Interação entre alunos do ensino médio e das engenharias através do ATEC / Interaction between high school and engineering students through ATEC

Maria Marta Ribeiro da Costa, Lucas Silvestre Chaves, Daniel Martins Papini Mota, Dayse Nascimento Anselmo, Patrícia Maria Soares

Abstract


A carência de aulas práticas ou a subutilização dos laboratórios de ciências nas escolas de ensino médio constituem fatores limitadores para o desenvolvimento global dos alunos. Assim, a apresentação de artefatos tecnológicos nas escolas amplia o conhecimento científico e o poder de análise dos alunos envolvidos. O projeto de extensão ATEC, desenvolvido na Faculdade Una Contagem, busca promover eventos interativos de forma a minimizar a distância entre os conteúdos tratados em sala de aula e aqueles presentes nas peças do acervo. A metodologia proposta, em cada evento, consiste em visitas itinerantes, por meio de exposições interativas. Uma equipe do projeto acompanha a exposição, auxiliando os estudantes de ensino médio na percepção da ciência presente em cada peça do acervo. Como resultado desse projeto destacam-se a melhoria da capacidade de trabalhar em equipe e o aumento do interesse pela experimentação científica. O objetivo desse artigo é mostrar os resultados positivos obtidos através da troca de experiência entre os alunos do ensino médio e os alunos das engenharias. Tais observações foram reforçadas através das respostas aos questionamentos feitos aos alunos participantes do projeto, dos diversos ramos da engenharia.


Keywords


Artefatos tecnológicos. Experimentação. Interação. Aprendizado.

References


BARBOSA, Walterni, R.; SETE, Douglas, G.; SOUSA, Tayza C. S. JENPEX 2017 – IFMT: a falta de laboratórios de química e professores licenciados no ensino médio das escolas públicas de Poxoréu-MT. In: Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2017, Primavera do Leste. Anais. Mato Grosso, 2018.

BARTZIK, F.; ZANDER, L. D.; A Importância das aulas práticas de ciências no ensino fundamental. Revista Arquivo Brasileiro de Educação. PUC Minas. v.4, n. 8, mai-ago, 2016.

BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei número 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

DELORS, Jacques et al. Educação um tesouro a descobrir – Relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI. Editora Cortez, 7ª edição, 2012.

GOUVEIA, Raimundo Valcemir Sabóia. As Atividades Práticas e Experimentais no Ensino de Ciências da Natureza no Ensino Médio em uma Escola Estadual do Amazonas. 92 f. Dissertação (mestrado) - Faculdade de Educação/CAEd, Universidade Federal de Juiz de Fora, Programa de Pós-Graduação em Gestão e Avaliação da Educação Pública, Juiz de Fora, 2017.

GRACINI, Graciela Dantas. A função social da escola pública brasileira: um estudo exploratório. 191 f. Dissertação (mestrado) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

ITURRA, Raul. O Processo Educativo: Ensino ou Aprendizagem. Departamento de Antropologia Social do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE) Texto revisto por Irene Cortesão Costa. 2009.

MORÁN, J. Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens, São Paulo, v. 2, p. 15-33, 2015.

SANTIAGO, L.B.M.; VASCONCELOS, K.C., SANTANA J.R. O Uso dos Artefatos Tecnológicos Virtuais e Digitais na Escola. ARTEFACTUM – REVISTA DE ESTUDOS EM LINGUAGEM E TECNOLOGIA ANO VIII – n. 2. 2016.

TEIXEIRA, Paulo Marcelo Marini, Ensino de biologia e cidadania: O técnico e o político na formação docente. 315 f. Dissertação (mestrado) - Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho / Campus de Bauru, 2000.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n10-181

Refbacks

  • There are currently no refbacks.