A análise do currículo na educação infantil / Curriculum analysis in early childhood education

Letícia Rubim Fernandes, Alcides de Castro Amorim Neto

Abstract


Este estudo apresenta um estudo teórico-documental sobre a temática relacionada à Análise do currículo na Educação Infantil, através da reflexão de o que seria currículo em âmbito geral, transpondo ao que propriamente seria desenvolvido na Educação Infantil. Contextualizando artigos que abordem sobre o currículo na a Educação Infantil quanto ao olhar na Constituição Federal e demais leis com mesmo enfoque, assim como observar como as instituições educacionais devem concebê-lo, e o porquê de sua importância. O objetivo geral do estudo visa analisar a concepção de currículo na Educação Infantil e a importância na formação do professor, através de pesquisa bibliográfica e documental, com abordagem qualitativa. Considerando os aspectos legais e de orientação curricular, primando em ter a criança como protagonista de seu desenvolvimento e aprendizagem, e entendendo que não é apenas a educação em sala de aula que temos que idealizar, mas também explorar os demais espaços seja internos ou externos e ter parceria com a comunidade, pais e responsáveis.


Keywords


currículo, educação infantil, professor.

References


AIKAWA, Monica Silva. Educação em ciências nas práticas pedagógicas de educação infantil. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Educação em Ciências na Amazônia) Universidade do Estado do Amazonas. / Manaus: UEA, p. 134. 2014

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em . Acesso em: 05 abril. 2020.

____________. Indicadores da Qualidade na Educação Infantil / Ministério da Educação/Secretaria da Educação Básica – Brasília: MEC/SEB, 2009.

________________________. Lei de diretrizes e bases da educação nacional. Lei n. 9394; 96 20 de dezembro, 1996. Educação/Secretaria da Educação Básica – Brasília: MEC/SEB, 2009.

________________________. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara De Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais Para a Educação Infantil. Resolução CNE/CEB 5/2009. Diário Oficial da União, Brasília, 18 de Dezembro de 2009b, Seção 1, P. 18.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2013).

GHEDIN, L. M.; MARQUES, F.F. de F,; FACHIN-TERÁN, A.; GHEDIN, I. M. A educação científica na educação infantil. Areté - Revista Amazônica de Ensino de Ciências, Manaus, v.6, n.10, p. 42-52, jan-jun, 2013.

IBGE. A Síntese dos Indicadores Sociais 2018 - Uma Análise das Condições de Vida da População Brasileira. Rio de Janeiro : IBGE, 2018.

KRAMER, Sônia. Subsídios para uma política de formação do profissional da educação infantil: uma síntese. MEC/SEF/COEDI. Por uma política de formação dos profissionais da educação infantil, Brasília, 1995.

LAKATOS, Eva Marina; MARCONI, Marina de Andrade. Metodologia do Trabalho Científico. 2. Ed. São Paulo: Atlas, 1987. 198 p.

NUNES, Maria Fernanda Rezende. Educação infantil no Brasil: primeira etapa da educação básica. Brasília: UNESCO, Ministério da Educação/Secretaria de Educação Básica, Fundação Orsa, 2011.

SACRISTÁN, J. Gimeno. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Trad. Ernani F. da F. Rosa. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SILVA, E.L da; MENEZES, E.M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. Florianópolis: Laboratório de ensino à distância da UFSC, 2001.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

--------------------------------Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

ZABALZA, Miguel A. Qualidade em educação infantil. Porto Alegre: ArtMed, 1998.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-173