Avaliação do potencial biotecnológico de fungos endofíticos / Assessment of the biotechnological potential of endophytic fungi

Sthefani Nicole Frosi Pardo, Gabrielle Ganzer Fernandes, Virna Monique Sobral Lima, Vanessa Mendes Rego, William Pietro de Souza, Reginaldo Vicente Ribeiro

Abstract


Os fungos endofíticos são reconhecidos por sua imensa capacidade de produção de metabólitos que atuam como antimicrobianos, além de serem produtores de diversas enzimas extracelulares. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade antibacteriana e enzimática de fungos endofíticos da coleção de microrganismos do IFMT - Campus Avançado de Lucas do Rio Verde. Ao todo foram testadas doze linhagens de fungos endofíticos, isolados da raiz de Cyperus rotundus (tiririca) e da folha de Zea mays (milho). Para o teste de atividade antibacteriana, utilizou-se o método de difusão em ágar e a determinação da concentração inibitória mínima (CIM) contra bactérias patogênicas gram-positivas: Staphylococcus aureus 25923, Listeria monocytogenes; e gram-negativas: Escherichia coli 25922, Salmonella choleraesuis 10708, Helicobacter pylori 43504, Shigella flexneri 12022. Utilizou-se as seguintes linhagens de fungos: Lasiosphaeriaceae sp R2B, Lasiosphaeriaceae sp R8E, Talaromyces pinophilus FEFM I, Ceriporia alachuana R9C, Fusarium acutatum T9E, F. acutatum R7C, F. acutatumR5A, Trichoderma sp. R4A, Fusarium oxysporum T2A, F. oxysporum T7C e Fusarium solani T1A e uma linhagem não identificada R9B. Para o  primeiro ensaio, discos miceliais (±7mm) foram retirados e situados em placas com meio Mueller-Hinton inoculado com  bactéria patogênica padronizada a 0,5 da escala de McFarland. As placas foram incubadas a 37°C por 24 h e a atividade foi determinada de acordo com a formação de halos de inibição. A determinação da CIM foi realizada a partir dos extratos fúngicos liofilizados nas concentrações de 0,16 a 20,00 mg/mL em microplacas de 96 poços, incubados a 37°C por 24 h, lidas em espectrofotômetro a 450 nm e reveladas com resazurina. A atividade enzimática foi determinada para as enzimas amilase e protease mediante a formação de halos de degradação de seus respectivos meios. Na avaliação da atividade antibacteriana pelo teste de difusão em ágar, dez isolados (FEFM I, R9C, T9E, R4A, R7C, R9B, T2A, R5A, T1A, T7C) apresentaram atividade contra Helicobacter pylori e oito (R2B, R9C, T9E, R7C, R9B, T2A, R5A, T1A) contra Shigella flexneri, com destaque para o fungo R9C que apresentou atividade contra quatro cepas de bactérias patogênicas utilizadas: Salmonella choleraesuis, Helicobacter pylori, Shigella flexneri e Listeria monocytogenes. Nenhuma concentração dos extratos liofilizados testados inibiram o crescimento das cepas patogênicas. Quanto à atividade enzimática, quatro isolados apresentaram atividade positiva e quatro fortemente positiva para amilase, sete isolados com atividade fortemente positiva e três positivos para atividade proteolítica. Entre os gêneros de fungos utilizados, Fusarium foi o que apresentou maior potencial biotecnológico, já que apresentou atividade antibacteriana e enzimática promissoras.


Keywords


isolados endofíticos, antibacterianos, enzimas, metabólitos secundários.

References


BARBOSA, J.A.; SCHINONNI, M.I. Helicobacter pilory: Associação com o câncer gástrico e novas descobertas sobre os fatores de virulência. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, Salvador, v. 10, n. 3, p. 254-262, 2010.

BUENO, C.J. et al. Produção de enzimas extracelulares por Fusarium solani de maracujazeiro amarelo. Tropical Plant Pathology, São Paulo, v. 34, n. 5, p. 343-346, 2009.

CHAPLA, V.M.; BIASETTO, C.R.; ARAUJO, A.R. Fungos endofíticos: uma fonte inexplorada e sustentável de novos e bioativos produtos naturais. Revista Virtual de Química, v.5, n.3, 2013.

CHERKUPALLY, R.; AMBALLA, H.; REDDY, B.N. In vitro screening for enzymatic activity of Trichoderma species for biocontrol potential. Annals of Plant Sciences, India, v. 6, n. 11, p. 1784-1789, 2017.

CUZZI, C. et al. Enzimas extracelulares produzidas por fungos endofíticos isolados de Baccharis dracunculifoilia D.C. (ASTERAECEAE). Global Science and Technology, Paraná, v. 4, n. 2, p. 47-57, 2011.

DANTAS, S.B.S.; ALVES, F.A.M.; CHAPLA, V.M. Chemical, diversity and biotechnological potential of endophytic fungi isolated from Brazilian Cerrado plants. Rev. Biota Neotropica, v. 21, n. 2, p. 1-8, 2021.

OLIVEIRA, K.K.C. ATIVIDADE ANTIBACTERIANA DE RECURSOS NATURAIS CONTRA Staphylococcus aureus. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.

FELBER, A.C. et al. Endoglucanase production by endophytic fungi isolated from Vitis labrusca L. with peanut hull and sawdust as substrates. Bioscience Journal, v.35, n.3, p.933-940, 2019.

