A publicidade influencia nas escolhas alimentares das crianças? / Does advertising influence children’s dietary choices?

Camila de Souza Farias, Isabel Nápoles de Mello Pedraça, Nayara Sousa Castro

Abstract


A criança é um público facilmente influenciável, pois ainda está aprendendo a crescer, viver e experimentar. Estudos em escolas comprovam a grande influência da publicidade inserida em suas vidas diariamente, e a alimentação nessa fase é de suma importância, pois é a base para uma vida saudável. Através de pesquisas realizadas, nosso objetivo é demonstrar o impacto e a importância da publicidade na alimentação infantil, mostrando os seus devidos aspectos sejam positivos e/ou negativos. Para este estudo, foram utilizados os seguintes parâmetros: meios digitais com revisões de literatura, artigos científicos, google acadêmico, PubMed e  Scielo. Foram feitas demonstrações, a partir de estudos realizados, que a publicidade é um dos principais fatores de obesidade infantil, por isso, através de sua evolução juntamente com os meios digitais foi abordado como a  publicidade pode vir a interferir nas escolhas alimentares, mostrando seus efeitos e riscos e consequências para a saúde da criança em conjunto com a descrição sobre a importância da inclusão da alimentação saudável desde os primeiros anos de vida voltada para o crescimento e desenvolvimento da criança. Portanto, conforme os critérios apresentados, é visto que a publicidade sim tem grande influência e  vários fatores a serem investigados para que haja a melhoria da saúde da criança.


Keywords


publicidade de alimentos, crianças, escolha alimentar, obesidade infantil.

References


BAADER, C. Alimentação ou Diversão? A Divertida Expressividade das Marcas no Contexto Contemporâneo da Publicidade de Alimentos Infantis. Signos do Consumo, v. 3, n. 2, p. 226-242, 2011.

BATISTA FILHO, M.; RISSIN, A. A Transição Nutricional no Brasil: Tendências Regionais e Temporais. Caderno de Saúde Pública, 19(Sup. 1): S181-S191, 2003.

BRASIL. MINISTERIO DA SAÚDE. Obesidade Infantil Afeta 3,1 Milhões de Crianças Menores de 10 anos no Brasil. 2021

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primaria à Saúde. Departamento de Promoção da Saúde. Guia Alimentar para Crianças Brasileiras Menores de 2 anos / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção Primaria à Saúde, Departamento de Promoção da Saúde. – Brasília : Ministério da Saúde, 2019. 265 p.: Il.

BRASIL. DECRETO-LEI N.º 330/90, Ministério do Ambiente e Recursos Naturais. Diário da República n.º 245/1990, Série I de 23 de out 1990.

COOK, D.T. and S.B. KAISER. Betwixt and between: Age Ambiguity and the Sexualization of the Female Consuming Subject. Journal of Consumer Culture. 4. 2 (2004): 203-227.

DE MOURA., CAMARGO, N. Influência da Mídia no Comportamento Alimentar de Crianças e Adolescentes. Segurança Alimentar e nutricional, 2010.

DEISS, K.; CINTRA, P. A influência da mídia na obesidade infantil na segunda infância. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v.4, n.3, p. 11205-11219 may. /jun. 2021

DOMICIANO CG, Coelho LB, Pereira JAR, et al. Estratégias de Mídia e os Apelos Comerciais para Promoção dos Produtos Alimentícios. Rev CiencSaude 2014.

Dr. OBESIDADE. Obesidade Infantil. 2021. (Acessado em 17 de outubro de 2021). Disponível em: http://obesidade.org/obesidade-infantil/.

ENES, Carla Cristina; LUCCHINI, Beatriz Guerra. Tempo excessivo diante da televisão e sua influência sobre o consumo alimentar de adolescentes. Revista de Nutrição, 2016. (acessado em 19 de outubro de 2021) Disponível em: https://doi.org/10.1590/1678-98652016000300009

GALINDO, Daniel; ASSOLINI, Pablo José. Entertainment: A Divertida Publicidade que Alimenta o Público Infantil. In: XI Congresso Latinoamericano de investigadores de la comunicación. Instituto Tecnológico y de Estúdios Superiores de Monterrey, México. 2008.

