Contexto histórico de políticas afirmativas para a inclusão do ensino de libras / Historical background of affirmative politics for the inclusion of libras education

Angela Araújo Costa, Wânia Maria de Araújo

Abstract


Este artigo tem como objetivo apresentar o processo de desenvolvimento da Língua Brasileira de Sinais – Libras na educação, bem como compreender as orientações legais no que tange a inserção do ensino obrigatório da Libras no ensino superior. A abordagem metodológica do presente artigo é qualitativa e o texto aqui apresentado é fruto de uma pesquisa bibliográfica realizada a partir de palavras-chaves como Educação Inclusiva, Libras e Cultura Surda. Também foi realizada uma pesquisa documental em torno da legislação vigente sobre o ensino obrigatório da Libras que tomou como referência a Constituição Federal promulgada em 1988, a Lei nº 10.436/2002, o Decreto nº 5.626/2005 e a Lei nº 13146/2015 que dispõem sobre deficiência, inclusão social e difusão da Língua Brasileira de Sinais – Libras. Busca-se como resultado da reflexão aqui apresentada explicitar o aporte técnico, teórico e prático para a disciplina de Libras nos cursos superiores baseados na legislação vigente.

 

 


Keywords


Libras. Inclusão Social. Educação Inclusiva.

References


AGUIAR, Roberto A, R. de. Os filhos da flecha do tempo: pertinência e rupturas. Brasília: Letraviva, 2000.

ALMEIDA, Wolney G. (org.). Educação de surdos: formação, estratégias e prática docente [online]. Ilhéus, BA: Editus, 2015, 197 p.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em:

?http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm?. Acesso: 09 de maio de 2017.

BRASIL. Lei 7.853: promulgada em 24 de outubro de 1989. Disponível em:

?http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L7853compilado.htm?. Acesso: 09 de julho de 2017.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei 9.394: promulgada em 20 de dezembro de 1996. Disponível em:

?http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm?. Acesso: 09 de maio de 2017.

BRASIL. Decreto Lei nº 3298: promulgada em 20 de dezembro de 1999. Disponível em:?http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/D3298.htm?. Acesso: 09 de julho de 2017.

BRASIL. Lei 10.436: promulgada em 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – Libras. Disponível em:

?http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/2002/L10436.htm ?. Acesso: 09 de maio de 2017.

BRASIL. Decreto nº 5.626: promulgada em 22 de dezembro de 2005. Disponível em:?http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5626.htm?. Acesso: 09 de julho de 2017.

BRASIL. Ministério da Educação - MEC. Atendimento Educacional Especializado: Deficiência Visual. Brasília: SE-ESP/SEED/MEC, 2007. Disponível em: . Acesso: 09 de julho de 2017.

BRASIL. Lei 13.16: promulgada em 06 de outubro de 2015. Disponível em:

BRASIL. Lei 13.146: promulgada em 06 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência. Disponível em:

?http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm ?. Acesso: 09 de maio de 2017.

BRASIL. Ministério da Educação – MEC - Libras. Disponível em:

?http://portal.mec.gov.br/component/tags/tag/33044?. Acesso: 13 de out. de 2017.

BUENO, José. Geraldo. S. As pesquisas e a produção do conhecimento em educação especial: as investigações sobre políticas de educação especial no Brasil. Distúrbio Comum, São Paulo, v. 24, n. 3, p. 285-297, dez. 2012. Disponível em: . Acesso: 27 de fev. de 2019.

CASTILHO, EWV. O papel da escola para a educação inclusiva. In LIVIANU, R., cood. Justiça, cidadania e democracia [online]. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisa Social, 2009. pp. 108- 119. ISBN 978-85-7982-013-7. Disponível em: ?http://books.scielo.org?. Acesso: 20 de fev. de 2018.

CUNHA, M. I. (Org.). Pedagogia universitária: energias emancipatórias em tempos neoliberais. Araraquara: Junqueira & Marin, 2006.

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. Adotada e Proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas. Resolução 217 a III em 10 de dezembro de 1948. Disponível em: ?https://www.unicef.org/brazil/pt/resources_10133.htm?. Acesso: 20 de fev. de 2018.

