 1951.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no 2, ano I, maio de 1951.

CIRANDINHA. Rio de Janeiro, no1, ano I, abril de 1951.

CORRÊA, Thomaz Souto. A Era das Revistas de Consumo. In: MARTINS, Ana Luiza Martins; LUCA, Tania Regina de. História da Imprensa no Brasil.2. ed. São Paulo: Contexto, 2015. p.208-232.

DIEGUEZ, Priscila. Lugar de mulher é na sala de aula ou na cozinha? A inserção feminina no ensino superior durante os Anos Dourados: um olhar através do Jornal das Moças. 236fls. Dissertação (Mestrado em Educação) – Escola de Educação, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Rio de Janeiro. 2019. Disponível em: http://www.unirio.br/ppgedu/DissertaoPPGEduPriscilaDieguez.pdf . Acesso em: 25.ago.2021.

FANGUEIRO, Maria do Sameiro. Verbete Bastos Tigre. Disponível em: https://bndigital.bn.gov.br/dossies/periodicos-literatura/personagens-periodicos-literatura/bastos-tigre/ . Acesso em: 28.ago.2021.

FELGA, Tatiana Emanuele Brito. Manuais de Redação de Leonor Posada: as concepções de língua e as propostas de ensino para a produção textual. 100fls.Dissertação (Mestrado em Língua Portuguesa) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/14600 . Acesso em: 26.ago.2021.

GONÇALVES, Roberta Ferreira. O Malho, a imprensa empresarial e a criação da revista O Tico-Tico. Brasiliana: Journal for Brazilian Studies, v.9, n.1, p.259-277, 2020. Disponível em: https://tidsskrift.dk/bras/article/view/120284/169133 . Acesso em: 28.ago.2021.

GONDRA, José Gonçalves; SCHUELER, Alessandra. Educação, poder e sociedade no Império Brasileiro. 1.ed. São Paulo: Cortez, 2008.

LIÇÕES DO VOVÔ. O Tico-Tico. Rio de Janeiro, no 2.030, ano L, janeiro de 1955. In: HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/153079/per153079_1955_02030.pdf . Acesso em: 20.ago.2021.

LUCA, Tania Regina de. Mulher em Revista. In: PINSKY, Carla Bassanezi; PEDRO, Joana Maria (Org.). Nova História das Mulheres no Brasil. 1.ed. São Paulo: Contexto, 2013. p.447-468.

MENDONÇA Ramona Lindsey Rodrigues; MENDES; Francisco Fabiano de Freitas. Das modas às tintas: representações do feminino nas publicidades da revista Anuário das Senhoras (1940-1950). Dobras, v.14, n.29, p.186-203, mai./ago. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.26563/dobras.v14i29.1143. Acesso em: 27.ago.2021.

MOLERO, Eric. Verbete Giselda Melo. Guia dos Quadrinhos. Disponível em: http://www.guiadosquadrinhos.com/artista/giselda-melo/5089 .Acesso em: 31.mar.2017.

NÓVOA, António (Org.). Extrato de Repertório da Imprensa de Educação e Ensino. In A Educação Portuguesa. Corpus documental (séculos XIX-XX). CD-Rom, Porto: Edições ASA, 1993. p.1-17.

O FLUMINENSE. CADERNO O ESTADO DO RIO – SÃO GONÇALO. ITABORAÍ. RIO BONITO. Luiz Sá morre pobre e deixa Rico Trabalho. Niterói, p.1, 24 de novembro de 1979.

O TICO-TICO. Rio de Janeiro, no 2.031, fevereiro de 1955. In: HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIRA. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/153079/per153079_1955_02031.pdf Acesso em: 20.ago.2021.

O TICO-TICO. Rio de Janeiro, no 2005, ano XLVIII, Rio de Janeiro, dezembro de 1952. In: HEMEROTECA DIGITAL BRASILEIREIRA. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/153079/per153079_1952_02005.pdf . Acesso em: 20.ago.2021

O TICO-TICO. Rio de Janeiro, no 1872, ano XXXVII, novembro de 1941. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/153079/per153079_1941_01872.pdf

Acesso em: 20.ago.2021.

