Estudo de caso: acompanhamento farmacoterapêutico de paciente diabético através do método SOAP / Case study: pharmacotherapeutic follow-up of a diabetic patient using the SOAP method

Glenda Suzane Santana Leal, Marcos Diego Pereira da Silva

Abstract


O acompanhamento farmacoterapêutico e aplicação do SOAP possibilita constatar a ficha farmacoterapêutica dos pacientes, relacionar os problemas com a administração de fármacos, reduzir os erros com medicações, colaborar na maior eficácia do tratamento e na melhoria da qualidade de vida dos pacientes. Esse método está sendo bastante utilizado como estratégia para aumentar a adesão da paciente ao tratamento nas diversas enfermidades, como diabetes. Tendo em vista realizar o acompanhamento farmacêutico através da metodologia SOAP em uma paciente diabética residente de João Lisboa – MA, objetivou-se fazer um levantamento dos hábitos de vida da paciente, avaliar o quadro clínico no que tange as doenças e condições de saúde presente e realizar avaliação farmacoterapêutica através do método SOAP. Para construção da pesquisa de caráter exploratório, com abordagem qualitativa, foi produzido um estudo de caso com uma paciente diabética, para ser realizado um acompanhamento farmacêutico através da metodologia SOAP. Por ser uma pesquisa com caráter exploratório, o objetivo é familiarizar-se com o contexto da paciente e a enfermidade abordada. Após aplicação do Soap e orientação repassada a paciente foi observado uma normalização nos valores encontrados na glicemia em jejum. Além disso, levando em consideração de risco e benefício as interações descritas acima não possuem um risco a vida da paciente, pois os tipos referentes as interações são de menor a moderadas. Portanto, com a aplicação do Soap e o recolhimento dos resultados foi possível obter uma melhora no quadro da paciente. Perpassando pelos objetivos propostos houve uma observação e descrição dos hábitos de vida da paciente, uma avaliação do seu quadro e assim foi oferecido a ela intervenções que auxiliasse numa manutenção da sua saúde.


Keywords


acompanhamento farmacoterapêutico, diabetes mellitus, SOAP.

References


ALFRADIQUE, ME, et al. Internações por condições crônicas sensíveis à atenção primária: a construção da lista brasileira como ferramenta para medir o desempenho do sistema de saúde (Projeto ICSAP – Brasil). Cad. Saúde Pública, jun. 2009.

ALMEIDA, MQ. Atenção Farmacêutica a hipertensos da Unidade de Saúde da Família São Jorge. 64f. Trabalho de Conclusão de Curso (Pós-Graduação em Assistencia Farmaceutica) – Curso de Especialização em Assistência Farmacêutica, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas, Maceió, 2007.

American Diabetes Association. Standards of medical care in diabetes. Diabetes Care. 2019;42(Suppl 1):S1-193.

ANGELO, Fabio Alberti. A importância do cuidado farmacêutico na atenção básica no âmbito do Sistema Único de Saúde, 2016. Disponível em: . Acesso em: 01/11/2021.

BALESTRE, K. C. B. E. et al. Relato de um seguimento farmacoterapêutico de pacientes portadores de diabetes do programa saúde da família de Atalaia, Paraná. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica Aplicada, v. 28, n. 2, p. 203-208, 2009.

BARANSKI, B et al. Development of a Documentation Rubric and Assessment of Pharmacists’ Competency for Documentation in the Patient Health Record. Can J Hosp

Pharm. 2017;70(6):423–429.

BERTONHI, LG.; DIAS, JC. Diabetes mellitus tipo 2: aspectos clínicos, tratamento e conduta dietoterápica. Revista Ciências Nutricionais Online, v.2, n.2, p.1-10, 2018.

BUFFINGTON DE, BENNETT MS. Medication therapy management services. Documenting patient Care Services. Mod. 5. American Pharmacists Association. 2009.

BRASIL. Presidência da República. Lei Ordinária nº 13.021, de 08 de agosto de 2014. Dispõe sobre o exercício e a fiscalização das atividades farmacêuticas. Diário Oficial da União, 11 ago. 2014. Edição extra, seção 1, p. 1.

BRENTEGANI. K. R. A importância da atenção farmacêutica para portadores de diabetes mellitus tipo II em drogarias: uma revisão bibliográfica. 2017. 36. Disponível em: . Acesso em: 02/11/2021.

CALLIARI LEP, NORONHA RM. Diabete melito: fisiopatologia, diagnóstico e tratamento. In: Damiani D. Endocrinologia na Pratica Pediatrica. 3. ed. Sao Paulo: Manole; 2016.

CAMPOS et al. A prática da atenção farmacêutica no acompanhamento farmacoterapêutico de idosos diabéticos e hipertensos: relato de caso. 2019. Disponível em: . Acesso em: 29/10/2021.

