O efeito do ano eleitoral sobre os gastos públicos dos municípios do Paraná / The effect of the election year on public expenditure in the municipalities of Paraná

Joel Pereira Munhoz Junior, Luciano Luiz Dalazen, Luciana Santos Costa Vieira da Silva, Robson de Faria Silva, Bruno Nogueira Silva, Fabíola Kaczam

Abstract


Temos hoje, várias formas para acompanhar os gastos públicos, para então definirmos nossas preferências por um ou outro candidato ao pleito. Nessa corrida dos candidatos para conseguir os votos, alguns se utilizam de manobras políticas, econômicas e fiscais em períodos que mais lhe parecem oportunos, fazendo jus à Teoria dos Ciclos Políticos, amplamente discutida por autores como Drazen (2000), Kalecki (1943) e Nordhaus (1975). O objetivo deste trabalho é verificar o efeito do ano eleitoral nos gastos públicos nos municípios do Paraná no período compreendido entre 2017 e 2019. Para isso buscou-se evidências nas despesas com Pessoal e Investimento, em contrapartida aos anos Pré-eleitoral (2017), Eleitoral (2018), Pós-eleitoral (2019), verificando se os políticos não estão unicamente preocupados com o bem-estar social, mas sim atentos a mostrar uma competência na gestão pública para que possa ter êxito junto aos eleitores diante das eleições. Utilizamos a técnica de análise de regressão dinâmica, na qual foi testada a hipótese de que os ciclos eleitorais não exerciam influência nas variáveis despesas com pessoal e investimentos dos municípios paranaenses. As despesas analisadas mostraram diferenças estatisticamente significativas frente aos anos que compõem os Ciclos Políticos mostrando que as despesas com pessoal tendem a diminuir quando se aproximam as eleições e a despesa com investimento tende a aumentar, dando a sensação de competência à gestão em vigor.

Keywords


ciclos políticos, gastos públicos, período eleitoral, regressão dinâmica.

References


ABRAMS, Burton A; IOSSIFOV, Plamen. Does the Fed Contribute to a Political Business Cycle?. Public Choice, [s. l.], v. 129, n. 3/4, p. 249–262, 2006. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/25487596.

AKERMAN, JOHAN. POLITICAL ECONOMIC CYCLES. Kyklos, [s. l.], v. 1, n. 2, p. 107–117, 1947. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1467-6435.1947.tb00420.x.

AKHTARI, Mitra; MOREIRA, Diana; TRUCCO, Laura. Political Turnover, Bureaucratic Turnover, and the Quality of Public Services. SSRN Electronic Journal, [s. l.], 2018. Disponível em: http://www.ssrn.com/abstract=2538354.

ALESINA, Alberto; COHEN, Gerald D.; ROUBINI, Nouriel. MACROECONOMIC POLICY AND ELECTIONS IN OECD DEMOCRACIES. Economics and Politics, [s. l.], v. 4, n. 1, p. 1–30, 1992. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1468-0343.1992.tb00052.x.

ALESINA, Alberto; ROUBINI, Nouriel. Departnnt of Enics N ani cE. [s. l.], n. 3478, 1990.

AUSTIN, Reginald; TJERNSTRÖM, Maja; BALLINGTON, Julie. Funding of Political Parties and Election Campaigns. [S. l.: s. n.], 2003.

BARTOLUZZIO, Alann Inaldo Silva de Sá; ANJOS, Luiz Carlos Marques dos. Ciclos Políticos e Gestão Fiscal nos Municípios Brasileiros. Revista de Administração Contemporânea, [s. l.], v. 24, n. 2, p. 167–180, 2020. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552020000200167&tlng=pt.

BECK, Nathaniel. Parties, Administrations, and American Macroeconomic Outcomes. American Political Science Review, [s. l.], v. 76, n. 1, p. 83–93, 1982. Disponível em: https://www.cambridge.org/core/article/parties-administrations-and-american-macroeconomic-outcomes/AB7D213CEF43A82480CAD3C88F4D369A.

BEZERRA FILHO, J. E. Contabilidade Pública: teoria, técnica de elaboração de balanços e 300 questões. Rio de Janeiro: ELSEVIER, 2005.

BRENDER, Adi; DRAZEN, Allan. How Do Budget Deficits and Economic Growth Affect Reelection Prospects? Evidence from a Large Cross-Section of Countries. In: , 2005, Cambridge, MA. NBER WORKING PAPER SERIES. Cambridge, MA: [s. n.], 2005. Disponível em: http://www.nber.org/papers/w11862.pdf.

BURNETT, Craig M.; KOGAN, Vladimir. The Politics of Potholes: Service Quality and Retrospective Voting in Local Elections. The Journal of Politics, [s. l.], v. 79, n. 1, p. 302–314, 2017. Disponível em: https://www.journals.uchicago.edu/doi/10.1086/688736.

