A importância da amamentação na primeira hora de vida: análise da literatura atual / The importance of breastfeeding in the first hour of life: analysis of current literature

Janinne Rosaline Pereira da Silva, Guilherme Alexandre Judeikis, Renata Corrêa Bezerra de Araújo, Bruna Soares Oliveira, Erlânia Souza Costa, Luciane de Fátima Fernandes de Carvalho, Kallyany Santos Sousa, Sarah Aline Alencar Costa

Abstract


Este estudo tem por objetivo geral: analisar as publicações científicas referentes a importância da amamentação na primeira hora de vida. E como objetivos específicos: caracterizar as publicações científicas encontradas na literatura atual sobre a importância da amamentação na primeira hora de vida; descrever a importância da amamentação na primeira hora de vida e os seus efeitos benéficos para o binômio. Esta pesquisa é da modalidade revisão integrativa, de caráter descritivo, com abordagem qualitativa.  Foram selecionadas as bases de dados da SCIELO e da LILACS e destas, utilizando os descritores “Amamentação” AND “Mãe” AND “Recém-nascido”, foram encontrados diversos artigos, que. mediante aplicação dos critérios de inclusão e exclusão da pesquisa, incluíram-se 6 publicações. Os resultados mostram predomínio de publicações no ano de 2016. Todas as publicações apresentaram pontos importantes sobre a amamentação na primeira hora de vida, destacando-se aspectos imprescindíveis, tais como: interação precoce entre o binômio; diminuição do estresse neonatal e estabilização da respiração do bebê; fortalecimento de vínculo entre o binômio e redução da mortalidade neonatal. Porém, houve publicações que mostraram os déficits nos serviços de saúde, expondo a falta de interesse profissional na realização da amamentação na primeira hora de vida, e também dos hospitais de aderirem a esse cuidado. Conclui-se que, existem benefícios para o binômio no que discerne a amamentação na primeira hora de vida; e que é preciso incentivar os profissionais e instituições de saúde sobre a importância da amamentação neste contexto.


Keywords


enfermagem obstétrica, amamentação, mãe, recém-nascido.

References


Moraes, BL. et al. Fatores associados à interrupção do aleitamento materno exclusivo em lactentes com até 30 dias. Revista Gaúcha de Enfermagem, n. 37 (esp), 2016. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-14472016000500424.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Bases para a discussão da política nacional de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2017. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/bases_discussao_politica_aleitamento_materno.pdf

Organização Panamericana de Saúde. Organização Mundial de Saúde divulga novas estatísticas mundiais de saúde. Brasília, DF: 2018. Available from: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5676:organizaca o-mundial-da-saude-divulga-novas-estatisticas-mundiais-de-saude&Itemid=843.

Carreiro, JA. et al. Dificuldades relacionadas ao aleitamento materno: análise de um serviço especializado em amamentação. Acta paulista de enfermagem. São Paulo, v. 31, n. 4, p. 430-438, jul. 2018. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010321002018000400430&lng=en&nrm=iso.

Boccolini, CS.; Carvalho, ML.; Oliveira, MIC. Fatores associados ao aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida no Brasil: revisão sistemática. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 49, 91, 2015. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003489102015000100409&lng=en&nrm=iso.

Antunes, MB. et al. Amamentação na primeira hora de vida: conhecimento e prática da equipe multiprofissional. Avances en Enfermería, v. 35, n. 1, p. 19-29, 2017. Available from: https://revistas.unal.edu.co/index.php/avenferm/article/view/43682.

Teles, JM., et al. Amamentação no período de transição neonatal em Hospital Amigo da Criança. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 17, n. 1, p. 94-99, 2015. Available from: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/26208.

Esteves, TMB. et al. Fatores associados ao início tardio da amamentação em hospitais do Sistema Único de Saúde no Município do Rio de Janeiro, Brasil, 2009. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 31, n. 11, p. 2390-2400, nov. 2015. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2015001102390&lng=en&nrm=iso.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança: aleitamento materno e alimentação complementar. Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 2. ed. – Brasília: Ministério da Saúde, 2015. Available from: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_aleitamento_materno_cab23.pdf

Cavalcanti, SH. et al. Fatores associados à prática do aleitamento materno exclusivo por pelo menos seis meses no estado de Pernambuco. Rev. bras. epidemiol. vol.18, n.1, pp.208-219. ISSN 1980-5497. 2015. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/1980-5497201500010016.

