A utilização da matriz swot para levantamento e avaliação do perfil dos gestores dos hostels no Rio de Janeiro, Brasil / The use of the swot matrix for survey and evaluation of the profiles of the managers of the hostels in Rio de Janeiro, Brazil

José Moreira da Paz, Roberta Dalvo Pereira da Conceição

Abstract


O setor de hostel é um setor que cada vez mais contribui para o crescimento dos serviços de hospedagem, desta forma se faz necessário conhecer cada vez mais o perfil deste setor e sua forma de gestão. Para tanto, a metodologia utilizada baseou-se em pesquisa descritiva e bibliográfica com busca em literatura científica e em sites de organizações brasileiras sobre as denominações e conceitos a respeito dos hostels. Como instrumento de pesquisa, foi elaborado e aplicado um questionário semi-estruturado on-line aos hostes associados à Associação de Cama e Café e Albergues do Estado do Rio de Janeiro (ACCARJ). Posteriormente estas informações utilizadas para a confecção de uma matriz swot com o objetivo de traçar um perfil destes gestores. Como resultados principais desta pesquisa observamos que é possível observar que os meios de hospedagem tipificados como hostels ainda são um tipo de negócio relativamente novo e em construção, uma vez que se percebem suas variações e experimentos por parte de seus gestores.  Outro ponto é a falta de um acompanhamento deste setor de forma normatizada para auxiliar na classificação do mesmo de forma tributária e a construção de medidas que auxiliem este novo público.

 

 


Keywords


Hostels, SWOT, Gestão.

References


ASSOCIAÇÃO DE CAMA & CAFÉ E ALBERGUES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. O que é um Hostel/Albergue. 2016. Disponível em: . Acesso em: 13 ago. 2016.

BARRETO, A.; AZEGLIO, A. La problematica de la gestion del capital humano en las MiPyMES do alojamiento turistico, v. 22, n. 6, p. 1140-1159, 2013. Revista Estudios y Perspectiva en Turismo. Disponivel em: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1851-17322013000600007. Acesso: 25 mar. 2017.

CRÓ, S.; MARTINS, A. M. The importance of security for hostel price premiums: european empirical evidence. Revista Tourism Management,v. 60, p. 159–165, 2017. Disponível em: http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0261517716302370. Acesso em: 10 fev. 2017.

DOLABELA, F. C. Empreendedorismo: uma forma de ser. Brasília: AED, 2003.

EUROPRAXIS CONSULTING. La problemática de la oferta de alojamento turístico no reglada em España. Disponível em: www.cambramallorca.com/documentos/Desp_548.pdf. Acesso em: 13 jan. 2017.

FEIRA DE EMPREENDEDORISMO FEI. Disponível em: . Acesso em: 13 jan. 2017.

FONSECA, M. Conheça o hostel da Índia feito só para quem é empreendedor. Disponível em: . Acesso em: 13 jan. 2017.

HERNANDEZ-MAESTRO, R.M.; MUNOZ-GALLEGO, P.A.; SANTOS-REQUEJO, L. Tourism and Hospitality Research. Small-business owners knowledge and rural tourism estabilishment performance in Spain. v. 48, n. 1, p. 83-95, 2009. Disponivel em: http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/0047287508328794. Acesso: 05 mar. 2017.

HOSTELLING INTERNATIONAL. Institucional. 2016. Disponível em: . Acesso em: 13 ago. 2016.

JOHNSON, G.; SCHOLES, K.; WHITTINGTON, R. Explorando a Estratégia Corporativa. 7 ed. Porto Alegre: Bookman, 2007.

JUNIOR, P.C.; RIBEIRO, N. S. Comportamiento estratégico del sector de servicios de alojamiento en la Industria del turismo

Análisis de la conurbación Fronteira da Paz. Revista Estudios y Perspectiva en Turismo. v. 19, n.6, p. 1011-1033, 2010. Disponível em: http://www.scielo.org.ar/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1851-17322010000600008. Acesso: 10 mar. 2017.

KLEMENC, C.T. GESTÃO ESTRATÉGICA: Aplicação da análise SWOT em uma empresa hoteleira. Trabalho de Graduação à Faculdade de Tecnologia de São Sebastião, como condição parcial para a conclusão do curso de Tecnologia em Gestão Empresarial. São Sebastião, 2014.

LADEIRA, W. J.; SANTINI, G. C. F. O. Background and dimensions of consumption experience in Brazilian hotels, v.12, n.4, p.59-72, 2012. Tourism and Hospitality Research. Disponível em: http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/1467358413502666?journalCode=thrb. Acesso: 05 mar. 2017.

MARTINS, P.L.; NETA, M. C. S.; MARTINS, M.F.; ALMEIDA, R.L.A.; TORRES, K.A. Hotelaria e turismo sustentável: estudo de caso em uma pousada na cidade de Tiradentes/MG. Simpósio de excelência em gestão e tecnologia: Gestão e Tecnologia para a competitividade. Outubro de 2013.

Ministério do Turismo. Disponível em: http://www.dadosefatos.turismo.gov.br/dadosefatos/espaco_academico/glossario/detalhe/D.html). Acesso: 20 mai. 2017.