CORVALAN, Alejandro; COX, Paulo; OSORIO, Rodrigo. Indirect political budget cycles: Evidence from Chilean municipalities. Journal of Development Economics, [s. l.], v. 133, p. 1–14, 2018. Disponível em: https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0304387818300014.

CRISPIM, Gilberto et al. CICLO ORÇAMENTÁRIO POLÍTICO: UMA ANÁLISE NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS. Advances in Scientific and Applied Accounting, [s. l.], 2021. Disponível em: https://asaa.anpcont.org.br/index.php/asaa/article/view/570.

DI PIETRO, M.S.Z. Parcerias na administração pública. 11. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2017.

DIAS, M.V.B. Dias, M. V. B. (2017). Does information on school quality affect voting? Evidence from Brazil. (Dissertação de Mestrado, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro). 2017. - PUCRJ - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, [s. l.], 2017.

DOWNS, Anthony. An Economic Theory of Political Action in a Democracy. Journal of Political Economy, [s. l.], v. 65, n. 2, p. 135–150, 1957. Disponível em: https://www.journals.uchicago.edu/doi/10.1086/257897.

DRAZEN, Allan. The political business cycle after 25 years. [S. l.: s. n.], 2000-. ISSN 08893365.v. 15

DRAZEN, Allan; ESLAVA, Marcela. Electoral manipulation via voter-friendly spending: Theory and evidence. Journal of Development Economics, [s. l.], v. 92, n. 1, p. 39–52, 2010. Disponível em: https://econpapers.repec.org/RePEc:eee:deveco:v:92:y:2010:i:1:p:39-52.

FIALHO, Tânia Marta Maia. Ciclos políticos: uma resenha. Brazilian Journal of Political Economy, [s. l.], v. 19, n. 2 SE-, p. 131–149, 1999. Disponível em: https://centrodeeconomiapolitica.org.br/repojs/index.php/journal/article/view/1060.

FREY, Bruno; LAU, Lawrence J. Towards a mathematical model of government behaviour. Zeitschrift für Nationalökonomie, [s. l.], v. 28, n. 3–4, p. 355–380, 1968. Disponível em: http://link.springer.com/10.1007/BF01322891.

GIL, Antonio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2017-. ISSN 85-224-3169-8.

GIONEDIS, Edgar Marcel; GUIMARÃES, Raquel. Political-Economic Cycles : an analysis of public expenditures of the State of Paraná between 2003-2013. REVISTA PARANAENSE DE DESENVOLVIMENTO, [s. l.], v. 37, n. 131, p. 177–198, 2016.

GUERRA, Daniel; PAIXÃO, Adriano Nascimento da; LEITE FILHO, Paulo Amilton Maia. Os Ciclos Político-Econômicos e os Gastos dos Estados no Brasil: 1995-2013. Dados, [s. l.], v. 61, n. 3, p. 695–734, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0011-52582018000300695&tlng=pt.

HIBBS, Douglas A. Political Parties and Macroeconomic Policy. American Political Science Review, [s. l.], v. 71, n. 4, p. 1467–1487, 1977. Disponível em: https://www.cambridge.org/core/product/identifier/S0003055400269712/type/journal_article.

HOPLAND, Arnt O. Voter information and electoral outcomes: the Norwegian list of shame. Public Choice, [s. l.], v. 161, n. 1/2, p. 233–255, 2014. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/24507524.

KALECKI, M. KALECKI, M. Political Aspects of Full Employment. . Vol. 7, págs. 322-31. 1943. Political Quarterly, [s. l.], v. 7, p. 322–331, 1943.

KLEIN, Fabio Alvim. Reelection incentives and political budget cycle: evidence from Brazil. Revista de Administração Pública, [s. l.], v. 44, n. 2, p. 283–337, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-76122010000200006&lng=en&tlng=en.

KLEIN, Fabio Alvim; SAKURAI, Sergio Naruhiko. Term limits and political budget cycles at the local level: evidence from a young democracy. European Journal of Political Economy, [s. l.], v. 37, p. 21–36, 2015. Disponível em: https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0176268014001013.

LINDBECK, Assar. Stabilization Policy in Open Economies with Endogenous Politicians. The American Economic Review, [s. l.], v. 66, n. 2, p. 1–19, 1976. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/1817192.

MITSOPOULOS, Michael; PELAGIDIS, Theodore. Vikings in Greece: Kleptocratic interest groups in a closed, rent-seeking economy. Cato Journal, [s. l.], v. 29, n. 3, p. 399–416, 2009.

NAKAGUMA, Marcos Yamada; BENDER, Siegfried. Ciclos políticos e resultados eleitorais: um estudo sobre o comportamento do eleitor brasileiro. Revista Brasileira de Economia, [s. l.], v. 64, n. 1, p. 3–24, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71402010000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt.

