Degradação do meio ambiente Maranhense: Uma investigação com aporte nas leis ambientais / Degradation of the environment Maranhense: An investigation with input in environmental laws

Dorivan Aguiar dos Santos Luna Neres, Raimundo Luna Neres

Abstract


Neste artigo analisou-se a degradação do Meio Ambiente, provocada por queimadas no Estado do Maranhão no período de junho a dezembro de 2020, período de queimadas no Maranhão. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa e os dados foram coletados em livros didáticos, artigos científicos, Constituição Federal do Brasil e em reportagens divulgadas pelos meios de comunicação do Maranhão. A metodologia de análise teve aporte nas Leis Ambientais. A pesquisa revelou que a degradação do meio ambiente maranhense é progressiva. Pois, a cada ano aumenta a área destruída. Percebemos que tanto o governo estadual quanto os municipais, não vêm aplicando as Leis do Direito Ambiental para coibir o aumento de queimadas no território maranhense, demonstrando claramente que não tem interesse em preservar a natureza.


Keywords


Degradação do Meio Ambiente, Leis Ambientais, Queimadas.

References


ANTUNES, Paulo de Bessa. Direito Ambiental. 1ª ed. Rio de Janeiro: Editora Lúmen Juris, 2010.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70 LTDA, 2009. 281p.

BEZERRA, D. S. et.al. ANÁLISE DOS FOCOS DE QUEIMADAS E SEUS IMPACTOS NO MARANHÃO DURANTE EVENTOS DE ESTIAGEM NO PERÍODO DE 1998 A 2016. Revista Brasileira de Climatologia. Curitiba/PR, ano 14 – v. 22, p.445-462, jan - jun, 2018.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado, 1988.

BRASIL. Lei nº 4.771, de 15 de setembro de 1965. Institui o novo Código Florestal. Brasília, DF, 1965. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/.

Comissão Mundial Sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, Nosso Futuro Comum.

BRASIL, Lei 6.938 de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/

BRASIL, Lei 5.405 de abril de 1992. Dispõe sobre o controle e monitoramento e fiscalização do meio ambiente.

BRASIL, Lei 9.605 de 12 de fevereiro de 1998. Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao Meio Ambiente.

BRASIL, Lei 12.305. Ministério do Meio Ambiente: Política Nacional de Resíduos Sólidos. Contexto e Principais Aspectos. Disponível em http://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/política-nacional-de-residuos-solidos/contextoseprincipais-aspectos. Acesso em 11.10.2019.

CORREIA, Fabiana Pereira. V Jornada Internacional de Políticas Públicas. São Luís, 2011.

CRESWELL, J. W. Projeto de Pesquisa: métodos qualitativos, quantitativos e misto. 2. ed. Porto Alegre: Artmed. 2007.

CURY, H. N.; KONZEN, B. Análise de resolução de questões em Matemática: As etapas do processo. Educação Matemática em Revista, Porto Alegre, v.7, n.7, p.33-41, 2005/2006.

FIORILLO, Celso Antônio Pacheco. Curso de Direito Ambiental Brasileiro. 10 ed. rev. Ed. Saraiva. São Paulo, 2009.

GARCIA, Leonardo Medeiros; THOMÉ, Romeu. Direito Ambiental. Bahia: Editora Juspodivm, 2009.

IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, 1989

Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (INPE) e SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS (SEMA). Disponível em www.inpe.br/queimadas e [email protected] Acesso em outubro de 2019.

LIBERATO, Ana Paula Goulart. Resumo de Direito Ambiental Para Concursos. 1ª reimpressão. Curitiba: Juruá, 2008.

MARANHÃO, LEI Nº 9.413, DE 13 DE JULHO DE 2011. Regulamenta o art. 241 da Constituição do Estado do Maranhão, o Capítulo III, Seção VII da Lei Estadual nº 5.405, de 08 de abril de 1992, o Capítulo II, Seção VIII do Decreto Estadual nº 13.494, de 12 de novembro de 1993, e institui o Sistema Estadual de Unidades de Conservação da Natureza do Maranhão e dá outras providências.

MARANHÃO, Lei Nº 952/91 de 20 de dezembro de 1991. Institui o código de postura do município de Codó e dá outras providências. Codó, MA, 20 Dez. 1991.

MARANHÃO. Decreto nº 11.900 de 11 de junho de 1991. Cria, no Estado do Maranhão, a Área de Proteção Ambiental da Baixada Maranhense, compreendendo 03 (três) Subáreas: Baixo Pindaré, Baixo Mearim-Grajaú e Estuário do Mearim-Pindaré – Baía de São Marcos incluindo a Ilha dos Caranguejos. São Luís: D.O.E, de 09.10.1991, Ano LXXXV, n. 195. 1991.

MARANHÃO, LEI Nº 5.405 DE 08 DE ABRIL DE 1992. Regulamentada pelo Decreto nº 35.177, de 12 de setembro de 2019. Institui o Código de Proteção de Meio Ambiente e dispõe sobre o Sistema Estadual de Meio Ambiente e o uso adequado dos recursos naturais do Estado do Maranhão, 1992.

MARANHÃO. Decreto nº 15.618 de 23 de junho de 1997. Cria a Área de Proteção Ambiental do Itapiracó e dá outras providências. São Luís: D.O.E, de 26.06.1997, Ano XCI, n. 121. 1997.

MARANHÃO. SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS NATURAIS. Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento e das Queimadas no Estado do Maranhão. Instituído pelo Decreto Estadual n° 27.317/11. Elaborado com o apoio do Ministério do Meio Ambiente. Brasília: junho de 2011.

MILARÉ, Édis. Direito do Ambiente: Doutrina, Prática, Jurisprudência e Glossário. 3 ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2000.

MILARÉ, Édis. Direito do Ambiente: Doutrina, Prática, Jurisprudência e Glossário. 4 ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2005.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento. 11 ed. São Paulo: Hucitec, 2008.

MINAYO, M. C. S. Introdução. In: MINAYO, M.C.S.; ASSIS, S. G.; SOUZA, E.R. (Org.). Avaliação por triangulação de métodos: abordagem de programas Sociais. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2010. p. 19-51.

MORAES, R. Análise de Conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n.37, p.7-32, 1999.

Relatório Brudtland. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1988.

RODRIGUES, M. U. Contextualizando a Análise de Conteúdo como procedimento de análise de dados em pesquisas qualitativas. In: RODRIGUES, M.U. (Org.). Análise de Conteúdo em Pesquisas Qualitativas na área da Educação Matemática. Curitiba: CRV, 2019.

Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais – SEMA, 2019.

SILVA, José Afonso da. Direito Ambiental Constitucional. 8ª ed. São Paulo: Malheiros editora, 2010.

SIRVINSKAS, Luís Paulo. Manual de Direito Ambiental. 8ª ed. São Paulo: Saraiva, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n11-006