Altas habilidades e superdotação: contexto de jovens em medidas socio educativa no centro de ressocialização dagmar feitosa em Manaus - Amazonas / High skills and gifts: context of young people in socio- educational measures at the dagmar feitosa resocialization Center in Manaus – Amazonas

Rejane dos Santos Pereira Figueiredo, Catarina Costa Fernandes

Abstract


A realidade de jovens infratores é um motivo de preocupação no sentido da ressocialização, a sociedade acaba por recriminar a inserção e o constrange, seja por um gesto, um olhar ou uma atitude hostil, ainda existe muita discriminação e descrédito na justiça como instrumento de recondução do cidadão para o seio da sociedade. Com o intuito de investigar indicadores de altas habilidades entre os internos do Centro Socioeducativo Assistente Social Dagmar Feitosa em Manaus. AM, este estudo se justifica pela motivação de discutir uma visão de aproveitamento das peculiaridades do estudante com altas habilidades ou superdotação, através de características, aspectos intelectuais, criatividade, talento, relações familiares, jeito de ser e dificuldades em identificá-lo, bem como a visão legal sobre tais sujeitos. A base para o estudo se mostra uma metodologia qualitativa, na forma de estudo de caso, utilizando-se, como instrumentos para coleta de dados questionários, entrevistas semiestruturadas e a observação direta. A população consta de três professores, um psicólogo e três estudantes, na faixa etária entre dezesseis e dezessete anos. Após a caracterização dos estudantes, envolvidos na pesquisa, apresentam-se os resultados e a discussão dos mesmos, detalhando a fase inicial, em que todos segmentos foram ouvidos, e a etapa final, voltada a conhecer melhor os três estudantes selecionados, com indicadores de altas habilidades, cujos perfis são detalhados no capítulo seguinte. Nas considerações finais, além das impressões gerais, colhidas no decorrer do trabalho, enumeram-se sugestões, no sentido de contribuir para minimizar essa situação.


Keywords


superdotação, ressocialização, discriminação, indicadores.

References


ARCINSKI, Mariana; CÚNICO, Sabrina Daiana; BRASIL, Marina Valentim. Significados da ressocialização para agentes penitenciárias em uma prisão feminina: entre o cuidado e o controle. Trends in Psychology, v. 25, p. 1257-1269, 2017.

BRASIL. Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990, e legislação correlata, de 13 de julho de 1990. Biblioteca Digital da Câmara dos Deputados. 2012.

CROSS, T. L. On the social and emotional lives of gifted children. Waco, T X: Pruf rock Press, 2001.

FLEITH, Denise de Souza (org.). A construção de práticas educacionais para alunos com altas habilidades/superdotação: volume 1: orientação a professores. - Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2007.

Fundamentos e Práticas. Porto Alegre: Evangraf, 2015.

GIROTTO, W. M.; PONZIO, Vera. Da liberdade assistida, à assistência em Liberdade. IN: CRAIDY, C. M.; SZUCHMAN, K. (Org.). SOCIOEDUCAÇÃO:

Google Scholar

GUILFORD, Joy P. Criatividade: Ontem, hoje e amanhã. The Journal of Creative Behavior, v. 1, n. 1, p. 3-14, 1967.

HOLETZ, Melissa Samanta. Superdotação: Um olhar Psicopedagógico. Niterói: Faculdades Integradas Maria Thereza, mar/2004. Disponível em Acesso em 29 de mar. de 2020.

NEGRINI, Tatiane. Altas Habilidades/Superdotação: conceitos e características. IN: PAVÃO, NEGRINI, PAVÃO (org.) Atendimento educacional especializado para as altas habilidades/superdotação. Santa Maria: FACOS-UFSM, 2018.

PENNEBAKER, James W.; FRANCIS, Martha E.; BOOTH, Roger J. Linguistic inquiry and word count: LIWC 2001. Mahway: Lawrence Erlbaum Associates, v. 71, n. 2001, p. 2001, 2001.

REIS, Adriana; ANDRÉ, Marli EAD; PASSOS, Laurizete Ferragut. Políticas de Formação de Professores no Brasil, pós LDB 9.394/96. Formação Docente–Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, v. 12, n. 23, p. 33-52, 2020. CHIZZOTTI, A. Pesquisas em ciências humanas e sociais. São Paulo: Cortez, 1998.

RENZULLI, Joseph S. Concepções emergentes de dom: Construção de uma ponte para o novo século. Excepcionalidade, v. 10, n. 2, p. 67-75, 2002.

SILVA, MONICA RIBEIRO DA. A BNCC da reforma do ensino médio: o resgate de um empoeirado discurso. Educação em revista, v. 34, 2018.

Torrance, E. P. Testes de Torrance de Pensamento Criativo: normas e manual técnico. Lexington, MA: Imprensa pessoal.; 1974.

TOURÓN, Javier; PERALTA, Felisa; REPARAZ, Charo. La Superdotación Intelectual: modelos, identifi cación y estrategias educativas. Pamplona: EUNSA - Ediciones Universidad de Navarra, S.A., 1998.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-246