Silva, OLO. Análise do custo-efetividade da Iniciativa Hospital Amigo da Criança na promoção da amamentação e redução da mortalidade infantil. Tese (Doutorado em Nutrição em Saúde Pública) - Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Available from: doi:10.11606/T.6.2019.tde-22022019-151700.

Vaz, TAG. Contacto pele-a-pele e amamentação na primeira hora de vida. Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde. Pará. 2015. Available from: https://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/3271.

Albuquerque, RCCS. Implementação do aleitamento materno na primeira hora de vida na Maternidade Araken Irerê Pinto. Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN. 2019. Available from: https://monografias.ufrn.br/jspui/handle/123456789/8895

Leite, MFFS. et al. Promoção do aleitamento materno na primeira hora de vida do recém-nascido por profissionais da enfermagem. Arq. Cienc. Saúde unipar, Umuarama, v. 20, n. 2, p, 137-143, maio/ago. 2016. Available from: https://revistas.unipar.br/index.php/saude/article/view/5386.

Sá, NNB. et al. Fatores ligados aos serviços de saúde determinam o aleitamento materno na primeira hora de vida. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 19, n. 3, p. 509-24, jul./set. 2016. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2016000300509.

Pinheiro, JMF. et al. Prevalência e fatores associados à prescrição/solicitação de suplementação alimentar em recém-nascidos. Revista de Nutrição. Campinas, v. 29, n. 3, p. 367-375, Jun. 2016. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141552732016000300367&lng=en&nrm=iso.

Rocha, LB.et al. Aleitamento materno na primeira hora de vida: uma revisão da literatura. Revista de Medicina e Saúde de Brasília, v. 6, n. 3, 2018. Available from: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/rmsbr/article/view/8318.

Brasil. Ministério da Saúde. Iniciativa hospital Amigo da Criança: revista, atualizada e ampliada para o cuidado integrado: módulo 2: fortalecendo e sustentando a Iniciativa Hospital Amigo da Criança. UNICEF, OMS – Brasília: Ministério da Saúde, 2009. Available from: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/iniciativa_hospital_amigo_crianca_modulo2.pdf

Amaral, LJX., et al. Fatores que influenciam na interrupção do aleitamento materno exclusivo em nutrizes. Revista Gaúcha de Enfermagem. Vol. 36, p:127-34. 2015. Available from: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v36nspe/0102-6933-rgenf-36-spe-0127.pdf.

Queiroz, REB. Aleitamento Materno: dificuldades iniciais em um alojamento conjunto. Cuité, 2017. 63 f. Trabalho de conclusão de curso (TCC) (Bacharelado em Enfermagem) – Unidade Acadêmica de Enfermagem, Centro de Educação e Saúde, Universidade Federal de Campina Grande, Cuité – PB. 2017. Available from: file:///C:/Users/Mariana/Downloads/27321-98301-1-PB.pdf.

Romancini, AC. Atuação do enfermeiro no manejo do aleitamento materno exclusivo: uma revisão integrativa. Assis, 2015. 36 -p. Available from: https://cepein.femanet.com.br/BDigital/arqTccs/1111370166.pdf.

Viana, MAF. A importância do aleitamento materno exclusivo. 18 f. Monografia (Graduação). Faculdade de Ciências da Educação e Saúde, Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2017. Available from: https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/11737.

Arantes, TS. et al. A enfermagem na promoção do aleitamento materno no período gravídico-puerperal: um relato de experiência. Congresso internacional de enfermagem. 2017. Available from: https://eventos.set.edu.br/index.php/cie/article/view/6095/2394.

Araújo, RG. A Avaliação do Monitoramento da Iniciativa Hospital Amigo da Criança no Brasil. Dissertação (Mestrado em Profissional em Saúde da Criança e da Mulher) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, Rio de Janeiro, 112 f, 2017. Available from: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/25238.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-215