GALLO SM, GALLO P, Cuenca A. Influência da Televisão nos Hábitos Alimentares de Crianças do Nordeste Brasileiro. Rev Bras Crescimento Desenvolv Hum. 2013.

HENRIQUES, P. et al. Regulamentação da Propaganda de Alimentos Infantis como Estratégia para a Promoção da Saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, p. 481-490, 2012.

IGLESIAS, Fabio; CALDAS, Lucas Soares; LEMOS, Stela Maria Santos de. Publicidade Infantil: Uma Análise de Táticas Persuasivas na TV Aberta. Psicologia & Sociedade, v. 25, p. 134-141, 2013.

JACQUES, M. et al. Epigenetic changes in Health Human Skeletal Muscle Following Exercise. A Systematic Review. Epigenetics, v. 14, n. 7, p. 633-648, 2019.

KOTZ, Krista; STORY, Mary. Food Advertisements During Children's Saturday Morning Television Programming: Are They Consistent with Dietary Recommendations? Journal of the American Dietetic Association, v. 94, n. 11, p. 1296-1300, 1994.

LEZZI L., SILVA J., DUTRA J. Pressão arterial elevada em crianças e sua correlação com três definições de obesidade infantil. Artigos Originais. Arq. Bras. Cardiol. 102 (02). Mar 2014. Disponível em: https://doi.org/10.5935/abc.20130233

LIPOVETSKY, Gilles. O Império do Efêmero: A Moda e seu Destino nas Sociedades Modernas. São Paulo : Cia das Letras, 1989, c1987. 294p.

MARK TWAIN. Pseudônimo de Samuel Longhorne Clemens (1835-1910), Escritor e Humorista Norte-Americano, Autor de “A Evolução de Um Cético”. (Fonte: SABEDORIA DE AGENDA).

McNEAL, J. U. Children as consumers of commercial and social products. Washington, DC: Pan American Health Organization, 2000. 104 p.

MONTEIRO, R. A.; RECINE, E. G.; COUTINHO, J. G. Monitoração de Propaganda de Alimentos Visando à Prática da Alimentação Saudável. Universidade de Brasília. Observatório de Políticas de Segurança Alimentar e Nutrição, 2008.

MONTEIRO, Elaine Marlise Kauer. Proteção da Criança no Direito brasileiro: A Norma Positivada Frente à Publicidade Abusiva. 2010.

MOREIRA, D. A. Administração da Produção e Operações. 2. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2008.

NISHIDA C, Uauy R, Kumanyika S, Shetty P. The Joint WHO/FAO Expert Consultation on diet, nutrition and the prevention of chronic diseases: process, product and policy implications. Public Health Nutrition 7(1A), 245–250.

PEREIRA, A. Influência dos meios de comunicação no comportamento alimentar de crianças e adolescentes: uma revisão. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v.4, n.4, p.16750-16755 jul./aug. 2021

PEREIRA, J., JORGE, A. Direitos da criança e do adolescente em face da TV. São Paulo: Saraiva, 2011.

PINTO, VILLARINHO, L., ALVES, Guilherme Lorande; DE OLIVEIRA, Maria de Fatima Alves. A Influência Da Publicidade No Universo Infantil. In: IX Colóquio UniFOA. 2015.

PHILIPPI, S. T.; CRUZI, A. T. R.; COLUCCI, A. C. A Pirâmide alimentar para crianças de 2 a 3 anos. Revista de Nutrição. Campinas, v. 16, n. 1, jan./mar. 2003

REVISTA CONHECIMENTO ONLINE. Ciência e conhecimento em geral. Organização do trabalho intelectual. (ISSN 2176-8501) Universidade Feevale (Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, Brasil) Vol. 1. 2009.

RAMOS, PEREIRA C. Marketing Alimentar Dirigido à Crianças: Efeitos e Consequências. Trabalho de Conclusão de Curso. 2011.

RODRIGUES S C. O impacto da Publicidade televisiva no consumo infantil (O caso do McDonald´ s em Portugal). Tese de Doutorado. 2014.

UEDA, Marcia Hiroko; PORTO, Rafael Barreiros; VASCONCELOS, Laercia Abreu. Publicidade de alimentos e escolhas alimentares de crianças. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 30, n. 1, p. 53-61, jan./mar. 2014. [Acessado 18 de setembro 2021]. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-37722014000100007




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-150