Abandono e permanência em ambientes de ensino-aprendizagem na modalidade a distância: uma investigação em cursos de especialização / Dropout and permanence in distance learning teaching environments: an investigation in specialization courses

Lúcio Mauro Pereira, José Wilson da Costa, Túlio Magalhães Nogueira

Abstract


O grau de interatividade alcançado pelo avanço das novas tecnologias e a sua popularização têm potencializado a relevância da Educação a Distância no cenário educacional em todo o mundo. Este cenário tem sido apresentado em diversos trabalhos, tal como censos da Associação Brasileira de Educação a Distância e recentes pesquisas da Open University do Reino Unido. Por outro lado, as mesmas fontes chamam a atenção para, reiteradamente, ser negligenciado o fato de o índice de evasão dos alunos dessa modalidade ser abusivamente superior àquele observado na modalidade presencial. Para enfrentar essa questão, este trabalho busca tirar proveito do estágio atual dos recentes ambientes virtuais de ensino e aprendizagem: as plataformas digitais que enriquecem as interações online são as mesmas que podem prover rastros da trajetória de todos os atores desse ambiente escolar. Para isto, como primeira fase dos trabalhos, foi utilizada uma ampla base de dados de cursos de especialização de uma grande universidade privada do Brasil. Foram utilizadas ferramentas de Ciência de Dados para construir a correlação do grau de interação dos estudantes com a plataforma. Tal correlação aponta o comportamento, ao longo do tempo, daqueles que concluíram disciplinas com sucesso, em contraponto àqueles com fracasso e abandono. O grau de interação mostrou-se exercer uma maior influência no desempenho e permanência dos estudantes. Os dados gerados podem contribuir para prover um arcabouço que permita implantar estratégias de intervenção com vistas a desviar o estudante da rota da evasão

Keywords


evasão, educação a distância, ambiente virtual de aprendizagem, pós-graduação on-line, fracasso escolar.

References


ABED. Censo EAD.BR: relatório analítico da aprendizagem a distância no Brasil 2017. [organização] ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância. Curitiba: InterSaberes, 2018.

CONCEIÇÃO, S. C. O. & LEHMAN, R. M. Criando um sentido de presença na educação online. In: VALLE, L. E. L. R.; MATTOS, M. J. V. M. & COSTA, J. W. (Org.). Educação Digital: a tecnologia a favor da inclusão. Porto Alegre: Penso, 2013.

COSTA, J. W. & PAIN, Isis in : COSTA, J. W. & OLIVEIRA, M. A. M. (Orgs.). Novas linguagens e novas tecnologias: educação e sociabilidade. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

COSTA, R. L. & SANTOS, J. C. A evasão em cursos técnicos a distância. In: Educar em revista. Curitiba: n.66, p. 241-256, out./dez. 2017.

FIGUEIREDO, N. G. S. & SALLES, D. M. R. Educação Profissional e evasão escolar em contexto: motivos e reflexões. In: Ensaio: avaliação de políticas públicas educacionais. Rio de Janeiro: v.25, n.95, p.356-392, abr/jun 2017.

GARDNER, H. Inteligências múltiplas: a teoria na prática. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

LÉVY, P. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1993.

LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

MARCONI, M. D. A. & LAKATOS, E. M. Metodologia do trabalho científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, publicações e trabalhos científicos. São Paulo: Atlas, 2011.

POZO, J. I. Teorias cognitivas da aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

VEIGA, C. R. Fatores predominantes da evasão escolar no ensino médio integrado: uma proposta de estratégia de prevenção para o CEFET/RJ. Niterói: Universidade Federal Fluminense - Escola de Engenharia, 2016.

WOODLEY, A. & SIMPSON, O. Evasão: o elefante na sala. In: ZAWACKI-RICHTER, O. & ANDERSON, T. (Org.). Educação a Distância online: construindo uma agenda de pesquisa. São Paulo: Artesanato Educacional, 2015.

ZAWACKI-RICHTER, O. & ANDERSON, T. (Org.). Educação a Distância online: construindo uma agenda de pesquisa. São Paulo: Artesanato Educacional, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-159