Atividade física nas aulas de educação física no ensino noturno profissionalizante de jovens e adultos / Physical activity in physical education classes in vocational evening classes for youth and adults

Bianca Bissoli Lucas, António Camilo Teles Nascimento Cunha

Abstract


O presente artigo pretende fomentar o debate sobre como o Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na modalidade de Educação de Jovens e adultos (PROEJA) e a transversalização da temática atividade física nas aulas do componente curricular Educação Física. Verificou-se que a disciplina é optativa na modalidade EJA/PROEJA conforme dispõe a LDBEN/1996, contudo a literatura aponta para a importância da disciplina na formação do cidadão, logo é um direito dos jovens e adultos o acesso a esse conhecimento. Tal perspectiva é recepcionada pelo PROEJA que, embora não faça especificação de disciplinas em seus dispositivos, é claro em destacar que a proposta curricular da EJA deve ser construída com bases nos princípios de igualdade e equidade em relação à educação básica.


Keywords


educação física, educação de jovens e adultos, atividade física.

References


BRASIL. Ministério da Educação. Coordenação Geral de Educação de jovens e adultos. Proposta curricular para o segundo segmento- Volume três (matemática, ciências naturais, Artes e Educação Física). Brasília, 2002. Disponível em HTTP: // portal MEC.gov.br/secad/arquivos/pdf/eja/propostacurricular/segundosegmento/vol 3_edufisica.pdf.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da educação nacional. LDBEN, 1971.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da educação nacional. LDBEN, 1996.

CARVALHO, R. M. Educação Física na educação de jovens e adultos. Rev Lugares de Educação, 3(5), 37-49. 2013.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino de educação física. São Paulo:Cortez, 1992.

DAMAZIO, M. S., & Silva, M. F. P. O ensino da Educação Física e o espaço físico em questão. Pensar a prática, 11(2), 189-196, 2008.

DARIDO, S. C. A Educação Física na escola e o processo de formação dos não praticantes de atividade física. Revista brasileira de Educação Física e esporte, 18(1), 61-80, 2004.

¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬____________. Diferentes concepções sobre o papel da Educação Física na escola. Cadernos de Formação: Conteúdos e Didática de Educação Física, São Paulo, 1, 34-50, 2012.

FERREIRA, L. O. F., & de Paula, J. A. Um diálogo entre a Educação Física e a EJA: os corpos dos educandos e educadores. In: XVII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte/IV Congresso Internacional de Ciências do Esporte, 2011.

GOLDSCHMIDT, F., da Cruz, L. L., & Bossle, F. Educação Física na EJA: desafios e possibilidades. Kinesis, 34(2), 2016.

GUNTHER, M. C. C. O direito à Educação Física na educação de jovens e adultos. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, 36, 2016.

LAFFIN, M.H.L.F. A constituição da docência na educação de jovens e adultos. Currículo sem fronteira. V.12, n.1, p.210-218. Jan/Abri. 2012.

LIRA, N. J. P. A educação dos que vivem do trabalho... para além do capital. IN: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE, 15, 2, 2007, Recife. Anais: CBCE, 2007. Material bibliográfico em CD-ROM.

MAUERVERCK, W. S., & Franco, N. Olhares discentes sobre o ensino da Educação Física na EJA. Revista Eletrônica Pesquiseduca, 6(12), 416-433, 2015.

MORGADO, J. C. Projeto curricular e autonomia da escola: das intenções às práticas. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação (RBPAE), 27 (3), 391-408.2011.

PACHECO, J. A. Políticas curriculares: referenciais para análise. Porto Alegre: Artmed. 2003.

______________. Curriculo: Teoria e Parxis. Porto: Editora Porto. 2001

REIS, J.A.P. As trajetórias de vida dos/as estudantes trabalhadores/as da educação de jovens e adultos: o significado da educação física. Porto Alegre, RS. 2011. Dissertação / Mestrado em Ciências do Movimento Humano- Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. 2011.

SAVIANE, D. Escola e democracia, 35ª ed. Campinas, SP: Autores Associados. 2003.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-041