Patrimônio, preservação e memória: concepções de rugosidades nos processos de patrimonialização / Heritage, preservation and memory: concepts of rugosity in the processes of patrimonialization

Maria do Carmo Alves, Virgínia Célia Cavalcante de Holanda, Wellington Galvão Alves

Abstract


Este texto traz a análise geográfica das rugosidades como recorte principal na pesquisa. Discutiremos os conceitos de patrimônio, preservação e memória, na busca de compreendê-los como de fundamental importância para entender o conceito de rugosidade, pois os mesmos, delas são provenientes. Os estudos sobre patrimônio, preservação e memória são velhos conhecidos nossos, trazidos ao debate pela história, pela arquitetura e pelo urbanismo que serão tratados nesta pesquisa como fundamento geográfico das rugosidades. A evolução dos conceitos aqui analisados confunde-se com fatos políticos, culturais e sociais, marcantes e importantes na história da patrimonialização de bens materiais e imateriais, que serão analisados pelas perspectivas da compreensão do sistema de objetos e ações. A maior contribuição esperada é aquela do debate, do diálogo entre os conceitos citados, especialmente aquele de rugosidades nos processos passados, presentes e ativos na totalidade do uso do território. Entretanto, nosso interesse na pesquisa é um esforço para sistematizar essa relação que se complementa no que diz respeito ao patrimônio tombado e sua relevância. Imaginamos ser possível apresentar, subsídios para ampliar a compreensão da discussão de rugosidade por meio da interpretação do território ativo.


Keywords


patrimônio, preservação, memória, rugosidade, processos.

References


AUDRERIE, Dominique. La Notion et la Protection du Patrimoine. França. Editoras Universitárias da França, 1997 - 127 páginas.

ANDRADE, Mário de. Anteprojeto para criação do Serviço do Patrimônio Artístico Nacional. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Brasília: MinC/IPHAN. Nº 30, 2002.

ANTAS JÚNIOR, Ricardo Mendes. A norma e a técnica como elementos constitutivos do espaço geográfico: Considerações sobre o ressurgimento do pluralismo jurídico. In SOUZA, Maria. Adélia A. (org.). Território Brasileiro: usos e abusos. Campinas, Edições Territorial, 2003.

BORTOLATO, Thaís Bianca Rosanelli. A forma urbana e a coisa pública na preservação do patrimônio: Espaço, política e sociedade na análise de dois sítio tombados: o caso do Morais, em Paris, e do Bexiga em São Paulo. TESE DE DOUTORADO. São Paulo, 2009.

CHOAY, Françoise. A ALEGORIA DO PATRIMÔNIO. São Paulo. 4ª Edição. Estação liberdade: UNESP, 2006.

DIÓGENES, Beatriz Helena Nogueira; DUARTE JUNIOR, Romeu. Guia de bens tombados no Estado do Ceará. Coleção Nossa Cultura. Série Documenta. Fortaleza: Secult, 2006.

DUARTE JUNUOR, Romeu. Sítios históricos brasileiros: monumento, documento, empreendimento e instrumento – o caso de Sobral-CE. TESE DE DOUTORADO – FAU-USP. São Paulo, 2012.

FONSECA, Maria Cecília Londres. O patrimônio em processo: Trajetória da política federal de preservação no Brasil. Rio de Janeiro: Editora: UFRJ/MINC/IPHAN, 2005.

GONÇALVES, José Reginaldo Santos. Patrimônio cultural e narrativas nacionais; A retórica de perda. In: A retórica da perda: os discursos do patrimônio cultural no Brasil. Rio de Janeiro: UFRJ; Iphan, 2002.

MARTINS, Clerton (organizador). PATRIMÔNIO CULTURAL: da memória ao sentido do lugar. São Paulo: Editora Roca LTDA., 2006.

MARX, Karl. Salário, preço e lucro. (Tradução Silvio Donizete Chagas). 5ª Ed. São Paulo. Centauro, 2005.

MORI, V. Hugo.; SOUZA, M. C.; BASTOS, R. L. B.; GALLO, H. São Paulo: Patrimônio: atualizando o debate. IPHAN, 2006.

NORA, Pierre. Entre Memória e História: a problemática dos lugares, in: Projeto História. São Paulo: PUC, n. 10, pp. 07-28, dezembro de 1993.

SANTOS, Milton. Da totalidade ao lugar. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2005.

_______. A Natureza do Espaço. 4ª Ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006.

_______. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Ed. Record, 2008.

_______. O Centro da cidade de Salvador: Estudos de Geografia Urbana. 2ª Edição – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo; Salvador: Edufba, 2008.

SILVA, Fernando Fernandes da. As cidades brasileiras e o patrimônio cultural da humanidade. Peirópolis: Editora da universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

Souza, M. A. A.(2019). Território usado, rugosidades e patrimônio cultural: refletindo sobre o espaço banal. Um ensaio geográfico.PatryTer–RevistaLatinoamericanaeCaribenhadeGeografiaeHumanidades,2(4),1-17.DOI: https://doi.org/10.26512/patryter.v2i4.26485




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-207