A aplicação de tecnologias sustentáveis em projetos arquitetônicos, com foco na eficiência energética e placas fotovoltaicas, estudo de caso com base nos indicadores do selo LEED e PROCEL edifica / The application of sustainable technologies in architectural projects, focused on energy efficiency and photovoltaic panels, a case study based on LEED and PROCEL edifica seal indicators

Karina Artuso Takaki, Afonso Celso Vanoni de Castro

Abstract


Ante a crise energética de 1970 e o apagão em 2001, o Brasil se viu diante da necessidade da busca pela diversificação de fontes renováveis de energia, uma vez que a maior parte do seu fornecimento é originada de hidrelétricas. Com a extensão e localização geográfica privilegiadas do país, é de extrema relevância considerar o Sol como fonte indispensável para a produção de energia elétrica, por meio das placas fotovoltaicas. Com a crescente adoção de soluções sustentáveis na área da arquitetura e urbanismo, principalmente a partir da década de 1990, com a Rio 92, foram criados os selos ambientais para certificação de edifícios, que levam em conta requisitos fundamentais para o projeto, a obra e o funcionamento das construções, entre elas a eficiência energética. O presente estudo investiga as soluções projetuais sustentáveis adotadas em dois estudos de caso, com base na categoria Energia e Atmosfera do selo LEED, analisando o Edifício Vera Cruz II, em São Paulo, a partir do funcionamento da miniusina fotovoltaica, instalada na cobertura do edifício, e a eficiência energética que a ela proporciona ao edifício, em relação ao Edifício Arquiteto Carlos Bratke, que não produz energia renovável in loco, e apresenta, da mesma forma, a certificação LEED na categoria Core & Shell Platinum, além do Selo PROCEL Edificações.


Keywords


arquitetura sustentável, eficiência energética, placas fotovoltaicas.

References


ALMEIDA, Eliane et al. Energia solar fotovoltaica: revisão bibliográfica. Engenharia Bioenergética, Belo Horizonte, v. 1, n. 2, p. 21-33, 2015.

BORGES, Ane Caroline Pereira et al. Energias renováveis: uma contextualização da biomassa como fonte de energia. REDE - Revista Eletrônica do PRODEMA, Fortaleza, v. 10, n. 2, 2016. Disponível em: http://www.revistarede.ufc.br/rede/article/view/239. Acesso em: 19 mar. 2018.

BRASIL. Empresa de Pesquisa Energética. Resenha mensal do mercado de energia elétrica. EPE, Rio de Janeiro, ano IX, n. 101, p. 1-4, fev. 2016. Disponível em: https://www.epe.gov.br/sites-pt/publicacoes-dados abertos/publicacoes/PublicacoesArquivos/publicacao-153/topico-155/Resenha%20Mensal%20do%20Mercado%20de%20Energia%20El%C3%A9trica%20-%20Janeiro%202016.pdf. Acesso em: 10 mar. 2018.

BRASIL. Empresa de Pesquisa Energética. Resenha mensal do mercado de energia elétrica. EPE, Rio de Janeiro, ano XI, n. 125, p. 1-4, fev. 2018. Disponível em: https://www.epe.gov.br/sites-pt/publicacoes-dados abertos/publicacoes/PublicacoesArquivos/publicacao-153/topico-351/Resenha%20Mensal%20-%20Fevereiro%202018.pdf. Acesso em: 10 mar. 2018.

BUENO, Bruna Gioppo et al. Estudo de viabilidade para utilização de placas fotovoltaicas em habitações populares. In: CONGRESSO REGIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA EM ENGENHARIA – CRICTE, 2017, Ijuí, RS. Anais eletrônicos... Ijuí, RS: Unijuí, 2018. p. 1-3. Disponível em: https://www.publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/cricte/article/view/8927. Acesso em: 10 mar. 2018.

CAMARGO, Fernando. Desafios e oportunidades para energia solar fotovoltaica no Brasil: recomendações para políticas públicas. Brasília: Wwf Brasil - Fundo Mundial para a Natureza, 2015. Disponível em: http://d3nehc6yl9qzo4.cloudfront.net/downloads/15_6_2015_wwf_energ_solar_final_web_3.pdf. Acesso em: 9 mar. 2018.

D’ÁVILA, Cauê Cartocci; PRANDO, Gerson; MORILLA, José Carlos. Estudo de viabilidade para utilização de sistemas solares fotovoltaicos no Porto de Santos-SP Brasil. Unisanta Science and Technology, v. 5, n. 2, p. 54-62, 6 dez. 2016. Disponível em: https://periodicos.unisanta.br/index.php/sat/article/download/752/795. Acesso em: 19 mar. 2018.

EDIFÍCIO ARQUITETO CARLOS BRATKE. Arquitetura com arte: sustentabilidade e cuidado com as pessoas gerando economia e alta produtividade. Disponível em: http://www.edificiocarlosbratke.com.br/conceito.htm. Acesso em: 20 jun. 2020.

