Estudo da influência dos cigarros eletrônicos no desenvolvimento de doenças cardiovasculares no público jovem / Study of the influence of electronic cigarettes on the development of cardiovascular diseases in the young audience

Maria Deliane Silva Oliveira, Patrício Francisco da Silva

Abstract


Os cigarros eletrônicos foram lançados no mercado como meio para a cessação do tabagismo convencional e hoje encontram-se na quarta geração, caracterizada por dispositivos pequenos, carregados por USB e que liberam grandes quantidades de nicotina. Apesar de serem vistos como menos prejudiciais do que o cigarro tradicional, A temperatura de vaporização dos solventes presentes nos líquidos dos Cigarros Eletrônicos (CEs)  pode chegar a níveis tão elevados (cerca de 350º C) que modificações físicas podem ser originadas nesses solventes o que leva ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares. O objetivo do artigo foi verificar a possível relação entre uso de CE por jovens e o desenvolvimento de complicações cardiovasculares. Para a metodologia, utilizou-se de uma revisão integrativa. A busca na literatura foi realizada nas seguintes bases de dados: Scientific Electronic Library Online (SciELO) Web of Science e National Library of Medicine (PubMed/Medline), Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e Google Acadêmico. Para a seleção dos artigos foram considerados os seguintes descritores em saúde: Cigarros eletrônicos, público jovem, doenças cardiovasculares. A seleção ocorreu por meio de leitura de títulos, resumos e quando necessária, a leitura íntegra dos textos como forma de selecioná-los de acordo com os critérios de inclusão e exclusão. Após a avaliação crítica, obteve-se uma amostra final de 12 estudos. Os resultados apontaram que diante das informações levantadas, verifica-se que o cigarro eletrônico está relacionado com diversos malefícios para o sistema cardiovascular, resultantes do aumento da ativação plaquetária, disfunção endotelial, estresse oxidativo, alterações agudas da PA, FC e estimulação simpática. Ademais, foram identificadas substâncias cardiotóxicas e carcinogênicas nos vapores dos CEs e seu uso tem sido uma porta de entrada para o tabagismo convencional.


Keywords


cigarro eletrônico, doenças cardiovasculares, farmacêutico.

References


ALMEIDA, Karol Antunes de; RICKEN, Maria Helena; RAVELLI, Ana Paula Xavier. Trombose Venosa Profunda em gestantes da 3ª regional de saúde/PR. UEPG: Ciências Biológicas e da Saúde, Ponta Grossa, v. 21, n. 2, p.145-149, 2015.

ALMEIDA, L.M. et al. Nieblas, vapores y otras volatilidades ilusorias de los cigarrillos electrónicos. Caderno de Saúde Pública, v.33, Suppl 3, 2017.

ALMEIDA, Liz Maria de et al. Névoas, vapores e outras volatilidades ilusórias dos cigarros eletrônicos. Cadernos de Saúde Pública, v. 33, p. e00139615, 2017.

BARBOSA, Arianne de Sá et al. Múltiplas definições de ser fumante e diagnóstico de tabagismo: uma revisão sistemática. Aletheia, Canoas, v. 45, p.190-201, 2014.

BARRETO, Ivan Farias. Tabagismo, cigarros eletrônicos e redução de danos: uma revisão narrativa. Revista Ciências em saúde, Natal. CC BY-NC-SA 4.0 2018.

______. Tabagismo, cigarros eletrônicos e redução de danos: uma revisão narrativa / Smoking, electronic cigarettes and harm reduction. Revista Ciências em Saúde, Natal, v. 8, n. 1, p.18-23, 14 mar. 2018.

BENEDETTO, Igor Gorski. Efeito do uso de cigarro eletrônico na cessação tabágica: revisão sistemática com metanálise de ensaios clínicos randomizados. 2016.

BOGDAN, R. S.; BIKEN, S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. 12.ed. Porto: Porto, 2003.