MELO, N.R. de. A aplicação da análise SWOT no planejamento turístico de uma localidade: o caso de Araxá, MG. Caderno Virtual de Turismo. Rio de Janeiro, v. 11, n. 2., p.164-176, ago. 2011.

MINISTÉRIO DO TURISMO. Cadastur – Sistema de Cadastro de Pessoas Físicas e Jurídicas – Códigos CNAE para Pessoas Jurídicas não MEI. 2016. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2016.

______. Cadastur – Sistema de Cadastro de Pessoas Físicas e Jurídicas – Códigos CNAE para Pessoas Jurídicas tipo MEI. 2016. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2016.

______. Portaria Nº 130, de 26 de julho de 2011. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2016.

______. Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem. 2016. Disponível em: http://www.classificacao.turismo.gov.br/MTUR-classificacao/mtur-site/index.jsp>. Acesso em: 03 set. 2016.

______. Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). 2017. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/%C3%BAltimas-not%C3%ADcias/7499-carnaval-deve-movimentar-r$-5,8-bilh%C3%B5es-no-turismo-brasileiro.html>. Acesso em: 03 fev. 2017.

NOMADES DIGITAIS. Novo conceito de hostel oferecido especialmente para nômades digitais. Disponível em: http://nomadesdigitais.com/novo-conceito-de-hostel-oferece-especialmente-para-nomades-digitais/>. Acesso em: 03 fev. 2017.

PORTAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA DO BRASIL. Lei Nº 11.771, de 17 de setembro de 2008. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2016.

PORTAL DO EMPREENDEDOR – MEI. Lei Complementar Nº 128, de 19 de dezembro de 2008. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2016.

ROBBINS, S. P. Administração: mudanças e perspectivas. Tradução de Cid Knipel Moreira. São Paulo : Saraiva, 2001

RODRIGUES, G.J.M.; ANJOS, F.A.; AÑAÑA, E.S. El perfil emprendedor y la predisposición para innovar de los gestores de las MPE’s turísticas: El caso del barrio de Praia Grande en São Luís, Maranhão, Brasil. Revista Estudios y Perspectivas en Turismo, v. 26, p.107-127, 2017.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS. Como elaborar um plano de negócios. 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2016.

______. Sobrevivência das empresas no Brasil. 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2016.

______. SEBRAE mercados. 2016. Disponível em: . Acesso em: 17 jan. 2017.

SANTINI, S.; FAVARIN, E.V.; NOGUEIRA, M.A.; OLIVEIRA, M. L.; RUPPENTHAL, J. E. Fatores de mortalidade em micro e pequenas empresas: um estudo na região central do Rio Grande do Sul. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, Florianópolis, v.8, n.1, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2017.

Santos, I. J.; Guzmán, S.J.M. Turismo de experiência: uma alternativa socioeconômica para Itacaré (BA)? Cardeno Virtual de Turismo, v. 14, n. 2, p. 117-132, 2014. Disponível em: http://www.ivt.coppe.ufrj.br/caderno/index.php/caderno/article/view/796/394. Acesso em: 10 abr. 2017.

SERRA, F.; TORRES, M. C. S.; TORRES, A. P. Administração Estratégica. Rio de Janeiro: Reichmann e Affonso Editores, 2004

SILVA, T.M.; KOHLER, A. F.; O mercado de albergues/hostels do município de São Paulo-Brasil: caracterização e avaliação de estabelecimentos e empreendedores. Revista Iberoamericana de Turismo- RITUR, v. 5, n.1, p. 54-78, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2017.

TEIXEIRA, R. M. Competências e Aprendizagem de Empreendedores/Gestores de Pequenas Empresas no Setor Hoteleiro. Revista Turismo Em Analise, v.22, n.1, p. 195-209, 2011.Disponível em: < https://www.revistas.usp.br/rta/article/download/14246/16064>. Acesso em: 06 fev. 2017.

TOMAZZONI, E.L. BITTENCOURT, R. Análise das Ferramentas de Gestão Estratégica de Hotelaria Familiar: estudo de quatro organizações da região turística da Serra Gaúcha. Revista Turismo em análise, v. 24, n. 1, 2013.

TOMAZZONI, E. L. TAVARES, J. M. Empreendedorismo y gestion de recursos humanos en la hoteleria de Brasil: Un estudio bibliometrico. Revista Estudios y Perspectiva en Turismo. v. 23, n.3, p.547-565, 2014. Disponível: http://www.scielo.org.ar/pdf/eypt/v23n3/v23n3a07.pdf. Acesso: 01 mar. 2017.

TRAVEL & TOURISM COUNCIL WTTC. Relatório de impacto econômico do Travel & Tourism Council. 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2017.

VALUE BASED MANAGEMENT. Management Methods. Site http://www.valuebased management.net. Acesso em 10 de Nov. 2015.

VISIT.RIO. Mapa Albergues 460x315mm. 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2016.

YU, L.; HUIMIN,G. Hotel Reform in China A SWOT Analysis. Cornell Hotel and Restaurant Administration Quarterly, v. 46, n. 2, p. 153-169, 2005.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n10-310

Refbacks

  • There are currently no refbacks.