Responsabilidade social empresarial: estudos e proposições para festivais de inverno do vale Paraíba Paulista / Corporate social responsibility: studies and proposals for Paraíba Paulista valley winter festivals

Marília Tiburcio Cristino de Oliveira, Éber José dos Santos, Ana Lúcia Magalhães

Abstract


O desenvolvimento sustentável é um fator a ser levado em consideração no relacionamento das empresas com seus potenciais consumidores. Assim, um relacionamento proveitoso com os stakeholders e a prática de ações politicamente responsáveis definem a Responsabilidade Social Empresarial (RSE) e a Sustentabilidade, integradas ao planejamento estratégico das corporações. Organizadoras de eventos, por sua vez, têm se voltado para essas questões de RSE, portanto, reside aí a justificativa para analisar o segmento de eventos, especialmente, os culturais. Desse modo, este artigo pretende identificar os tipos de ações que caracterizam as atividades  sustentáveis na organização e produção de eventos e o quanto este comportamento socialmente responsável agrega valor mercadológico às gestões empresariais, sejam elas produtoras dos acontecimentos ou instituições parceiras e patrocinadoras. O corpus da pesquisa é composto pelos Festivais de Inverno das cidades de Campos do Jordão e Cunha, por serem tradicionais, com diversas edições, e pela representatividade na região vale paraibana. Portanto, o método científico utilizado é o Estudo de Caso que tem suporte na bibliografia utilizada e na pesquisa de campo aplicada, composta de questionários e entrevistas com gestores de tais eventos. Pelos resultados obtidos, observou-se que as ações que promovam a sustentabilidade nos Festivais não são plenamente reconhecidas pelos espectadores tampouco pelos gestores dos eventos. Nesse contexto, o presente artigo considera que a educação ambiental é uma das premissas para a viabilidade do modelo de desenvolvimento sustentável. 

 

 


Keywords


Sustentabilidade. Eventos. Responsabilidade Social.

References


ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, Diretrizes sobre a responsabilidade social. Rio de Janeiro,RJ: ABNT, 2010. Disponível em: Acesso em: 5 mai. 2018.

ALLEN, Johnny.et. al.Organização e Gestão de Eventos. Rio de Janeiro, RJ: Elsevier,2008.

BRASIL TURIS JORNAL. Cunha promove festival na temporada de inverno. Disponível em: https://brasilturis.com.br/cunha-promove-o-24o-acordes-na-serra-na-temporada-de-inverno/. Acesso em: 30 mai. 2018.

BORGER, Fernanda Gabriela. Responsabilidade social empresarial e sustentabilidade para a gestão empresarial. Instituto Ethos, 2013. Disponível em: . Acesso em: 13 abr. 2018.

CAMPOS, Ana Cristina.Todos os países da ONU adotam a Agenda 30 para o Desenvolvimento Sustentável. Agência Brasil, 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2018.

COSTA, Pedro Henrique. Responsabilidade Social Empresarial. CFA, 2013. Disponível em: . Acesso em: 13 abr. 2018.

COSTA, Antonio Carlos Gomes da.et al. Responsabilidade Social Empresarial. Confederação Nacional da Indústria - CNI, Brasília,DF: CNI, 2006... Disponível em: . Acesso em: 13 abr. 2018.

ÉPOCA. Rock in Rio apoia ações sociais e ambientais., 2017. Disponível em:

https://epoca.globo.com/Especial-Publicitario/Rock-in-Rio/noticia/2017/09/rock-rio-apoia-acoes-sociais-e-ambientais.html. Acesso em: 15 nov. 2018.

FABRETE, Teresa Cristina. Gestão de Eventos – Manual de Projetos.São Paulo,SP: Livrus, 2017.

FESTIVAL INTERNACIONAL DE CAMPOS DO JORDÃO. O Festival. Disponível em: http://www.festivalcamposdojordao.org.br/o-festival/o-festival/ . Acesso em: 30 mai. 2018.

FONTES, Nádia.et al.Eventos Sustentáveis – uma abordagem ecológica, econômica, social cultural e política. São Carlos, SP: EduFSCar-Universidade Federal de São Carlos, 2008.

INSTITUTO ETHOS. Indicadores Ethos para Negócios Sustentáveis e Responsáveis. São Paulo: Instituto Ethos,2014..Disponível em: https://www3.ethos.org.br/cedoc/indicadores-ethos-para-negocios-sustentaveis-e-responsaveis/#.WvjKqogvzIV. Acesso em 25 abr. 2018.

HOYLE JR, Leonard H. . Marketing de Eventos – Como Promover com Sucesso Eventos, Festivais, Convenções e Exposições. São Paulo, SP: Atlas, 2015.

MARTIN, Vanessa. Manual Prático de Eventos – Gestão estratégica, patrocínio e sustentabilidade. Rio de Janeiro, RJ: Elsevier Brasil, 2014.

MATIAS, Marlene (org). Planejamento, organização e sustentabilidade em eventos.

Barueri,SP:Manole, 2011.

Mercado de Eventos tem expectativa de crescimento em 2018. Revista Exame, 2018. Disponível em: https://exame.abril.com.br/negocios/dino/mercado-de-eventos-tem-expectativa-de-crescimento-em-2018/. Acesso em: 31 maio. 2018.

MOURA, Luiz Antônio de Abdalla. Qualidade e Gestão Ambiental – Sustentabilidade e ISSO 14.001. 6.ed.Belo Horizonte: Del Rey, 2011.

OLIVEIRA , Aparecida; BURSZTYNB, Marcel. Avaliação do impacto ambiental de política públicas. Revista Internacional de Desenvolvimento Local. Vol. 2, N. 3, Set. 2001. Disponível em: . Acesso em: 12 mai. 2018.

OSESP ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Fundação Osesp – Organização Social de Cultura. Disponível em: http://www.fundacao-osesp.art.br/PaginaDinamica.aspxfundacaoosesp Acesso em: 29 mai. 2018.

SILVA, Alexandre Rodrigues da. Normas ISO 14000 – Sistema de Gestão Ambiental. Piracicaba: ESALQ – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz,1998. Disponível em: . Acesso em: 5 mai. 2018.

SILVA, Rafaela Cristina da; VITTI, Aline. Responsabilidade Social Empresarial – Fazer o bem dá frutos. CEPEA – Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada. Piracicaba,SP, 2007. Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2018.

SMITH, Vivian. Incorporação dos princípios da responsabilidade social. Instituto Ethos, 2013. Disponível em: . Acesso em: 21 abr. 2018.

TACHIZAWA, Takeshy. Gestão Ambiental e Responsabilidade Social Corporativa – Estratégias de Negócios Focadas na Realidade Brasileira. 7.ed. São Paulo,SP: Atlas, 2011.

TENÓRIO, Fernando Guilherme (Org). Responsabilidade Social Empresarial: Teoria e Prática. Rio de Janeiro,RJ: Ed. FGV, 2004.

YIN, R.K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 5ª ed. Trad. Cristhian Matheus Herrera. Porto Alegre, RS: Bookman, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n10-219