Análise sobre o nível de sobrecarga em cuidadores de crianças com paralisia cerebral e autismo / Analysis on the level of overload in caregivers of children with cerebral palsy and autism

Laila Laise Alves de Sousa, Gabrielle Sousa Braga, Anna Kharolina de Mendonça Nunes, Yuri Damasceno da Rocha, Aline de Souza Pereira, Ricardo Igor Silva Leandro, Julyana Almeida Maia

Abstract


Analisar o nível de sobrecarga em cuidadores de crianças com Paralisia Cerebral e Autismo. Foi realizado um estudo do tipo transversal, quantitativo, descritivo e comparativo, no Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI) no período de setembro a outubro de 2021, com os cuidadores de crianças com autismo e paralisia cerebral que são acompanhadas pelo serviço de reabilitação infantil no NAMI. Participaram do estudo no total de 28 cuidadores, sendo 15 cuidadores de crianças com autismo e 13 cuidadores de crianças com paralisia cerebral, esses participantes foram entrevistados com o instrumento de escala de sobrecarga do cuidador Zarit Burden Interview (ZBI) e um questionário de coleta de dados sociodemográfico. Referente à escala ZBI os cuidadores de crianças com autismo apresentaram uma escore que varia de 1 a 67 pontos, tendo 3 cuidadores com ausência de sobrecarga, 5 com sobrecarga leve a moderada, 4 com sobrecarga moderada a severa e 3 com sobrecarga severa. Já os cuidadores de crianças com Paralisia Cerebral apresentaram na escala uma escore que varia de 5 a 51 pontos, tendo 5 cuidadores com ausência de sobrecarga, 6 com sobrecarga leve a moderada e 2 com sobrecarga moderada a severa. Observou-se que os cuidadores de crianças com autismo e de crianças com paralisia cerebral apresentaram predominantemente algum nível de sobrecarga apresentada na escala ZBI e que esse nível pode aumentar de acordo com os fatores sociodemográficos apresentados pelos participantes.


Keywords


paralisia cerebral, transtorno autístico, cuidadores.

References


Baltor MRR, Dupas G. Experiencias de familias de criancas com paralisia cerebral em contexto de vulnerabilidade social . Rev. lat.-am. enferm. [Internet]. 1 de julho de 2013 [citado 09 de novembro de 2021];21(4):956-63. Available from: https://www.revistas.usp.br/rlae/article/view/76009

Braccialli LMP, Ferronato BP, Rubira ABFA, Reganhan WG, Sankako AN, Gonçalves AG, et al. Qualidade de vida de crianças com paralisia cerebral: percepção de cuidadores [Internet]. Rev Bras Qual Vida. 2016 [acesso em 2021 Nov 09];8(1):57-69. Available from: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbqv/article/view/3700/2593

Chaim MP, et al. Qualidade de vida de cuidadores de crianças com transtorno do espectro autista: revisão da literatura. Cadernos de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento [Internet]. 2018 Sep 10 [cited 2021 Oct 8];19(1):9-34. Available from: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/cpdd/v19n1/v19n1a02.pdf

Farias B, et al. Classificação da função motora grossa em crianças com paralisia cerebral assistidas por um centro especializado de reabilitação. Brazilian Journal of Development [Internet]. 2020 Apr 08 [cited 2021 Aug 23];6(4):18385-18392. DOI DOI:10.34117/bjdv6n4-128. Available from: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/8612?__cf_chl_rt_tk=ATW_TSgO4hYzUFns4fi7doxOceNb7yac3f6q37Krq2g-1637082715-0-gaNycGzNCNE

Freitas VL, Milbrath VM, Motta MG. Mãe-cuidadora de criança/adolescente com Paralisia Cerebral: O cuidar de si. Revista eletrônica trimestral de enfermagem [Internet]. 2016 Nov 18 [cited 2021 Sep 1];1(50):337-348. Available from: https://scielo.isciii.es/pdf/eg/v17n50/pt_1695-6141-eg-17-50-325.pdf

Lima FB. VIVÊNCIAS DE FAMILIARES DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA. Revista de Enfermagem Atual [Internet]. 2021 Mar 15 [cited 2021 Nov 5];95(33):911. Available from: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/911/845

Oliveira KG, Sertié AL. Transtornos do espectro autista: um guia atualizado para aconselhamento genético. Einstein [Internet]. 2017 May 04 [cited 2021 Sep 1];15(2):233-238. DOI DOI: 10.1590/S1679-45082017RB4020. Available from: https://www.scielo.br/j/eins/a/YMg4cNph3j7wfttqmKzYsst/?format=pdf〈=pt

Oliveira AR, et al. AVALIAÇÃO DA SOBRECARGA DOS CUIDADORES INFORMAIS ATRAVÉS DA ESCALA DE BURDEN INTERVIEW ATENDIDOS DURANTE O ESTÁGIO DE FISIOTERAPIA EM SAÚDE COLETIVA. Revista de Atenção à Saúde [Internet]. 2018 Oct 08 [cited 2021 Sep 5];16(58):75-83. DOI doi: 10.13037/ras.vol16n58.5550 ISSN 2359-4330. Available from: http://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_ciencias_saude/article/view/5550/pdf

Santos RM, et al. Crianças e adolescentes com paralisia cerebral na perspectiva de cuidadores familiares. Revista CEFAC [Internet]. 2017 Sep 19 [cited 2021 Aug 28];19(6):821-830. DOI doi: 10.1590/1982-021620171969817. Available from: https://www.scielo.br/j/rcefac/a/3TQ7vBqBDrWzJPZ6FNdpGzP/?format=pdf〈=pt

Santos GF, Santos FF, Martins FP. ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NA ESTIMULAÇÃO PRECOCE EM CRIANÇA COM PARALISIA CEREBRAL. Dêciência em Foco [Internet]. 2017 Mar 15 [cited 2021 Aug 28];1(2):76-94. Available from: http://revistas.uninorteac.com.br/index.php/DeCienciaemFoco0/article/view/76

Silva FV, et al. Qualidade de vida dos cuidadores familiares de crianças e adolescentes com transtorno do espectro autista. Ciências e cognição [Internet]. 2020 Nov 30 [cited 2021 Oct 25];25(1):117-126. Available from: https://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/1658/1083

Sobrecarga do cuidador informal de crianças com transtorno do espectro do autista. Journal Health NPEPS [Internet]. 2020 Jan 05 [cited 2021 Nov 9];5(1):38-51. Available from: https://periodicos.unemat.br/index.php/jhnpeps/article/view/4200

Souza JM, et al. QUALIDADE DE VIDA E SOBRECARGA DE CUIDADORES DE CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL. Revista Brasileira em promoção à saúde [Internet]. 2018 Sep 25 [cited 2021 Nov 9];31(3):1-10. DOI DOI: 10.5020/18061230.2018.7748. Available from: https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/7748/pdf




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-032