Family environment of literacy in the literacy process / Ambiente familiar de alfabetização no processo de alfabetização

Elizabeth Maria Rodrigues Norbiato Pin, Laisa Cominotti Rossim

Abstract


O estudo verificou se o desempenho escolar de crianças de baixo nível socioeconômico, que apresentavam resultados satisfatórios e não satisfatórios na aquisição da linguagem escrita, estaria relacionado ao ambiente familiar propício ou não ao letramento. Realizou-se um estudo de caso comparativo, de natureza qualitativa, com as mães dos respectivos alunos. A teoria bioecológica do desenvolvimento ofereceu subsídio teórico ao estudo, por entender o desenvolvimento humano de forma holística ou como reflexo dos múltiplos sistemas sociais. Confirmou-se a hipótese de que grupos considerados do mesmo nível socioeconômico possuem características próprias relacionadas a práticas de letramento que os diferencia e que podem interferir no desenvolvimento da linguagem escrita. Confirmou-se também a hipótese de que as crianças mais bem sucedidas no processo de alfabetização possuem ambiente de letramento mais favorável na família. Constatou-se que a diferença maior de aprendizagem nos casos observados, situa-se no plano comportamental da família, como reflexo dos valores, da cultura e do nível educacional. O estudo possibilitou conhecer aspectos significativos que estão contribuindo para o melhor ou pior desempenho dessas crianças, e aponta a necessidade de melhor interação entre os microssistemas da escola e da família.


Full Text:

PDF

References


ANDRADE, Susane Anjos. Relações familiares: Cognição e desenvolvimento Infantil. Revista saúde Pública. Bahia. 2005, p. 39.

ARAÚJO, Carlos Henrique. Para superar o fracasso escolar. Jornal de Brasília. Edição 03 de outubro de 2005.

BARRETO, Elba S. de S. & ALVES, M. Leila. Buscando a Superação do Fracasso Escolar na Rede Estadual Paulista. In: Em Aberto. Brasília, 1(33): 11-16, jan./mar. 1987.

BASTOS, Almeida Filho, N. Variáveis Econômicas e Sociais: ambiente familiar e saúde mental infantil em uma área urbana de Salvador (Bahia), Brasil. Acta Psquiat Psical Amér Lat. 1990.

BEE, Helena. A Criança em Desenvolvimento. Porto Alegra: Artes Médicas, 2003.

BRONFENBRENNER, U. A Ecologia do Desenvolvimento Humano: experimentos naturais e planejados. Trad. Maria Adriana Veronese Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

BRONFENBRENNER, U.; MORRIS, P. A. The ecology of Developmental Processes. In: DAMON, W.; LERNER, R. M. (Orgs.). Handbook of child psychology, Vol. 1: Theoretical models ofhuman development. New York: John Wiley, 1998.

CARVALHO, Mauro G. Os Bons e os Maus: Interação verbal e rendimento escolar. Dissertação de Mestrado. Belo Horizonte: FaE/UFMG. 1993.

DE ANTONI, C. Vulnerabilidade Familiar na Vida de Adolescentes Matratados. Dissertação de mestrado – FP/UFRGS. Porto Alegre, 2000.

FERREIRO, Emília. Reflexões Sobre a Alfabetização. São Paulo: Cortez, 1991.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

GOMES, Maria de Fátima Cardoso. Chico Bento na Escola: Um confronto entre o processo de produção de “maus” e “bons” alunos e suas representações. Dissertação de Mestrado – FaE/UFMG. Belo Horizonte, 1995.

GONTIJO, Claudia Maria Mendes. Alfabetização: a criança e a Linguagem escrita. São Paulo: Autores Associados, 2003.

GRIFFO, Clenice. Dificuldades de Aprendizagem da Alfabetização: perspectiva do aprendiz. Dissertação de Mestrado. Belo Horizonte: FaE/UFMG, 1996.

LAHIRE, Bernard. Sucesso Escolar nos Meios Populares: as razões do improvável. Trad. Ramom Américo Vasques. São Paulo: Ática, 1997.

MATURANO, E.M. A criança o Insucesso Escolar Precoce e a Família: condições de residência e vulnerabilidade. In: Maturano, Loureiro e Zuardi (org). Estudos em Saúde Mental Riberão Preto: Comissão de Pós-graduação em Saúde mental, FMRP/USP. 1997.

MELO, Guiomar Namo de. Magistério de 1° grau: da competência técnica ao compromisso político. São Paulo: Cortez / Autores Associados, 1982.

PATTO, Maria Helena S. (org). Introdução à Psicologia Esolar. São Paulo: Queiroz, 1981.

PIN, Elizabeth Maria Rodrigues Norbiato. Ambiente familiar de letramento e desempenho escolar: estudo de caso em Vargem /Alta. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós Graduação em Cognição e Linguagem da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). Campos dos Goytacazes, 2007.

SARTORI, Rodrigo F. Projeto Esporte Escolar e Impacto no Desenvolvimento de seus Participantes. Dissertação de mestrado. PGEF/UFSC. Santa Catarina, 2003.

SILVA, M. Cristina da. Fracasso escola: a Subjetividade em Questão. Dissertação de Mestrado. Belo Horizonte: FAE/UFMG, 1996.

SOARES, Magda. Linguagem e Escola: uma perspectiva social. São Paulo: Ática, 1996.

______________ Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1998. 125 p.

______________ As muitas Facetas da Alfabetização. São Paulo: Cortez, 2003.

TFOUNI. Leda Verdiani. Alfabetização e letramento. São Paulo: Cortez, 1995. 115 p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-124