CAMARGO, Gabriela Alessandra da C. Galhardo et al. Aspectos clínicos, microbiológicos e tratamento periodontal em pacientes fumantes portadores de doença periodontal crônica: Revisão da Literatura. Revista Brasileira de Odontologia, Rio de Janeiro, v. 73, n. 4, p.325-330, 2016.

CAVALCANTE TM, et al. Conhecimento e uso de cigarros eletrônicos e percepção de risco no Brasil: Resultados de um país com requisitos regulatórios rígidos. Cadernos de Saude Publica, 2017; 33(3): 1–11.

DE SOUZA DELGADO, Joedson; JÚNIOR, Ivo Teixeira Gico. A legalização dos cigarros eletrônicos no contexto de liberdade e autonomia do indivíduo. Revista Direitos Fundamentais & Democracia, v. 23, n. 3, p. 73-104, 2018.

FIGUEIREDO et al. ERICA: Prevalência de tabagismo em adolescentes brasileiros. Rev Saúde Pública 2016;50(supl 1):12s. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rsp/article/view/114211/130084. Acesso em: 02 ago. 2019.

GIL, Antonio C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1991.

HUANG, S.J. et al. Electronic cigarette: A recent update of its toxic effects on humans. Journal of Cellular Physiology, v.233, p. 4466– 4478, 2018.

NUNES, Emília. Consumo de tabaco: Efeitos na saúde. Revista Portuguesa de Clínica Geral, Lisboa, vol. 22, n. 2, p.225-244, 2006.

OLIVEIRA, Lídia Acyole de Souza et al. Experimentação e uso de cigarro eletrônico e narguilé entre universitários. 2016.

OLIVEIRA, Wemerson José Corrêa de et al. Conhecimento e uso do cigarro eletrônico entre estudantes da Universidade Federal de Mato Grosso. Jornal Brasileiro de Pneumologia, Cuiabá, v. 5, n. 44, p.367-369, 2018.

POLOSA R, et al. Effectiveness and tolerability of electronic cigarette in real-life: A 24-month prospective observational study. Internal and Emergency Medicine, 2014; 9(5): 537–46.

RIGOTTI NA. Balancing the benefits and harms of e-cigarettes: a National Academies of Science, Engineering, and Medicine report. Annals of internal medicine, 2018; 168(9): 666–7.

SANTOS, Ubiratan Paula. Cigarro eletrônico-repaginação e renovação da indústria do tabagismo. Jornal Brasileiro de Pneumologia. São Paulo, v. 44, n. 5, p. 345-346, 2018.

SCHOLZ, Jaqueline Ribeiro; ABE, Tania Ogawa. Cigarro Eletrônico e doenças cardiovasculares. Revista Brasileira de Cancerologia, v.65, n.3, 2019.

SEELIG, M. F.; CAMPOS, C. R. J.; CARVALHO, J. C. A ventilação e a fumaça ambiental de cigarros. Ciênc saúde coletiva, Rio de Janeiro, vol. 10, Supl., p. 83-90, set.-dez. 2005.

SILVA, Saulo Aparecido da. Malefícios causados pelo tabaco na cavidade bucal. Trabalho de conclusão de curso (Especialização em Atenção Básica a Saúde da família) Universidade Federal de Minas Gerais, Campos Gerais – MG. 2012.

URRUTIA-PEREIRA, M. et al. Prevalence and factors associated with smoking among adolescents. The Journal of Pediatrics, v.93, n.3, p. 230-237, 2017.

URRUTIA-PEREIRA, Marilyn; SOLÉ, Dirceu. Cigarros eletrônicos: esses ilustres desconhecidos. Arquivos de Asma, Alergia e Imunologia, v. 2, n. 3, p. 309-314, 2018.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. The role of health professionals in tobacco control. Geneva: WHO, 2005. https://apps.who.int/iris/handle/10665/43219




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-094