DOMINGOS, Marisa Aparecida. A Escola como Espaço de Inclusão: sentidos e significados produzidos por alunos e professores no cotidiano de uma escola do sistema regular de ensino a partir da inclusão de alunos portadores de necessidades especiais. Dissertação (Mestrado) – Pontifica Universidade Católica de Minas Gerais, Programa de Pós-Graduação em Educação. 2005. Disponível em: ?http://www.biblioteca.pucminas.br/teses/Educacao_DomingosMA_1.pdf?. Acesso: 08 de out. de 2017.

FARIA FILHO, Luciano Mendes. Instrução elementar no século XIX. In: LOPES, Eliane Marta Teixeira; FARIA FILHO, Luciano Mendes; VEIGA, Cythia Greive (org.). 500 anos de educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. p. 135-150.

FÁVERO, Eugênia Augusta Gonzaga. Direitos das pessoas com deficiência: garantia de igualdade na diversidade. Rio de Janeiro: WVA, 2004.

FELIPE, Tanya A. O Discurso verbo-visual na língua brasileira de sinais – Libras. 2013. Bakhtiniana, São Paulo, 8 (2): 67-89, jul./dez. 2013. Disponível em:

?http://www.scielo.br/pdf/bak/v8n2/05.pdf>. Acesso: 13 de out. de 2017.

FERNANDES, Sueli. Educação de Surdos. Curitiba: Editora Ibepex, 2ª ed., 2011, 159 p.

FERNANDES, Sueli.; MOREIRA, Laura Ceretta. Políticas de educação bilíngue para surdos: o contexto brasileiro. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, Edição Especial n. 2/2014, p. 51-69. Editora UFPR. Disponível em: ?http://www.scielo.br/pdf/er/nspe-2/05.pdf?. Acesso: 25 de março de 2019.

FRANCO, Marco Antônio Melo.; SILVA, Marcilene Magalhães da.; TORISU, Edmilson Minoru. Inclusão e Inovação Pedagógica: Políticas e Práticas de Formação no Ensino Superior. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 13. n. esp. 2, p. 1320-1333, set.; 2018. Disponível em:

?https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/11646/7588?. Acesso:11 de fev. de 2019.

GOLDEFELD, M. A Criança Surda: linguagem e cognição numa perspectiva sociointeracionista. São Paulo: Plexus, 1997.

MACHADO, Luís Eduardo. Gestão estratégica para instituições de ensino superior privadas. FGV Editora, 2008.

MACHADO, Lucília Regina de Souza.; SALLES, Maria de Abreu. Aprendizagem Contextualizada e Educação Superior em Leis Educacionais. Publicado na Revista Educação & Tecnologia, Belo Horizonte, v. 14, n.1, p. 44-50, 2009. Disponível em:?http://www.mestradoemgsedl.com.br/wpcontent/uploads/2010/06/Aprendizagem-Contextualizada-e-Educa%C3%A7%C3%A3o-Superior-em-Leis-Educacionais.pdf?. Acesso: 10 de março de 2018.

MATISKEI, Angelina Carmela Romão Matttar. Políticas Públicas de Inclusão Educacional: desafios e perspectivas. Educar, Curitiba, n. 23, p. 185-202, 2004. Editora UFP. Disponível em: ?http://www.scielo.br/pdf/er/n23/n23a12.pdf?. Acesso: 19 de fev. de 2018.

MAZZOTTA, Marcos. Educação Especial no Brasil: história e políticas públicas. São Paulo: Cortez, 1996.

MESSINA, Graciela. Mudança e Inovação Educacional: Notas para Reflexão. Cadernos de Pesquisa, n. 114, novembro/ 2001 Cadernos de Pesquisa, n. 114, p. 225-233, novembro/ 2001. Disponível em:

?http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15742001000300010&lng=en&nrm=iso&tlng=pt?. Acesso: 11 de fev. de 2019.

MILANI, Carlos R. S. Teorias do Capital Social e Desenvolvimento Local: lições a partir da experiência de Pintadas, Bahia, Brasil. Organizações & Sociedade, Salvador, v. 11, n. especial, p. 95-113, 2004. Disponível em: . Acesso em: 10 de março. 2018.

MORI, Nerli Nonato Ribeiro.; SANDER, Ricardo Ernani. História da Educação dos Surdos no Brasil. Seminário de Pesquisa do PPE. Universidade Estadual de Maringá, 02 a 04 de dezembro de 2015. Disponível em:

?file:///C:/Users/ANGELA%20COSTA/Downloads/hist%C3%B3ria%20da%20educa%C3%A7%C3%A3o%20dos%20surdos%20no%20Brasil%202015.pdf?. Acesso:09 de dez de 2018.

