Avaliação de sintomas de ansiedade e estresse em alunos de graduação / Assessment of anxiety and stress symptoms in undergraduate students

Thayanna Erika e Silva, Fernanda Karolina Santos da Silva, Pablo Coutinho Malheiros, Evanisa Helena Maio de Brum

Abstract


onsiderando os dados estatísticos que indicam o estresse e a ansiedade como um dos transtornos que mais acometem os estudantes universitários, em especial os da área de saúde, e a carência de instrumentos construídos no Brasil sobre o tema, este estudo teve como objetivo buscar evidências de validade para um conjunto de indicadores, usando, para tanto os questionários de estresse (ISSL) e de ansiedade (IDATE) combinados com um questionário sociodemográfico. Participaram desta pesquisa 506 estudantes universitários na capital do Estado de Alagoas regularmente matriculados nos cursos de Medicina e Odontologia no Centro Universitário CESMAC. Os participantes responderam coletivamente a um questionário de identificação juntamente com o sociodemográfico, o Inventário de sintomas de Estresse para adultos de LIPP (ISSL) e o Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE). Os resultados apontaram correlações positivas entre os sintomas de estresse e ansiedade com o exercício da graduação, o que vem ao encontro da literatura nacional e internacional

Keywords


estresse, ansiedade, estudantes de odontologia, estudantes de medicina.

References


CHROUSOS, G. P. Stress and disorders of the stress system. Nature Reviews Endocrinology, v. 5, n. 7, p. 374–381, 2009. Disponível em: .

GODOY, L. D. et al. A Comprehensive Overview on Stress Neurobiology: Basic Concepts and Clinical Implications. Frontiers in Behavioral Neuroscience, v. 12, n. July, p. 1–23, 2018. Disponível em: .

MEYER, Carolina et al. Qualidade de vida e estresse ocupacional em estudantes de medicina. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro, v. 36, n. 4, p. 489-498, Dec. 2012. Disponível em: .

PACHECO, J. P. et al. Mental health problems among medical students in Brazil: a systematic review and meta-analysis. Revista Brasileira de Psiquiatria, n. 0, p. 369–378, 2017. Disponível em:

ABOALSHAMAT, K.; HOU, X.-Y.; STRODL, E. Psychological well-being status among medical and dental students in Makkah, Saudi Arabia: A cross-sectional study. Medical Teacher, v. 37, n. sup1, p. S75–S81, 2015. Disponível em:

MOREIRA, Simone da Nóbrega Tomaz; VASCONCELLOS, Rafael Luiz dos Santos Silva; HEATH, Nancy. Estresse na Formação Médica: como lidar com essa Realidade?. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro, v. 39, n. 4, p. 558-564, Dec. 2015. Disponível em: .

Saupe R, Nietche EA, Cestari ME, Giorgi MDM, Krahl M. Qualidade de vida dos acadêmicos de enfermagem. Rev Latino-am Enfermagem. 2004; 12(4):636-642.

Zonta R, Robles ACC, Grosseman S. Estratégias de enfrentamento do estresse desenvolvidas por estudantes de Medicina da Universidade Federal de Santa Catarina. Rev Bras Educ Med 2006; 30(3):147-153

LIMA, Rebeca Ludmila de et al. Estresse do Estudante de Medicina e Rendimento Acadêmico. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro, v. 40, n. 4, p. 678-684, Dec. 2016. Disponível em: .

MALHEIROS, Pablo Coutinho. 2021. 115 f. Estresse e ansiedade em alunos de graduação: um ensaio clínico randomizado utilizando um programa de meditação. Dissertação (Mestrado Profissional Pesquisa em Saúde) - Programa de Pós-Graduação Pesquisa em Saúde, Centro Universitário CESMAC, Maceió-AL, 2021.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-125