CHAZAN, AC; PEREZ, EA. Avaliação da Implementação do sistema

informatizado de cadastramento e acompanhamento de hipertensos e diabéticos (HIPERDIA) nos municípios do estado do Rio de Janeiro. Revista APS. v.11, n.1,

p.10-16, Rio de Janeiro, jan.- mar., 2008.

CHIANG JL, et al. Diabetes Sourcebook Authors. Type 1 diabetes through the life span: a position statement of the American Diabetes Association. Diabetes Care. 2014;37(7):2034-54. 6.

CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA - CFF. Serviços farmacêuticos diretamente destinados ao paciente, à família e à comunidade: contextualização e arcabouço conceitual.

Brasília: Conselho Federal de Farmácia, 2016. 200p.Federation; 2017.

DOUCETTE, WR. et al. Development and initial assessment of the Medication User Self-Evaluation (MUSE) Tool. Clinical Th erapeutics, [S.l.], v. 35, n. 3, p. 344-350, 2013.

FIGUEIREDO, N. M. A.; VIANA, D. L.; MACHADO, W. C. A. Tratado prático de

enfermagem. v. 1. 2. ed. Sao Caetano do Sul: Yendis Editora, 2008.

HARRIS IM,et al. Clinical Pharmacy Should Adopt a Consistent Process of Direct Patient Care. Pharmacother. 2014; 34(8):133-148. DOI: 10.1002/ phar.1459.

GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisas. 5.ed. São Paulo - SP: Atlas, 2010.

HUSZCZ, RS. Consultório farmacêutico: atuação do farmacêutico no SUS. Revista Saúde e Desenvolvimento, v. 12, n. 10, p. 144-159, 2018.

INSEL RA, et al. Staging presymptomatic type 1 diabetes: a scientific statement of JDRF, the Endocrine Society, and the American Diabetes Association. Diabetes Care. 2015;38(10):1964-74.

LUCENA, J. B. S. Diabetes mellitus tipo 1 E Tipo 2. Monografia (Graduação). Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas unidas. São Paulo, 2007, 74f. Disponível em: . Acesso em: 27/10/2021.

LENZI, M. A importância do farmacêutico na vida do diabético. 2016. Farmácia em revista – CRFMG, 16.

PEREIRA, LRL; FREITAS, OA evolução da Atenção Farmacêutica e a perspectiva para o Brasil. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, Ribeirão Preto, vol.44, n.4, p.601- 612, 2008.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE DIABETES. Tratamento e acompanhamento do Diabetes mellitus. Diretrizes da Sociedade Brasileira do Diabetes, 2019-2020. SBD Rio de Janeiro: Diagraphic, 2020.

RIVERA, J. G. B.; QUEMEL, G. K. C.; SILVA, V. e M. da.; COSTA, J. G. da.; SILVA, K. R. P. da.; COSTA, J. B. Revisão da literatura: acompanhamento farmacoterapêutico prestado aos pacientes diabéticos do tipo 2 atendidos em farmácias comunitárias. Research, Society And Development, [S.L.], v. 10, n. 8, p. 1-1, 5 jul. 2021. Research, Society and Development. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i8.17150.

DE SOUZA, L. O. et al. Acompanhamento farmacoterapêutico de pacientes portadores de hipertensão arterial de diabetes Mellitus. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 6, p. 19540-19551, 2020. DOI:10.34119/bjhrv3n6-332.

DRUGBANK. Construindo a base para melhores resultados de saúde. Disponível em: https://go.drugbank.com/.

TOGNOLI, Heitor. Como usar o método SOAP: o guia absolutamente completo. 2018. Disponível em: https://blog.communicare.com.br/metodo-soap/.

RADOMINSKI, Sebastião Cezar; BERNARDO, Wanderley; PAULA, Ana Patrícia de; ALBERGARIA, Ben‐Hur; MOREIRA, Caio; FERNANDES, Cesar Eduardo; CASTRO, Charlles H.M.; ZERBINI, Cristiano Augusto de Freitas; DOMICIANO, Diogo S.; MENDONÇA, Laura M.C. Diretrizes brasileiras para o diagnóstico e tratamento da osteoporose em mulheres na pós‐menopausa. Revista Brasileira de Reumatologia, [S.L.], v. 57, p. 452-466, 2017. Springer Science and Business Media LLC. http://dx.doi.org/10.1016/j.rbr.2017.06.001.

SBD – Sociedade Brasileira de Diabetes. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes: 2019-2020. Editora Científica, disponível em: < http://www.saude.ba.gov.br/wp-content/uploads/2020/02/Diretrizes-Sociedade-Brasileira-de-Diabetes-2019-2020.pdf>.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-089