Tratamento e recuperação de fissuras em fachadas: estudo de caso em edifício comercial / Treatment and recovery of cracks in façades: Case study in a commercial building

Edson Oliveira dos Santos, Érika Cristina Nogueira Marques Pinheiro

Abstract


As fachadas são extremamente afetadas pelas intempéries, como chuva e sol, o aparecimento de patologias são comuns em prédios de grande escala, acarretando um aspecto negativo. O surgimento de trincas e bolhas em todo o revestimento, que além de comprometer o apelo arquitetônico do imóvel, também interferem na durabilidade da construção, ou então, na própria estrutura da edificação. Com isso, os materiais construtivos, principalmente os acabamentos, sofrem com a deterioração, perda de coloração, manchas, dentre outros aspectos. As manutenções e reformas prediais podem servir como medida preventiva para evitar, em alguns casos, essas patologias. O emprego de cuidado na execução do projeto pode driblar problemas no futuro. O objetivo deste artigo será mapear as fissuras encontras, assim como propor um diagnóstico de tratamento da fachada de um empreendimento comercial na cidade de Manaus-AM, dentro desse processo podemos destacar, realizar mapeamento e diagnóstico das fissuras, realizar medidas corretivas adequadas para a recuperação da edificação e determinar um tratamento geral na fachada do empreendimento. Diante disso, podemos concluir que as patologias apresentadas em fachadas devem-se há fatores exógenos e endógenos, de acordo também com cada região. É importante adotar medidas de proteção para preservar a ação dos agentes causadores das patologias.


Keywords


fachadas, fissuras, diagnóstico, revestimento.

References


Duarte, R. B. Fissuras em Alvenaria: causas principais, medidas preventivas e técnicas de recuperação. Porto Alegre: CIENTEC, 1998. (Boletim técnico, 25)

ROSCOE, Márcia Taveira. PATOLOGIAS EM REVESTIMENTO CERÂMICO DE FACHADA. 2008. 81 f. Monografia (Especialização) - Curso de Engenharia Civil, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2008. Disponível em: . Acesso em: 14 ago. 2017

SCARTEZINI, L.M.B. Influência do tipo e preparo do substrato na aderência dos revestimentos de argamassa: estudo da evolução ao longo do tempo, influência da cura e avaliação da perda de água da argamassa fresca. Dissertação (Mestrado em Engenharia) – Escola de Engenharia Civil, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2002.

PEREIRA, Guilherme. Fissuras, Laudo Técnico, Plano de Reforma. Florianópolis, 2021.

THOMAZ, E. Trincas em edifícios - causas, prevenção e recuperação. 1. ed. São Paulo: PINI: IPT, v. 1, 1989.

JÂCOME, C. C.; MARTINS, J. G. Identificação e tratamento de patologias em edifícios. 105 p. Monografia. 1 ed. [s.l.], 2005

CIENTEC. Fissuras em Alvenarias: Causas principais, medidas preventivas e técnicas de recuperaão. Fundação de Ciência e Tecnologia - CIENTEC. Porto Alegre. 1998.

ABNT 5674:2012. Manutenção de edificações – Requisitos de gestão de manutenção.

ABNT 9575:2010. Impermeabilização - Seleção e projeto

OBRAS CONSULTADAS

Relatório da empresa Alfa Engenharia, obra em um empreendimento comercial, Abril / 2022.

FREITAS Jr., José de Almendra. Alvenaria Estrutural. Universidade Federal do Paraná – Construção Civil II, Curitiba: UFPR, 2013. Disponível em: < ttp://www.dcc. ufpr.br/mediawiki/images/7/70/TC025_Alvenaria_estrutural_A_x.pdf> Acesso em: 01 nov. 2015.

OLIVARI, Giorgio. Patologia em Edificações. 2003. 83f. TCC (Graduação em Engenharia Civil) – Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo, 2003. Disponível em: Acesso em: 12 nov. 2015.

QUEIROZ, Robson. Patologias em fachadas construídas com revestimento de argamassa. Trabalho de conclusão de curso – Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo, 2007.

CARASEK, H.; CASCUDO, O. Patologia e Terapia das Construções. Notas de aula. Escola de Engenharia Civil e ambiental – UFG. 2015.

ILIESCU, Marcelo. Patologia da Pintura. 2017




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n5-517