PATROCLO, Luciana Borges. As mães de famílias futuras: a Revista o Tico-Tico e a formação das meninas brasileiras (1905-1925). Cadernos de História da Educação, v. 18, n. 3, p. 731-748, 26 nov. 2019. Disponível em: https://doi.org/10.14393/che-v18n3-2019-9

Acesso em: 24.ago.2021.

PATROCLO, Luciana Borges; Mendonça. As mães de famílias futuras: a revista O Tico-Tico na formação das meninas brasileiras (1905-1921). 300fls. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.17771/PUCRio.acad.26499. Acesso em: 25.ago.2021.

PINSKY, Carla Bassanezi. Mulheres nos anos dourados. 1.ed. São Paulo: Contexto, 2014.

PIATGÓRSKY, Zálkind. Trovas e Trovadores Lilinha Fernandes. Correio da Manhã. Rio de Janeiro, ed. 21163, ano LXI, p.2, 25 de março de 1962.

POSADA, Leonor. Anel de professora. In: CIRANDINHA. CIRANDINHA. Rio de Janeiro no 26, ano II, junho de 1953. P.4-5.

ROSA, Zita de Paula. O Tico-Tico: meio século de ação recreativa e pedagógica. São Paulo: Editora Universitária São Francisco, 2002.

ROVERO, Fernanda Theodoro; SANTOS, Maria Walburga. Os quadrinhos de Caxuxa e suas mensagens às crianças: considerações a respeito do corpo infantil na revista “Cirandinha” (anos de 1950), Educar em Revista, v. 37, e76754, p.1-20, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0104-4060.76754 . Acesso em: 28.ago.2021.

SALERNO, Laura Peretto; CUNHA, Maria Teresa santos. Discursos para o feminino em páginas da revista Querida (1958-1968): aproximações. Educar em Revista, Curitiba, n. 40, p. 127-139, jun./2011. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0104-40602011000200009

Acesso em: 27.ago.2021.

SANTOS, Roberto Elísio dos; SOUZA, Worney Almeida de. Os “Filhotes” de O Tico-Tico. In: VERGUEIRO, Waldomiro; _______________ (Org.). O Tico-Tico: o centenário da primeira revista de quadrinhos do Brasil. São Paulo: Opera Graphica, 2005. p.153-159.

SEIXAS, Cristina. Casa Canadá: a questão da cópia e da interpretação na produção de moda na década de 1950. 1.ed. Rio de Janeiro: Cassará, 2015.

SILVA FILHO. Luis Sá: trocou a fama pela vida longe da rotina. O Fluminense. Niterói-RJ, p.21, 2 e 3 de março de 1975.

SOUZA, Rosa Fátima de. História da organização do trabalho escolar e do currículo no século XX (ensino primário e secundário no Brasil). 1.ed. São Paulo: Cortez, 2008.

VASCONCELOS, Maria Celi Chaves; PATROCLO, Luciana Borges. “Revista álbum das meninas”: literatura infantil e jovial para educar a mocidade brasileira. Humanidades & Inovação, v.8, n.33, p.124-142, fev.2021.

Disponível em: https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/4809 . Acesso em: 28.ago.2021.

VERGUEIRO, Waldomiro; SOUZA, Worney Almeida de. O declínio da Revista O Tico-Tico. In:___________; SANTOS, Roberto Elísio dos (Org.). O Tico-Tico: o centenário da primeira revista de quadrinhos do Brasil. São Paulo: Opera Graphica, 2005. p.205-2012.

VOCÊ É BOA DONA DE CASA? Jornal das Moças. Rio de Janeiro, ed. 1824, ano XXXVII p.14, 1º de junho de 1950.Disponível em: Acesso em: 20.ago.2021. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/111031/per111031_1950_01824.pdf . Acesso em: 20.ago.2021.

VOCÊ É ORGANIZADA? Cirandinha. Rio de Janeiro, no 30, ano III, p.4-5, setembro de 1953.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-355

Refbacks

  • There are currently no refbacks.