Compacidade da forma urbana e configuração do sistema de transporte coletivo / The compacity of the urban form and the structuring of public transport

Valdinei Castro, Gislaine Elizete Beloto, Mayara Henriques Coimbra

Abstract


Este artigo demonstra a relação entre a estrutura de transporte coletivo urbano e o processo de expansão da mancha urbana de Maringá, composta pelas cidades de Maringá, Paiçandu e Sarandi, no Estado do Paraná, Brasil. A pesquisa constitui-se de um estudo de caso, cuja tática baseia-se na leitura espaço-temporal da expansão urbana e da estruturação do sistema de transporte coletivo, e parte do pressuposto de que (1) o sistema de transporte coletivo é capaz de direcionar e dar suporte ao processo de expansão urbana, (2) a flexibilidade de alguns modais de transporte coletivo geram diferentes organizações do território urbano, e (3) o modo de mobilidade preferencial dos habitantes é um dos fatores intrínseco da forma de uma cidade. Como conclusão, a configuração centralizada do transporte coletivo potencializou a permanência da forma compacta da mancha urbana de Maringá.


Keywords


transporte coletivo, forma urbana, expansão urbana.

References


ANTP. (1997) Transporte Humano. Cidades com qualidade de vida. Coordenadores: Ailton Brasiliense Pires, Eduardo Alcântara Vasconcellos, Ayrton Camargo e Silva. São Paulo, ANTP.

Beloto, G. E. (2003) Desenvolvimento regional face às políticas de produção do espaço urbano. Considerações sobre a conurbação Maringá-Sarandi. Monografia não publicada, Universidade Estadual de Maringá, Maringá.

Beloto, G. E. (2015) Da região à metrópole. O território desenhado pelos modelos conceituais. Tese de doutoramento não publicada, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Beloto, G. E. (2020) Regional cities: international references in Brazilian regional planning in the 1950s and 1960s. Planning Perspectives, 35(3), 457-476. Disponível em: https://doi.org/10.1080/02665433.2019.1597759

Beloto, G. E.; Coimbra, M. H. (2019) Verticalização e equipamentos urbanos como potencializadores de novas centralidades em cidades médias brasileiras. Em: Magagnin, R. C.; Constantino, N. R. T.; Benini, S. M. (Eds.). Cidade e o planejamento da paisagem. Tupã, ANAP, pp. 71-88.

Campos, C. M.; Somekh, N. (2002) Plano de Avenidas: o diagrama que se impôs. Em: Campos, C. M.; Somekh, N. (Eds.). A cidade que não pode parar: planos urbanísticos de São Paulo no século XX. São Paulo, Mackpesquisa, pp. 55-72.

Castells, M. (1989) The informational city. Cambridge, Basil Blackwell.

Coimbra, M. H.; Beloto, G. E. (2020) Urban expansion: from compact to fragmented form. Acta Scientiarum Technology. 42, 1-8. Disponível em: https://doi.org/10.4025/actascitechnol.v42i1.42407

Corboz, A. (2004) El territorio como palimpsesto. Em: Ramos, M. (Ed.). Lo urbano en 20 autores contemporáneos. Barcelona, UPC, pp. 25-34.

Corrêa, R. L. (1995) O Espaço Urbano. São Paulo, Ática.

Ferretto, D. (2020) Reestruturação intraurbana de cidades médias. arq.urb. 28, 124-137. Disponível em: https://doi.org/10.37916/arq.urb.v28i.434

Font Arellano, A. (2007) Dispersão e difusão na região metropolitana de Barcelona. Em: Reis, N. G.; Portas, N.; Tanaka, M. S. (Eds.). Dispersão urbana. Diálogo sobre pesquisas Brasil-Europa. São Paulo, FAPESP, CNPQ, pp. 61-74.

Indovina, F. (2009). Dalla città difusa all’arcipelago metropolitano. Milão, FrancoAngeli.

Japiassú, L. A. T.; Lins, R. D. B. (2014) As diferentes formas de expansão urbana. Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades. 2(13), 15-25. Disponível em: https://doi.org/10.17271/231884722132014

Leal, J. (2019) O transporte coletivo urbano em Maringá. Em: Curiosidades Históricas de Maringá: sugestões e dicas para pesquisa. Maringá, Prefeitura do Município de Maringá. Disponível em: http://www2.maringa.pr.gov.br/cdn-imprensa/doc28.pdf. [Consultado em: 20 de dezembro de 2020].

Logitrans. (2010) Projeto básico de transporte coletivo de passageiros do município de Maringá. Maringá. Disponível em: http://www.logitran.com.br. [Consultado em: 01 de dezembro de 2020].

Monclús, F. J.; Dematteis, G. (1998) La ciudad dispersa: suburbanización y nuevas periferias. Barcelona, Centre de Culture Contemporánea de Barcelona.

Nunes, L. A. (2016) Para além do plano de Jorge Macedo Vieira: a expansão urbana de Maringá de 1945 a 1963. Tese de doutoramento não publicada, Universidade de São Paulo, São Carlos.

Passos, L. A.; Silveira, F. A.; Pita, L. L. R.; Braga, C. F. C.; Silveira, A. R. (2012) Processo de expansão versus sustentabilidade urbana: reflexão sobre as alternativas de deslocamento na cidade de João Pessoa, PB. URBE - Revista Brasileira de Gestão Urbana. 4(1), 47-59. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S2175-33692012000100004

Rego, R. L. (2009) As cidades plantadas: os britânicos e a construção da paisagem do norte do Paraná. Maringá, Humanidades.

Reis, N. G. (2006) Notas sobre urbanização dispersa e novas formas de tecido urbano. São Paulo, Via das Artes.

Tavares, J. (2018) Planejamento regional no estado de São Paulo. São Paulo, Annablume.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n11-216

Refbacks

  • There are currently no refbacks.