Treinamento físico em período pós-cirurgico de hérnia de disco lombar / Physical training in post-surgical period of disc hernia

Marina Gonçalves Meira, Renan Floret Turini Claro

Abstract


As dores na região lombar são os sintomas relatados com maior frequência nos países industrializados, em aproximadamente 90% da população, no Brasil ela atinge cerca de 5,4 milhões. A hérnia de disco é uma lesão na coluna vertebral ocorrendo quando o disco vertebral desloca-se do seu lugar causando a compressão de outras estruturas levando a dor ciática, a indicação cirúrgica ocorre se os tratamentos conservadores não tiverem resultados em melhoras dos sintomas, que resultam em limitações da qualidade de vida.  O presente estudo objetivou apresentar exercícios físicos utilizados em pacientes em situação pós-cirúrgica de hérnias de disco na região lombar, com o método utilizado de revisão bibliográfica de abordagem qualitativa.  Constatou-se a partir da análise da literatura que os maiores causadores das lesões nos discos intervertebrais são a de falta de atividade física, sobrepeso e sedentarismo. O tratamento cirúrgico pode ser realizado como intervenção endoscópica, microcirurgia e microdiscectomia. Após 60 dias do procedimento, caso o paciente já tenha retornado a sua rotina, é indicada a realização de exercícios físicos. Os exercícios propostos podem ser realizados como uma forma de prevenção de uma futura lesão ou como recuperação pós-cirúrgica, tendo o foco no fortalecimento e alongamento das musculaturas da região lombar, abdominais, e membros inferiores.  

As dores na região lombar são os sintomas relatados com maior frequência nos países industrializados, em aproximadamente 90% da população, no Brasil ela atinge cerca de 5,4 milhões. A hérnia de disco é uma lesão na coluna vertebral ocorrendo quando o disco vertebral desloca-se do seu lugar causando a compressão de outras estruturas levando a dor ciática, a indicação cirúrgica ocorre se os tratamentos conservadores não tiverem resultados em melhoras dos sintomas, que resultam em limitações da qualidade de vida.  O presente estudo objetivou apresentar exercícios físicos utilizados em pacientes em situação pós-cirúrgica de hérnias de disco na região lombar, com o método utilizado de revisão bibliográfica de abordagem qualitativa.  Constatou-se a partir da análise da literatura que os maiores causadores das lesões nos discos intervertebrais são a de falta de atividade física, sobrepeso e sedentarismo. O tratamento cirúrgico pode ser realizado como intervenção endoscópica, microcirurgia e microdiscectomia. Após 60 dias do procedimento, caso o paciente já tenha retornado a sua rotina, é indicada a realização de exercícios físicos. Os exercícios propostos podem ser realizados como uma forma de prevenção de uma futura lesão ou como recuperação pós-cirúrgica, tendo o foco no fortalecimento e alongamento das musculaturas da região lombar, abdominais, e membros inferiores.  


Keywords


Pós-Cirúrgico, Hérnia de Disco, Exercício Físico.

References


ANDERLE, D. V., JOAQUIM, A. F., GIGLIO, M. V., GHIZONI, E., ESTEVES, L. A. Microdiscectomia lombar tubular com o uso de seringas descartáveis de diâmetros progressivos: resultados cirúrgicos, Colina/Columna vol.9 n° 2. São Paulo, 2010. Disponível em: Acesso em 17 de agosto de 2020.

DEMIR, S., DULGEROGLU, D., CAKCI, A., Effects of dynamic lumbar stabilization exercises following lumbar microdiscectomy on pain, mobility and return to work. Randomized controlled trial, 2014 Disponível em: Acesso em 27 de julho de 2020.

DELAVIER, F., GUNDILL, M. Treinamento do Core: abordagem anatômica, Editora Manole. Barueri São Paulo, 2013.

DZIERZANOWSKI, M., DZIERZANOWSKI, M., PAWEL. M., SLOMKO. W., RADZIMINSKA, A., KAZMIERCZAK, U., STROJEK, K., SROKOWSKI, G., ZUKOW. The Influence of Active Exercise in Low Positionson the Functional Condition of the Lumbar-Sacral Segment in Patients with Discopathy, 2013 Disponível em: Acesso em 18 de março de 2020.

FILIZ. M; CAKMAK. A; OZCAN. E. The effectiveness of exercise programmes after lumbar disc surgery: a randomized controlled study Clinical Rehabilitation 2005, Disponível em: Acesso em 11 de maio de 2020.

GRANELL, J. C., CERVERA, V. R. Teoria e planejamento do treinamento desportivo, Editora Artmed. São Paulo 2003.

GIL, A.C. Como elaborar o projeto de pesquisa, Editora Atlas. São Paulo, 1994, V.3.

HEIDER. F.C; MAYER. H.M., Operative Therapie des lumbalen

Bandscheibenvorfalls. 2016. Disponível em: Acesso em 20 de julho de 2020.

OLIVEIRA, J. P. P. C., Hérnia Discal Lombar: Programa de Reabilitação pós-cirúrgico. 2011. Disponível em: Acesso em 20 de fevereiro de 2020.

LEITE, R. G. Musculação e as doenças crônicas, Editora All Print. São Paulo, 2018, V. 1.

LOPES, C. R; GONSAGA, F; OKAMOTO, K; MOTA, G. R; VIANA, H. B; TESSUTTI, L.S. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, São Paulo, v.6, n.35, p.506-510. Set./Out. 2012. Disponível em : Acesso em 19 de fevereiro de 2020.

MARTIN, D., CARL, K., LEHNERTZ. K. Manual de teoria do treinamento esportivo, Editora Phorte. São Paulo, 2008.

MILANI, J. P., MARTINS, M. R. I., SILVA, E. C., ROCHA, C. E. Qualidade de vida no pré e pós-operatório de pacientes portadores de hérnia de disco, 2009 disponivel em: Acesso em 11 de março de 2020.

PEREZ, A. J. Quem são os atletas e os não-atletas no processo de treinamento?. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 21, n. 2, 2010. Disponível em : Acesso em 11 de maio de 2020.

SANTANA-RIOS, J.S., Chávez-Arias, D. D., Coronado-Zarco R., Cruz-Medina E., Nava-Bringas T. Tratamiento postquirúrgico de hernia discal lumbar en rehabilitación: Revisión sistemática. . Acta ortop. mex, México , v. 28, n. 2, p. 113-124, abr. 2014 . Disponível em: Acesso em 22 de julho de 2020.

SANTAREM, J.M. Atividade Física e Saúde, 1996. Disponível em : Acesso em 11 de maio de 2020.

SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Científico, 25° edição revisada e atualizada, 5° reimpressão. Editora Cortez. São Paulo, 2010. Disponivel em: Acesso em 15 de março de 2020.

STRIANO, P. Coluna saudável: anatomia ilustrada, Editora Manole. Barueri São Paulo, 2015.

OZKARA, G. O., OZGEN, M., OZKARA, E., ARMAGAN, O., ARLSLANTAS, A., ATASOY, M. A. Effectiveness of physical therapy and rehabilitation programs starting immediately after lumbar disc surgery. Turkish Neurosurgery v. 25, n. 3, p. 372-379, 2015. Disponível em: Acesso em 27 de julho de 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n11-217

Refbacks

  • There are currently no refbacks.