O guindaste: uma metodologia ativa para as engenharias compatível com a indústria 4.0 / Crane: an active methodology for engineers compatible with industry 4.0

Daniel Martins Papini Mota, Dayse Nascimento Anselmo, Lucas Silvestre Chaves, Maria Marta Ribeiro da Costa, Silvana Júlia da Silveira Diniz

Abstract


A mudança do mercado de trabalho é inevitável. Com o surgimento da indústria 4.0 faz-se necessário ajustes dentro da sala de aula para que o aluno se torne protagonista e cocriador do seu conhecimento. Assim, esse aluno obterá uma formação multidisciplinar, flexível com competências emocionais e fácil adaptação a desempenhar trabalhos colaborativos. Dessa forma, esse trabalho apresenta uma atividade realizada nas disciplinas de Mecânica Geral aplicada na Faculdade UNA de Contagem, com o objetivo de proporcionar uma prática coerente com o currículo, a qual promova o progresso e a compreensão dos alunos, através de feedbacks contínuos para o fortalecimento de competências e habilidades que irão auxiliá-los no mercado de trabalho. Nessa prática, os alunos desenvolvem um protótipo de um para participar de um campeonato cujo vencedor será a equipe que possuir um guindaste mais resistente. Pode-se perceber a autonomia, gestão do tempo, planejamento e liderança desenvolvidos nas equipes a partir de critérios avaliativos bem definidos. Conclui-se também, que uma metodologia ativa bem aplicada irá impactar diretamente no aprendizado do aluno, impulsionando-o para o mercado de trabalho.

 

 


Keywords


Indústria 4.0. Metodologia Ativa. Habilidade. Competência. Guindaste.

References


ABDI . Agenda Brasileira para a Indústria 4.0: O Brasil Preparado para os Desfios do Futuro. < http://www.industria40.gov.br/>. Acesso em: 31 de março de 2019.

AIRES, Regina W. A.A.; MOREIRA Fernanda K.; FREIRE, Patricia S. Indústria 4.0: Desafios e Tendências para a Gestão do Conhecimento. Anais do I SUCEG – Florianópolis – SC – Brasil – 07 e 08/12/2017.

INFOR CHANNEL. 85% das profissões que existirão em 2030 ainda não foram inventadas. Acesso em: 04 de abril de 2019

JUNIOR, W.C. da. Alunos do século 21: novos caminhos para o ensino superior. Jornal do Brasil. nov. 2015. . Acesso em: 31 de março de 2019.

SCHWAB, K. A Quarta Revolução Industrial. São Paulo: Edipro, 2016.

NUNES, A. Quais Competências o Profissional da Indústria 4.0 deve ter? Computerworld. Jul. 2018.

PERRONE C; GONÇALVES J; COMAZZETTO L; VASCONCELLOS S. A Geração Y no Mercado de Trabalho: um Estudo Comparativo entre Gerações. Psicol. cienc. prof. [online]. 2016, vol.36, n.1, pp.145-157. ISSN 1414-9893.

SILVA, Salete. Aprendizagem ativa. Revista Ensino. Editora Segmento. Edição 257. Jul.2013.

SZLAK, David Carlos. Como as pessoas aprendem: cerebro, mente, experiencia e escola. Câmara Brasileira do Livro. ed. Senac Sao Paulo. 2007. Brasil.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n10-184

Refbacks

  • There are currently no refbacks.