A orientação profissional: a teoria das inteligências múltiplas aplicada na base nacional comum curricular em um ambiente compartilhado do conhecimento / Professional orientation: the theory of multiple intelligences applied on the common national curriculum base in a shared environment of knowledge

Marcos Vinícius de Souza Toledo, Luiz Cláudio Gomes Maia, Renata de Sousa da Silva Tolentino

Abstract


Este artigo refere-se a uma abordagem integrativa do estudo a Orientação Profissional em um Ambiente Compartilhado do Conhecimento, que é a escola, com os construtos Teoria das Inteligências Múltiplas e Base Nacional Comum Curricular. O objetivo foi verificar a intensidade de publicações e demonstrar possíveis lacunas apresentadas a partir de estudos dos termos escolhidos. Os procedimentos metodológicos foram de natureza aplicada, com objetivo exploratório e descritivo com abordagem qualitativa, por meio de um mapeamento sistemático nas bases SCOPUS, Web of Science, além da busca da plataforma EBSCOhost com todas as bases apresentando os retornos dos documentos obtidos. Os resultados encontrados sugerem a necessidade de pesquisas relacionadas ao tema para levar a promoção do conhecimento científico e inovador no âmbito das escolas brasileiras utilizando a Teoria das Inteligências Múltiplas aplicada na Base Nacional Comum Curricular, a fim de orientar os estudantes para uma escolha certeira da área de conhecimento, por meio da orientação profissional. Como conclusões, a pesquisa demonstrou uma baixa quantidade de estudos sobre os termos de busca, bem como quando se relacionam dois ou mais construtos, apontando temas pertinentes à temática. Por isso, esse estudo se faz necessário para colaborar e buscar na orientação profissional em um ambiente compartilhado do conhecimento, o desenvolvimento de práticas educacionais para proporcionar uma orientação profissional certeira aos alunos, e assim, alcançar melhorias na educação evitando a evasão escolar.


References


ARMSTRONG, T. Inteligências múltiplas na sala de aula. Porto Alegre: Artmed, 2019.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 23 dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 2 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Atualiza Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio 2018. Disponível em: http://novoensinomedio.mec.gov.br/resources/downloads/pdf/dcnem.pdf. Acesso em: 5 jun. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CEB nº 03/2018. Atualiza Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Disponível em: http://novoensinomedio.mec.gov.br/resources/downloads/pdf/dcnem.pdf. Acesso em: 4 jun. 2021.

BRASIL. Plano Nacional da Educação. Estabelece as Diretrizes, Metas e Estratégias para a Política Educacional. 2017c. Disponível em: http://pne.mec.gov.br/. Acesso em: 7 jul. 2021.

CASTANHO, Gisela M. Pires. O adolescente e a escolha da profissão. São Paulo: Paulinas, 2008.

GARDNER, H. Beyond the IQ: Education and Human Development. Harvard Educational Review, Harvard, v. 57, n. 2, p. 187-193, maio 1987. Disponível em: https://meridian.allenpress.com/her/article-abstract/57/2/187/31383/Beyond-the-IQ-Education-and-Human-Development?redirectedFrom=fulltext. Acesso em: 5 set. 2021.

MALCHER, P. R. C. et al. Um Mapeamento Sistemático sobre Abordagens de Apoio à Rastreabilidade de Requisitos no Contexto de Projetos de Software. Revista de Sistemas de Informação da FSMA, n. 16, p. 3-15, 2015. Disponível em: http://www.fsma.edu.br/si/edicao16/FSMA_SI_2015_2_Estudantil_1.pdf. Acesso em: 7 nov. 2021.

MORESI, E. A. D. Manual de metodologia da pesquisa. Brasília: Universidade Católica de Brasília, 2003.

MÜLLER, M. Orientação Vocacional: contribuições clínicas e educacionais. Trad. Margot Fetzner. Porto Alegre: Artes Médicas, 2018.

SÁ FREIRE, Patrícia de et al. Grupos Colaborativos Como Ambientes De Aprendizagem Organizacional. In: CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO, 12.; INOVARSE, 3., - Responsabilidade Social Aplicada, 2016, Rio de Janeiro, XII CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO & III INOVARSE 2016, p. 118-134. Disponível em: https://www.inovarse.org/sites/default/files/T16_210.pdf. Acesso em: 26 out. 2021.

SAMPIERI, Roberto Hernández et al. Metodologia de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: McGraw-Hill, 2013.

SMOLE, K. C. S. Matemática na educação infantil: a teoria das inteligências múltiplas na prática escolar. Porto Alegre: Artmed, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-306