NORDHAUS, William D. The Political Business Cycle. The Review of Economic Studies, [s. l.], v. 42, n. 2, p. 169–190, 1975. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/2296528.

ORAIR, Rodrigo Octávio; SIQUEIRA, Fernando de Faria. Investimento público no Brasil e suas relações com ciclo econômico e regime fiscal. Economia e Sociedade, [s. l.], v. 27, n. 3, p. 939–969, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-06182018000300939&lng=pt&tlng=pt.

QUEIROZ, Dimas Barrêto de. Composição dos gastos públicos e resultados eleitorais: um estudo nos municípios brasileiros. 2015. - Universidade de Brasília, Brasília, 2015. Disponível em: http://repositorio.unb.br/handle/10482/19215.

QUEIROZ, D. B.; SOUSA, R. G.; MORAES, L. M. F. Ciclo Político no Índice de Gasto com Pessoal: Uma Análise em Municípios Brasileiros. Sociedade, Contabilidade e Gestão, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 77–90, 2019.

ROGOFF, Kenneth; SIBERT, Anne. Elections and macroeconomic policy cycles. Review of Economic Studies, [s. l.], v. 55, n. 1, p. 1–16, 1988.

SAKURAI, Sergio Naruhiko. Ciclos políticos nas funções orçamentárias dos municípios brasileiros: uma análise para o período 1990 - 2005 via dados em painel. Estudos Econômicos (São Paulo), [s. l.], v. 39, n. 1, p. 39–58, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-41612009000100002&lng=pt&tlng=pt.

SAKURAI, Sérgio Naruhiko; MENEZES-FILHO, Naercio A. Opportunistic and partisan election cycles in Brazil: new evidence at the municipal level. Public Choice, [s. l.], v. 148, p. 233–247, 2011.

SANTOS, Pedro H. P dos; WAKIM, Vasconcelos R.; FERNANDES, Cinthia I. P. Ciclos Políticos Eleitorais : Há Influência das Eleições Municipais sobre a Execução Orçamentária dos Municípios Mineiros ?. Revista Contabilidade, Gestão e Governança, [s. l.], v. 24, n. 2, p. 239–255, 2021.

SELLTIZ, C. Métodos de pesquisa nas relações sociais. 2. ed. São Paulo: USP, 1967.

SILVA, Nilton Oliveira da; FREIRE, Fátima de Souza. GASTOS SOCIAIS E ACCOUNTING GIMMICKS: UMA PERCEPÇÃO DOS CICLOS POLÍTICOS ELEITORAIS NOS MUNICÍPIOS DO CENTRO-OESTE BRASILEIRO. Contabilidade Vista & Revista, [s. l.], v. 32, n. 1, p. 218–246, 2021. Disponível em: https://revistas.face.ufmg.br/index.php/contabilidadevistaerevista/article/view/5976.

SPECK, Bruno Wilhelm; CAMPOS, Mauro Macedo. Questionando a tese da cartelização: o financiamento das organizações partidárias no Brasil (1998-2016). Opinião Pública, [s. l.], v. 27, n. 3, p. 923–959, 2021. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-62762021000300923&tlng=pt.

STREB, Jorge M.; TORRENS, Gustavo. Making rules credible: divided government and political budget cycles. Public Choice, [s. l.], v. 156, n. 3–4, p. 703–722, 2013. Disponível em: http://link.springer.com/10.1007/s11127-012-9923-2.

TUFTE, Edward. Political Control of the Economy. [S. l.]: Princeton University Press, 1978-. ISSN 0145-5532. Disponível em: https://www.cambridge.org/core/article/edward-tufte-political-control-of-the-economy-princeton-nj-princeton-university-press-1978-168-pp-1000/3313F655A52A6ECA4214D15735375368.

VASCONCELOS, Rafael Divino de; FERREIRA JÚNIOR, Sílvio; NOGUEIRA JUNIOR, Reginaldo Pinto. A dinâmica da execução orçamentária federal do Brasil sob a ótica dos ciclos políticos eleitorais, 1985-2010. Economia Aplicada, [s. l.], v. 17, n. 3, p. 325–354, 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-80502013000300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=en.

VEIGA, Tients F et al. PARAMETERS AND PREGNANCY OUTCOME IN ART PA-. [s. l.], v. 86, n. September, p. 448–449, 2006.

VEIGA, Linda G.; VEIGA, Francisco José. Does opportunism pay off?. Economics Letters, [s. l.], v. 96, n. 2, p. 177–182, 2007.

VICENTE, Ernesto Fernando Rodrigues; NASCIMENTO, Leonardo Silveira do. A efetividade dos ciclos políticos nos municípios brasileiros: Um enfoque contábil. Revista de Contabilidade e Organizações, [s. l.], v. 6, n. 14, 2012. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rco/article/view/45402.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-159