Silicato de potássio como fonte de nutriente e resistência do milho (Zea mays L.) a lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda / Potassium silicate as nutrient source and resistance of maize (Zea mays L.) to fall armyworm, Spodoptera frugiperda

Josué Chaves Ferreira, Eslane Reis Farias Mendes, Daniel Gomes e Silva, Thais Santiago de Sousa, Fabrício Custódio de Moura Gonçalves, Francineuma Ponciano de Arruda

Abstract


A adubação com silício (Si) pode ser utilizada como fonte de nutriente e resistência a pragas, refletindo em benefício na produção do milho (Zea mays L.). No entanto, para potencializar o seu efeito deve-se adotar como critério a escolha da fonte, o método de aplicação e a dose de silício. Dessa forma, o objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito do método de aplicação e de diferentes doses de silicato de potássio (K2SiO3) sobre características de produção e resistência de plantas de milho a lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda). Adotou-se o delineamento em blocos casualizados e esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. As parcelas foram constituídas pelos métodos de adubação (via foliar e solo) e as subparcelas por doses de K2SiO3, iguais a 1,0, 2,0, 3,0, 4,0 e 0,0 (controle) L ha-1. Determinou-se peso médio e produtividade de espigas, teor de clorofila, número e porcentagem de plantas danificadas, além do número de lagartas nas espigas e nível de dano foliar. Dos resultados, o K2SiO3 na dose de até 4 L ha-1, aplicado via solo ou foliar, apesar de reduzir a quantidade de S. frugiperda em espigas de milho, no entanto, não influencia a produtividade de plantas de milho verde, BRS 3046. Conclui-se que, o incremento das doses de K2SiO3 tende atenuar danos de lagarta-do-cartucho (S. frugiperda) em espigas de milho verde, BRS 3046, nas condições edafoclimáticas do município, Teresina, PI.


Keywords


silício, atenuação de estresse, monocotiledônea, produtividade, pragas.

References


ABBAS, T.; SATTAR, A.; IJAZ, M.; AATIF, M.; KHALID, S.; SHER, A. Exogenous silicon application alleviates salt stress in okra. Horticulture, Environmental, and Biotechnology, v. 58, n. 4, p. 342–349, 2017.

AQUINO, A. B.; AQUINO, B. F.; HERNANDEZ, F. F. F.; HOLANDA, F. J. M.; FREIRE, J.M.; CRISÓSTOMO, L. A.; COSTA, R. I.; UCHÔA, S. C. P.; FERNANDES, V. L. B. Recomendações de adubação e calagem para o estado do Ceará. Fortaleza: UFC, p.248. 1993.

CAIXETA, D. F.; FAGAN, E. B.; SILVA, C. P. L.; MARTINS, K. V.; ALVES, V. A. B.; SILVA, R. B.; GONÇALVES, L. A. Crescimento da plântula de milho à aplicação de inseticida na semente sob diferentes disponibilidades hídricas. Revista da Faculdade de Zootecnia, Veterinária e Agronomia (FVZA), v. 17, n. 1, p. 78-87, 2010.

CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento da Safra Brasileira – Grãos. Monitoramento agrícola - Safra 2021/22, v. 9, n.3. Brasília, DF: CONAB, 2021. 100p.

COSTA, R. R.; MORAES, J. C.; COSTA, R. R. Interação silício imidacloprid no comportamento biológico e alimentar de Schizaphis graminum (Rond.) (Hemiptera: Aphididae) em plantas de trigo. Ciência e Agrotecnologia, v. 33, p. 455-460, 2009.

CRUZ, I.; VIANA, P. A.; WAQUIL, J. M. Pragas da fase vegetativa e reprodutiva. 2006. Disponível em:. Acesso: 25 jan. 2022.

DAVIS, F. M.; WILLIAMS, W. P. Methods used to screen maize for and to determine machanisms of resistance to the southwestern corn borer and fall armyworm. In: INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON METHODOLOGIES FOR DEVELOPING HOST PLANT RESISTANCE TO MAIZE INSECT, 1989, México. Proceedings... México, p. 101-108. 1989.

DEBONA, D.; RODRIGUES, A.; DATNOFF, L. E. Silicon’s Role in Abiotic and Biotic Plant Stresses. Annual Review of Phytopathology, v. 55, p. 85–107, 2017.

ECKERT, C. T.; FRIGO, E. P.; ALBRECHT, L. P.; ALBRECHT, A. J. P.; CHRIST, D.; SANTOS, W. G.; EGEWARTH, V. A. Maize ethanol production in Brazil: characteristics and perspectives. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 82, p. 3907-3912, 2018.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 3. ed., Ver. e Ampl. Brasília, DF: Embrapa, 2013. 353.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Híbrido BRS 3046 amplia mercado do milho verde. 2018. Disponível em: . Acesso: 05 dez. 2021.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. SÉRIE DESAFIOS DO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO (NT2) Milho - Caracterização e Desafios Tecnológicos. 2019. Disponível em:. Acesso: 24 jan. 2020.

