A oralidade como lugar de narrativização do vaqueiro – revivescências Orality as a place of cowboy narratization - revivescences

Monica Andrade Souza

Abstract


No atual contexto representado pelo que denominamos de pós-modernidade, as questões identitárias que envolvem os grupos sociais considerados minoritários tornam-se de extrema importância, principalmente quando as situamos dentro dos conflitos que tem se manifestado no interior desses grupos que se constituíram em torno de uma identidade profissional que se apresenta em crise nesse cenário, a identidade do vaqueiro. Sendo essa uma identidade profissional que se funde indissociavelmente à identidade pessoal desse sujeito, cabe-nos interrogarmos como tais tem sido marcadas, atravessadas por todas essas questões que tem colocado o vaqueiro como uma figura mítica, folclorizada, estereotipada e ao mesmo tempo silenciada; um silenciamento imposto há quase 500 anos e que necessita ser rompido a partir da escuta sensível e ao mesmo tempo problematizadora de suas vozes.


Keywords


Vaqueiro. Narrativa. Identidade.

References


ALBERTI, V., FERNANDES, TM., e FERREIRA, MM. (Orgs.). História oral: desafios para o século XXI [online]. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2000. 204p. ISBN 85-85676-84-Disponivel em: http://books.scielo.org. Acesso em 31 de maio de 2016 às 18h:49min.

BENJAMIN, W. O narrador. Considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In: ______. Magia e técnica, arte e política. Obras escolhidas. São Paulo: Brasiliense, 1994. P 197-221.

CALVET, Louis-Jean. Tradição oral e tradição escrita. São Paulo: Parábola Editorial, 2011.

CASCUDO, Luís da Câmara. Vaqueiros e Cantadores. São Paulo: Global, 2005.

CARVALHO, Antonino Damasceno de. [2007]. Canudos. Entrevista concedida à equipe do documentário Vaqueiros Canudos.

DELGADO, Lucília de Almeida Neves. História oral e narrativa: tempo, memória e identidades. In: História Oral, n. 6, 2003, p 9-25.

Disponível em: http://revista.historiaoral.org.br.

Acesso em: 27 mai. 2016

HOBSBAWN, Eric. TERENCE. Ranger. A Invenção das Tradições. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997. Coleção Pensamento crítico; v. 55.

ORLANDI, Eni Pulcinelli. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. Campinas, Pontes, 1999.

PASSOS, Eduardo. KASTRUP Virgínia e DA ESCÓSSIA, Liliana. (Orgs.). Pistas do método da cartografia: Pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. Porto Alegre: Sulina, 2009.

SANTOS NETO, Manoel Antonio dos; TELES, Miguel Angelo Almeida. Vaqueiros Canudos. Salvador: CEEC/UNEB, 2007. 1 DVD. (60 min.).

SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.); HALL, Stuart; WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Editora. Vozes, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n10-236

Refbacks

  • There are currently no refbacks.