FERREIRA, P.A. et al. Aplicações Industriais da Biotecnologia Enzimática: Após os antibióticos, enzimas são os produtos microbianos mais explorados na indústria biotecnológica. Revista Processos Químicos, v. 3, n. 5, 2009.

FORTKAMP, D. Metabólitos produzidos por fungos endofíticos isolados de Anthurium alcatrazense e Begonia spp. Tese (Doutorado em Ciências) - Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2018.

GOPINATH, S. C. B.; HILDA, A.; ANBU, P. Extracellular enzymatic activity profiles in fungi isolated from oil-rich environments. Mycoscience, v. 46, n. 2, p. 119–126, 2005.

HANKIN, L.; ANAGNOSTAKIS, S. L. The Use of Solid Media for Detection of Enzyme Production by Fungi. Mycologia, v. 67, n. 3, p. 597-607, 1975.

ICHIKAWA, T.; ISHIKURA, T.; OZAKI, A. Improvement of Kasugamycin – producing strain by the agar piece method and the prototroph method. Folia Microbiologica, v. 16, p. 218- 224, 1971.

JALGAONWALA, R.E.; MOHITE, B.V.; MAHAJAN, R.T. A review: Natural products from plant associated endophytic fungi. Journal of Microbiology and Biotechnology Research, India, v. 1, n. 2, p. 21-32, 2011.

KYEKYEKU, J.O. et al. Antibacterial secondary metabolites from an endophytic fungus, Fusarium solani JK10. Fitoterapia, Alemanha, v. 119, p. 108-114, 2017.

LOPEZ, F.C. Produção e análise de metabólitos secundários de fungos filamentosos. Dissertação (Mestre em Ciências) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

LUZ, C.et al. Occurrence, toxicity, bioaccessibility and mitigation strategies of beauvericin, a minor Fusarium mycotoxin. Food and Chemical Toxicology, [S. l.], v. 107, p. 430-439, 2017.

MEYER, M.C.; MAZARO, S.M.; SILVA, J.C. Trichoderma Uso na Agricultura. 1. ed. Brasília - DF: Embrapa, 2019.

National Committee for Clinical Laboratory Standards (CLSI).Reference Method for Broth Dilution Antifungal Susceptibility Testing of Yeasts. Document, p. M27-A3, 2008.

National Committee for Clinical Laboratory Standards (CLSI). Methods for dilution antimicrobial susceptibility test for bacteria that grow aerobically. Document, p. M07-A10, 2015.

NETO SÁ PEIXOTO, P.A.; AZEVEDO, J.L.; CAETANO, L.C. Microrganismos endofíticos em plantas: status atual e perspectivas. Boletín Latinoamericano y del Caribe de Plantas Medicinales y Aromáticas, Santiago - Chile, v. 3, n. 4, p. 69-72, 2004.

OLIVEIRA, K.S. Atividade antimicrobiana de metabólitos provenientes de fungos isolados do solo. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Biomedicina) - Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2013.

ORLANDELLI, R.C. et al. Enzimas de interesse industrial: Produção por fungos e aplicações. Revista de Saúde e Biologia, Maringá - PR, v. 7, n. 3, p. 97-109, 2012.

PAMPHILE, J.A. et al. Aplicações biotecnológicas de metabólitos secundários extraídos de fungos endofíticos: o caso do Colletotrichum sp. Revista UNINGÁ, Maringá, v. 53, n. 1, p. 113-119, 2017.

PHUPIEWKHAM, W. et al. Antibacterial agents from Trichoderma harzianum strain T9 against pathogenic bacteria. Chiang Mai Journal of Science, v. 42, n. 2, p. 304-316, 2015.

SPECIAN, V. et al. Metabólitos secundários de interesse farmacêutico produzidos por fungos endofíticos. Ciências biológicas e da saúde, v. 16, n. 4, p. 345-351, 2014.

STROBEL, G. A. et al. Cryptocandin, a potente antimycotic from the Endophytic fungus Cryptosporiopsis cf. quercina. Microbiology, v. 17, p. 417-423, 1999.

TAKAHASHI, J.A.; LUCAS, E.M.F. Ocorrência e diversidade estrutural de metabólitos fúngicos com atividade antibiótica. Química Nova, Minas Gerais, v. 31, n. 7, p. 1807-1813, 2008.

TECHAOEI, S. et al. Chemical evaluation and antibacterial activity of novel bioactive compounds from endophytic fungi in Nelumbo nucifera. Saudi Journal of Biological Sciences, Tailândia, v. 27, p. 2883-2889, 2020.

TIJERINO, A. et al. Overexpression of the trichodiene synthase gene tri5 increases trichodermin production and antimicrobial activity in Trichoderma brevicompactum. Fungal genetics and Biology, v. 48, n. 3, p. 285- 296, 2011.

WENZEL, J.B. et al. Atividade enzimática e antimicrobiana de fungos isolados de soja. Rev. Perspectivas Online, Campos dos Goytacazes, v. 9, n. 3, p. 1-15, 2013.

WHITE T.J et al., Amplificação e sequenciamento direto de genes de RNA ribossômico fúngico para filogenia. In: Innis MA, Gelfald DH, Sninsky JJ, White T.J, editores. Protocolos de PCR: um gia para métodos e aplicações. San Diego: Imprensa Acadêmica, p. 315-322, 1990.

ZEILINGER, S. et al. Secondary metabolism in Trichoderma: Chemistry meets genomics. Fungal Biology Reviews, India, v. 30, n. 2, p. 74-92, 2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-033