EPSTEIN, E.; BLOOM, A. Nutrição Mineral de Plantas: Princípios e Perspectivas. Tradução: Maria Edna Tenório Nunes. Londrina: Planta, 2005, 403p.

ETESAMI, H.; JEONG, B. R. Silicon (Si): Review and future prospects on the action mechanisms in alleviating biotic and abiotic stresses in plants. Ecotoxicology and Environmental Safety, v. 147, p. 881–896, 2018.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer analysis system to fixed effects split plot type designs. Revista Brasileira de Biometria, v. 37, n. 4, p. 529-535, 2019.

JÚNIOR, L.A.Z.; FONTES, R.L.F.; ÁVILA, V.T. Aplicação do silício para aumentar a resistência do arroz à mancha-parda. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 44, n. 2, p. 203-206, 2009.

MALFATO, R. A.; MOURÃO, A. P. M. Influência da adubação com silicato de potássio nos danos causados por Spodoptera frugiperda e na produtividade da cultura do milho. In: ENCONTRO CIENTÍFICO CULTURAL INTERINSTITUCIONAL, 12., 2014, ambiente virtual. Anais [...]. Ambiente virtual: FAG e Dom Bosco, p.1-8. 2014.

MANIVANNAN, A.; AHN, Y. K. Silicon regulates potential genes involved in major physiological processes in plants to combat stress. Frontiers in Plant Science, v. 8, p.1346, 2017.

MARAFON, A. C.; ENDRES, L. Adubação silicatada em cana-de-açúcar. Aracaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2011. 48p. (Embrapa Tabuleiros Costeiros. Documentos, 165).

OLIVEIRA, D. W. N. Fertilização silicatada com microssílica pode ser usada para controlar o psilídeo de concha em florestas de eucalipto?. 2020. 32 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, 2020.

SANTOS, J. F.; GRANGEIRO, J. I. T.; DO C. C. A. S., M. Adubação orgânica na cultura do milho no Brejo paraibano. Engenharia Ambiental: Pesquisa e Tecnologia, v. 6, n. 2, 2009.

SILVA, A. C. A. Efeito do silício aplicado no solo e em pulverização foliar na incidência da lagarta do cartucho na cultura do milho. 2009. 67 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia – Proteção de Plantas) – Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho, Botucatu, 2009.

SOURI, Z.; KHANNA, K.; KARIMI, N.; AHMAD, P. Silicon and plants: current knowledge and future prospects. Journal Plant Growth Regulation, v. 40, n. 3 p. 906–925, 2021.

SOUZA, M. M.; SILVA, A. R. S.; SILVA, L. R. T.; MEDEIROS, C. C.; MACEDO, L. P. M. Efeito do silício na mortalidade de lagartas de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae), ao final do segundo instar. In: CONGRESSO DE PESQUISA E INOVAÇÃO DA REDE NORTE E NORDESTE DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA. 5., 2010, Maceió. Anais [...]. Maceió: IFAL, 2010.

SOUZA, J. P. F.; MARTINS, G. L. M.; PEREIRA, A. C.; BINOTTI, F. F. S.; MARUYAMA, W. I. Efeito de silicato de cálcio e magnésio no crescimento inicial de milho transgênico. Revista de Agricultura Neotropical, v. 2, n. 3, p. 13-17, 2015.

THORNE, J. H.; CHOE, H.; BOYNTON, R. M.; LEE, D. K. Open space networks can guide urban renewal in a megacity. Environmental Research Letters, v. 15, n. 9, p. 094080, 2020.

YAGHUBI, K.; VAFAEE, Y.; GHADERI, N.; JAVADI, T. Potassium silicate improves salinity resistant and affects fruit quality in two strawberry cultivars grown under salt stress. Communications in Soil Science and Plant Analysis, v. 50, n. 12, p.1439-1451, 2019.

ZANÃO JÚNIOR, L.A. Resistência do arroz à mancha parda mediada por silício e manganês. 2007. 125 f. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas) - Curso de Pós-graduação em Solos e Nutrição de Plantas, Universidade Federal de Viçosa, 2007.

ZELIN, E.; BUSSOLARO, I.; SIMONETTI, A. P. M. M. Aplicação de silício no controle de lagartas e produtividade da cultura da soja. Cultivando o saber, v. 4, n. 1, p.171-180, 2011.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-030