Urolitíase em porquinho-da-índia (Cavia Porcellus): relato de caso / Urolithiasis in guinea pig (Cavia Porcellus): case

Maria Eduarda Tronco da Silveira, Fabiane Prusch, Alessandra Roll, Mariana Marsicano de Fraga, Ana Paula Morel, Daniel Azevedo, Marilia Avila Valandro, Rochelle Gorczak

Abstract


A urolitíase refere-se à presença de sedimento a base de cristais no trato urinário, muito comum em porquinhos-da-índia (Cavia porcellus), principalmente quando estes animais tem uma alimentação desbalanceada com dieta rica em cálcio. A etiologia não está bem elucidada, porém existem fatores de predisposição para patologia, como a ingestão inadequada de água, retenção de urina, higiene inadequada da gaiola e obesidade. Os sinais clínicos variam de acordo com o local onde se encontram e o tamanho do cálculo, mas comumente os animais apresentam anorexia hematúria, estrangúria, polaquiúria, postura encolhida e debruçada, além de vocalização ao urinar. O diagnóstico dessa patologia deve-se basear nos sinais clínicos, exame físico, urinálise, além de exames de imagem como ultrassonografia e radiografia. O tratamento de escolha para urolitíase em cobaios é cirúrgico, sendo esse a cistotomia ou a uretrostomia. A mudança de manejo também é muito importante para se evitar recidivas. O presente trabalho tem como objetivo relatar o caso completo de um porquinho-da-índia apresentando urolitíase em vesícula urinária. Foi atendido um porquinho-da-índia de dois anos com alimentação rica em cálcio, apresentando hematúria há três dias e dor na palpação abdominal. Foi realizado o exame ultrassonográfico, onde se observou a presença de um urólito, que pelo pequeno tamanho poderia ser expelido sozinho, sendo indicado apenas acompanhamento ultrassonográfico. Porém o roedor retornou com o mesmo quadro de hematúria e dor na palpação abdominal, porém no exame ultrassonográfico mostrou um urólito de maior tamanho, sendo indicado a retirada por cistotomia. Após dois meses o animal retornou com o mesmo quadro de recidiva e com o urólito maior, sendo realizado novamente o procedimento de cistotomia para retirada do cálculo. O cobaio recuperou-se da cirurgia e foi indicado mudança de manejo e alimentação para o mesmo, afim de evitar novas recidivas. Sendo assim, esta patologia comum em cobaios, quando diagnosticada corretamente e fazendo o tratamento correto tem um prognostico positivo como do caso em questão.


Keywords


Roedor; Sedimento; Cálcio; Ultrassonografia; Cistotomia.

References


ABRANTES, D. M. UROLITÍASE RECIDIVANTE EM CAVIA PORCELLUS: RELATO DE CASO. ANAIS X SIMPAC, 2018.

CARVALHO, Y. M. Apoio Nutricional ao Tratamento das Urolitíases em Cães. In: JERICÓ, Márcia Marques et al. Tratado de medicina interna de cães e gatos. 1. ed. Rio de Janeiro: Roca, 2015.

FISHER, P. Rabbits: Treatments Used in the Management of Rabbit Gastrointestinal Syndrome (RGIS). In: CARPENTER, James w et al. EXOTIC ANIMAL FORMULARY. 5. ed. [S. l.]: Elsevier, 2017.

GONÇALVES, I. S. V. Medicina e Cirurgia de Animais Exóticos. Instituto de ciências biomédicas Abel Salazar. 2014.

IZIDORO, L. R. V. Tratamento fitoterápico de urolitíase com cranberry em um porquinho-da-índia. Ciência Animal: VI SIMCEAS. 2018.

JUNGHANNS, M.E.K. Small Mammals: Urinary tract. In: JUNGHANNS, M.E.K. et al. Diagnostic Imaging of Exotic Pets. Germany: Schlütersche, 2011.

MANCINELLI, E. Urolithiasis in guinea pigs. Vet Times: The website for the veterinary profession, 2016.

PERIN, R. R. Nefrocalcinose medular bilateral por ingestão de Zantedeschia aethiopica (copo de leite) em filhote canino: Relato de caso. PUBVET. 2019.

PIMENTA, Y. T. S. Urolitíase em Porquinho-da-Índia (Cavia porcellus): Relato de Caso. PUBVET: medicina veterinária e zootecnia. 2019.

SANTOS, M.C.F.P.. Doenças Gástricas: Gastrite aguda e doença gástrica ulcerativa. In: JERICÓ, Márcia Marques et al. Tratado de medicina interna de cães e gatos. 1. ed. Rio de Janeiro: Roca, 2015.

TEIXEIRA, V.N. Rodentia – Roedores Exóticos (Rato, Camundongo, Hamster, Gerbilo, Porquinho-da-Índia e Chinchila). In: CUBAS, Z.S. et al. Tratado de animais selvagens. São Paulo: Roca, 2014.

VELLA, D. Emergency presentations of exotic mammal herbivores. Journal of Exotic Pet Medicine: topics in medicine and surgery, [s. l.], 2012.

WAKI, M. F. Urolitíase em Cães e Gatos. In: JERICÓ, Márcia Marques et al. Tratado de medicina interna de cães e gatos. 1. ed. Rio de Janeiro: Roca, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-366

Refbacks

  • There are currently no refbacks.