O “Eu” e o Eu Virtual em uma proposta de reflexão: a construção do Personagem nos jogos de videogame e o "Eu" primordial / The "I" and the Virtual Self in a proposal for reflection: the construction of the Character in videogames and the primordial "I

Diego Sabádo, Zakiee Hage

Abstract


O trabalho traz uma reflexão acerca da relação entre o "Eu" real e o "Eu" criado virtualmente nos jogos de vídeo game, através das ferramentas de edição de avatares e criação de personagens, baseando-se em conceitos da Psicologia Existencial e fundamentado nas filosofias de Kierkegaard e Heidegger. Levantamos, a partir de conversas informais, com jogadores regulares, questionamentos e possibilidades acerca das conexões e discrepâncias entre os indivíduos e seus personagens, buscando elaborar uma projeto de pesquisa que objetive compreender os significados subjacentes a suas criações. As hipóteses surgidas apontam para o fato de a criação possuir conexão com os anseios e desejos do "Eu". A reflexão em torno dos personagens mostra que o corpo, a face e as características de personalidade dos avatares/personagens criados carregam semelhanças físicas e psicológicas com seus criadores, e mesmo quando criados com características opostas, levam sempre elementos do “Eu” primordial, trazendo possibilidades não reais, ainda que verossímeis, ampliando potencialidades e dando vazão a modos de ser inviáveis na realidade, mostrando que o corpo virtual e o corpo real são regidos pela mesma compreensão da corporeidade e personalidade do indivíduo. O conceito de verossimilhança surge então como o conceito que relaciona o real e o virtual. A pesquisa a partir deste trabalho prévio abrirá caminhos para a compreensão do sujeito e de seus projetos existenciais, e possibilitará a ampliação em um experimento de encontro entre os participantes e seus avatares/personagens, objetivando o aprofundamento do conhecimento de si e das relações entre o “Eu” real e o virtual.


Keywords


"eu" primordial, corporeidade, indivíduo, verossimilhança, virtualização.

References


HEIDEGGER, Martim. Trad. Joan Stambaugh. Being and Time. New York: State University of New York Press, 1996.

HEIDEGGER, Martin. The Metaphysical Foundations of Logic. Indianapolis: Indiana University Press. 1992.

KIERKEGAARD, Sören. O Desespero Humano. Martin Claret. São Paulo, 2003.

KIERKEGAARD, Sören. Post Scriptum no científico y definitivo a “Migajas filosóficas”. Salamanca: Ediciones Sígueme, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-203