Leitura e tecnologia: ensino emergencial nos tempos de pandemia / Reading and technology: emergency education in pandemic times

Dayane Gome Melo, Iranilde do Rosário Gomes Melo, Marize Barros Rocha Aranha, Raniele Sampaio Costa

Abstract


A pandemia provocada pelo novo coronavírus levou à adoção de uma série de medidas emergenciais para conter sua disseminação e atenuar seus efeitos em diversas áreas. Com a suspensão das atividades escolares presenciais, o ensino remoto foi implantado em caráter emergencial para adequar a educação à situação atual. Diante desse cenário, este artigo busca discutir como a leitura pode ser trabalhada nos anos finais do ensino fundamental, em tempos de pandemia, no contexto de ensino remoto. Para tanto, nos pautamos em pesquisa exploratória de cunho bibliográfico, por meio do levantamento de estudos sobre leitura, ensino emergencial e uso de tecnologia móvel. A partir disso, constatamos a possibilidade de incorporar a tecnologia móvel no ensino remoto emergencial, notadamente o celular como instrumento de leitura, através do uso de aplicativos que podem facilitar e potencializar a aprendizagem dos alunos, com a mediação do professor.


Keywords


Leitura. Tecnologia. Celular. Ensino emergencial.

References


ABREU, Márcia. Cultura letrada: literatura e leitura. São Paulo: Unesp, 2006.

ALEXANDRE FILHO, Paulo; GARCIA, Daniela Nogueira de Moraes. O uso do celular em práticas de leitura e escrita na educação básica: compartilhando perspectivas de multiletramentos. Revista Cocar, Belém, v. 14, n. 30, p. 1-20, set./dez. 2020.

ANTUNES, Irandé. Aula de português: encontro & interação. 8. ed. São Paulo: Parábola, 2003.

BARTON, David; LEE, Carmen. Linguagem online e educação. In: BARTON, David; LEE, Carmen. Linguagem online: textos e práticas digitais. Trad. Milton Camargo Mota. 1. ed. São Paulo: Parábola, 2015. p. 203-217.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1998. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/portugues.pdf. Acesso em: 15 jul. 2020.

COLOMER, Teresa. Andar entre os livros: a leitura literária na escola. São Paulo: Global, 2007.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET DO BRASIL. Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR. Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação. Painel TIC Covid-19: pesquisa sobre o uso da internet no Brasil durante a pandemia do novo coronavírus. 3. ed. São Paulo: CGI.br/NIC.br, 2020. Disponível em: https://cetic.br/pt/tics/tic-covid-19/painel-covid-19/3-edicao/C16AW/. Acesso em: 21 maio 2021.

CUNHA, Fernando Icaro Jorge et al. O ensino remoto é sinônimo de EAD? proximidades e diferenças entre as duas experiências. In: CUNHA, Fernando Icaro Jorge; MOURAD, Leonice Aparecida de Fátima Alves Pereira; JORGE, Welingnton Junior (org.). Ensino remoto emergencial: experiências de docentes em tempos de pandemia. Maringá, PR: Uniedusul, 2021. p. 10-24.

CURTO, Lluís Maruny; MORILLO, Maribel Ministral; TEIXIDÓ, Manuel Miralles. Escrever e ler: materiais e recursos para sala de aula. Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed, 2000. 2 v.

FERREIRA, Deise France Moraes Araújo. Aprendizagem móvel no ensino superior: o uso do smartphone por alunos do Curso de Pedagogia. 2015. 107 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2015.

FRANÇA, Luísa. Tecnologia na educação: como garantir mais motivação em sala de aula? In: PAR PLATAFORMA EDUCACIONAL. Blog somos par. [S. l.], 12 abr. 2021. Disponível em: https://www.somospar.com.br/tecnologia-na-educacao-e-motivacao-em-sala/. Acesso em: 15 jul. 2020.

GERALDI, João Wanderley. Prática da leitura na escola. In: GERALDI, João Wanderley (org.). O texto na sala de aula. São Paulo: Ática, 1999. p. 88-103.

JOLIBERT, Josette. Formando crianças leitoras. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

JÚNIOR, Ismael L. V.; MELO, José C. de. Utilizando as tecnologias na educação: possibilidades e necessidades nos dias atuais. Revista Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 7, n. 4, p. 34301-34313, abr. 2021.

LIMA, Elvira Souza. Currículo emergencial para a educação durante e após a pandemia. São Paulo: Diálogos, 2020. Disponível em: https://www.dialogosviagenspedagogicas.com.br/ebook-curriculo-emergencial-para-a-educacao-durante-e-apos-a-pandemia. Acesso em: 22 maio 2021.

LOPES, Priscila Almeida; PIMENTA, Cintia Cerqueira Cunha. O uso do celular em sala de aula como ferramenta pedagógica: benefícios e desafios. Revista Cadernos de Estudos e Pesquisas na Educação Básica, Recife, v. 3, n. 1, p. 52-66, 2017.

OLIVEIRA, Flavia Marcia; CRUZ, Rany Raissa dos Santos; NASCIMENTO, Thiago de Araujo. Uso das tecnologias digitais e estratégias de aprendizagem individuais e colaborativas no contexto da sessão de abertura de um problema. In: INTEGRA EAD, 2020, Campo Grande. Anais […]. Campo Grande: UFMS, 2020. Disponível em: https://integraead.ufms.br/edicoes-anteriores/integraead_2019/anais/. Acesso em: 22 maio 2021.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA. O futuro da aprendizagem móvel: implicações para planejadores e gestores de políticas. Brasília: Unesco, 2014.

PAULINO, Graça; COSSON, Rildo (org.). Leitura literária: a mediação escolar. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2004.

RODRIGUES, Daniele Mari de Souza Alves. O uso do celular como ferramenta pedagógica. 2015. 36 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Mídias na Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.

SELLAN, Aparecida Regina Borges; CURY, Valeuska França. Fabianos, Sinhás Vitórias: a literatura no ensino de português língua estrangeira. In: BASTOS, Neusa Barbosa (org.). Língua portuguesa: história, memória e intersecções lusófonas. São Paulo: Educ, 2018. p. 285-296.

SILVA, Elayne Cristina da. Gêneros digitais e ensino: um relato de experiência sobre o gênero meme. In: COLÓQUIO SOBRE GÊNEROS & TEXTOS, 2020, Teresina. Anais […]. Teresina: UFPI/Núcleo Cataphora, 2020. Disponível em: https://ojs.ufpi.br/index.php/ancogite/article/view/11617/pdf_1. Acesso em: 22 maio 2021.

SILVA, Luciana Pereira. A utilização dos recursos tecnológicos no ensino superior. Revista Olhar Científico, Ariquemes, v. 1, n. 2, ago./dez, 2010.

SOARES, Luiza Carla da Silva. Dispositivos móveis na educação: desafios ao uso do smartphone como ferramenta pedagógica. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES, 9.; FÓRUM PERMANENTE INTERNACIONAL DE INOVAÇÃO EDUCACIONAL, 10., 2016, Aracaju. Anais […]. Aracaju: Universidade Tiradentes, 2016. Disponível em: https://eventos.set.edu.br/enfope/issue/view/3. Acesso em: 15 jul. 2020.

TAPSCOTT, Don. Geração digital: a crescente e irreversível ascensão da geração net. Trad. Ruth Gabriela Bahr. São Paulo: Makron Books, 1999.

TERRA, Ernani. Leitura do texto literário. São Paulo: Contexto, 2014.

TODOROV, Tzvetan. A literatura em perigo. Rio de Janeiro: DIFEL, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n11-001

Refbacks

  • There are currently no refbacks.