PERLIN, G. T. Surdos: cultura e pedagogia. In. THOMA, A. S., LOPES, M. C. (org). A invenção da surdez II: espaços e tempos de aprendizagem na educação de surdos. Santa Cruz do Sul, EDUNISC, 2006.

POKER, Rosimar Bortolini. Abordagens de Ensino na Educação da Pessoa com Surdez. Unesp. Libras à Distância. Disponível em:

?https://www.marilia.unesp.br/Home/Extensao/Libras/mec_texto2.pdf?. Acesso: 26 de fev. de 2019.

QUADROS, Ronice Muller de. Inclusão de surdos: uma das peças do quebra-cabeça da educação - volume 11 - D24 - Unesp/UNIVESP - 1a edição 2012. Graduação em Pedagogia. Disponível em: ?http://acervodigital.unesp.br/handle/123456789/47938?. Acesso: 13 de out. de 2017.

RAMOS, Denise Marina.; HAYASHI, Maria Cristina Piumbato Innocentini. O lugar da Educação de Surdos nas Dissertações e Teses. Rev. Bras. Ed. Esp., Marília, v.24, n.2, p.247-260, abr.-jun., 2018. Disponível em: ?http://dx.doi.org/10.1590/S1413-65382418000200007?. Acesso: 27 de fev. 2019.

RODRIGUES, Ednalva Gutierrez.; GONTIJO, Cláudia Maria Mendes. Descentralização da Educação. Educ. Pesqui., São Paulo, v.43, n.1, p.229-243, jan./mar.2017. Disponível em: ?http://www.scielo.br/pdf/ep/v43n1/1517-9702-ep-43-1-0229.pdf?. Acesso: 26 de fev. de 2019.

ROSSI, Renata Aparecida. A Libras como disciplina no ensino superior. Revista de Educação. Volume 3, n. 15, 2010. Disponível em:

?http://www.pgsskroton.com.br/seer/index.php/educ/article/viewFile/1867/1772?. Acesso: 03 de jan. de 2019.

SACKS, O. Vendo Vozes: uma viagem ao mundo dos surdos, Tradução de Laura Teixeira Motta. São Paulo: Companhia das Letras; 1998.

SILVA, D. N. H. Como Brincam as crianças surdas. São Paulo: Plexus Editora, 2002.

SILVA NETO, Antenor de Oliveira.; ÁVILA, Éverton Gonçalves.; SALES, Tamara Regina Reis.; AMORIM, Simone Silveira.; NUNES, Andréa Karla.; SANTOS, Vera Maia. Revista Educação Especial. V.31, n. 60, p. 81-92, jan./mar. 2018. Santa Maria. Disponível em: ?https://periódicos.ufsm.br/educacaoespecial?. Acesso: 03 de jan. de 2019.

SANTANA, Ana Paula.; BERGAMO, Alexandre. Cultura e Identidade Surdas: encruzilhada de Lutas Sociais e Teóricas. Educ. Soc., Campinas, vol. 26, n. 91, p. 565-582, Maio/Ago. 2005. Disponível em: ?http://www.cedes.unicamp.br?. Acesso: 19 de fev. de 2018.

SANTOS, Emmanuelle Felix dos. O ensino de libras na formação do professor: um estudo de caso nas licenciaturas da Universidade Estadual de Feira de Santana. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de Feira de Santana, Programa de Pós Graduação em Educação. 2015. 210 f. Disponível em:

?http://tede2.uefs.br:8080/handle/tede/280?. Acesso: 05 de março de 2018.

SENHORAS, Elói. Caminhos Bifurcados do Desenvolvimento Local: as boas práticas de gestão pública das cidades, entre a competição e a solidariedade. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, Taubaté, v. 3, n. 2, p. 3-27, maio/ago. 2007.Dsiponível em: . Acesso: 05 de março de 2018.

SILVA, J. O. Ações inclusivas no ensino superior brasileiro. Rev. bras. Estud. pedagog. (online), Brasília, v. 95, n. 240, p. 414-430, maio/ago. 2014. Disponível em: . Acesso: 27 de fev. de 2019.

STROBEL, Karin L. Surdos: Vestígios Culturais não Registrados na História. Tese. (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação. UFSC, Florianópolis. 2008. 176 f. Disponível em: . Acesso em 03 de jan. de 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n10-204

Refbacks

  • There are currently no refbacks.