EDIFÍCIO CARLOS BRATKE. Informações do cronograma desenvolvido pela CTE. Relatórios LEED Semanal de Obra desenvolvidos. Análise de Certificação Energética Procel/Edifica Edifício OPI2. Avaliação da Envoltória. Relatório de Eficiência Energética (Simulação do Projeto Executivo – SMT) [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por [email protected] em 20 ago. 2020.

ENE CONSULTORES. [Entrevista concedida a] Karina Artuso Takaki em 28 ago. 2020. Informação verbal.

ESCRITÓRIO COLLAÇO E MONTEIRO. Informações e documentações acerca do projeto para central geradora solar fotovoltaica, de conceito e fornecimento da unitron e projestista/instalador solen [mensagem pessoal]. Mensagem recebida por [email protected] em 24 ago. 2020.

FIRMINO, Manuel; SOUSA, Armando. Energia solar. Portugal: Projeto FEUP Universidade do Porto, 2015.

GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL (GBC Brasil). Certificações com reconhecimento internacional. Disponível em: https://www.gbcbrasil.org.br/certificacoes/. Acesso em: 20 jun. 2020.

GREENPEACE. Revolução energética: rumo a um Brasil com 100% de energias limpas e renováveis. São Paulo: Greenpeace, 2016.

HERSIL ADMINISTRAÇÃO. Condomínio Vera Cruz II. [Entrevista concedida a] Karina Artuso Takaki em 25 ago. 2020. Informação verbal.

JANNUZZI, Gilberto de Martino (Coord.). Sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica no Brasil: panorama da atual legislação. Campinas, SP: Pro Cobre, out. 2009. Disponível em: http://www.fem.unicamp.br/~jannuzzi/documents/RELATORIO_PROJETO_2_FINAL.pdf. Acesso em: 25 mar. 2020.

KNIRSCH, T. Caminhos para a sustentabilidade. Edição especial. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2012. 124 p. (Cadernos Adenauer XIII).

LOPEZ, R. A. Energia solar para produção de eletricidade. São Paulo: Artliber, 2012.

MARQUES, L. G. S. Proposição de métodos de arquitetura bioclimática na escola novo progresso, Marmeleiro/PR. 2019. 103 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Ambiental) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Francisco Beltrão, 2019.

MONTAÑEZ, Jefry Anderson Mora. Gerenciamento, produção e controle de potência para um sistema híbrido de energia renovável. 2020. 105 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Faculdade de Engenharia Mecânica, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2020.

PERROTA, Antonio N. Conforto térmico em edificações sustentáveis: estudo de caso do prédio central e laboratórios da ampliação do centro de pesquisas Leopoldo Américo Miguez de Mello – CENPES/Petrobras. 2011. Tese (Mestrado em Engenharia Urbana) - Curso de Escola Politécnica Engenharia Urbana, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.

PROGRAMA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA (PROCEL); ELETROBRAS. Critérios para concessão do selo Procel de economia de energia para edificações comerciais, de serviços e públicas: documento complementar ao regulamento para concessão do selo Procel de economia de energia para edificações. Procel, 2019. (Versão 4.0).

PROGRAMA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA (PROCEL); ELETROBRAS. Regulamento para concessão do selo Procel de economia de energia para edificações. Procel, 2019. (Versão 4.0).

PROGRAMA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA (PROCEL). PROCEL INFO: centro brasileiro de informação de eficiência energética. Disponível em: http://www.procelinfo.com.br/main.asp?View={8E03DCDE-FAE6-470C-90CB-922E4DD0542C}. Acesso em: 15 jul. 2020.

SÃO PAULO (estado). Secretaria de Energia. Energia solar paulista: levantamento do potencial. São Paulo: Governo do Estado de São Paulo, 2013.

THE GREEN BUILDING INFORMATION GATEWAY (GBIG). OPI2 SP empreend imobiliarios SPE Ltda. Disponível em: http://www.gbig.org/activities/leed-1000016248/dashboard. Acesso em: 20 jun. 2020.

THE GREEN BUILDING INFORMATION GATEWAY (GBIG). VERA CRUZ II. Disponível em: http://www.gbig.org/activities/leed-1000023199/dashboard. Acesso em: 20 jun. 2020.

U.S. GREEN BUILDING COUNCIL (USGBC). LEED v4.1 building design and construction: getting started guide for beta participants. 2020. 259 p.

U.S. GREEN BUILDING COUNCIL (USGBC). LEED v4.1. Disponível em: https://www.usgbc.org/leed/v41. Acesso em: 20 jun. 2020.

VIEIRA FILHO, José Valmir Ramos. Certificações de sustentabilidade em edifícios de escritórios na cidade de São Paulo. 2015. 116 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.

VOSGUERITCHIAN, Andrea Bazarian. A abordagem dos sistemas de avaliação de sustentabilidade da arquitetura nos quesitos ambientais de energia, materiais e água, e suas associações às inovações tecnológicas. 2006. 251 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-370