Estudo, confecção e utilização do concreto usinado com adição de produto fotocatalítico na construção civil / Study, manufacture and use of machined concrete with addition of photocatalytic product in civil construction

Bruno Pimenta Resende, Flávia Castro de Faria

Abstract


Com o decorrer do tempo e as mudanças climáticas, os revestimentos de fachada, que ficam sob ação do intemperismo e de muitos outros agentes de degradação, sofrem com a formação de manchas advindas do acúmulo de partículas poluentes na superfície das estruturas. Apesar de elevar os custos para realização da limpeza e de manutenção, as condições de alteração se mostram atrativas ao uso de materiais fotocatalíticos que promovem a catalise dos agentes poluentes mineralizados, transformando-os em produtos inofensivos. O dióxido de titânio (TiO2), ao ser adicionado aos revestimentos de fachadas, dá origem a superfícies autolimpantes, que dificultam a formação de manchas por resíduos e conserva a coloração original da superfície no decorrer do tempo. Portanto, o projeto avaliou o rendimento autolimpante do concreto usinado adicionado ao produto que fez fotocatálise, dióxido de titânio na fase anatase, submetido ao clima da cidade de Lavras, Minas Gerais. Na realização deste projeto, foram elaboradas amostras de concreto convencional, usinado, com o uso do cimento Portland CP III, contendo diferentes teores de TiO2, as quais foram manchadas com Rodamina B e lodo de cinzas da queima de eucalipto e, em seguida, submetido ao intemperismo. Durante o período de cura, foram executados testes de resistência à compressão axial, permeabilidade por imersão e Microscopia Eletrônica de Varredura, além de ser observado a limpeza de acordo com o tempo, considerando os níveis de descoloração das manchas encontradas. Já realizado os testes, os resultados foram apresentados de acordo com as características obtidas através dos experimentos, tendo visto que a ação do produto fotocatalítico no controle das manchas, não foram significativas. Desta forma, é comprovado que independente dos teores de TiO2 no concreto, as superfícies foram limpas da mesma forma e no mesmo tempo.


Keywords


manchas, fotocatálise, dióxido de titânio, cimento, porosidade.

References


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7215: Cimento Portland − Determinação da resistência à compressão. Rio de Janeiro, 1996.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – NBR 5738. Moldagem e cura de

corpos-de-prova cilíndricos ou prismáticos de concreto. Rio de Janeiro, 2003.

. NBR 5735: cimento Portland de alto-forno. Rio de Janeiro, 1991.

. NBR 9778 - Argamassa e concreto endurecidos - Determinação da absorção de água, índice de vazios e massa específica. ABNT, Rio de Janeiro, 2005.

LERSH, I. M Contribuição para a identificação dos principais fatores de degradação em edificações do patrimônio cultural de Porto Alegre. Porto Alegre: UFRGS, 2003. 180 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2003.

MAIA, Arnaldo. Titânio. Balanço Mineral Brasileiro. Brasília, 2001.

VASKE, N. R. Contribuição ao estudo do aproveitamento da cinza de lenha de eucalipto como adição ao concreto. 2012. 236f. Tese (Doutorado em Engenharia) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-490