Análise de manifestações patológicas em edificação educacional situada na cidade de Garanhuns - PE / Analysis of pathological manifestations in educational building located in the city of Garanhuns - PE

Renan Gustavo Pacheco Soares, Karina Barros Martins, Karina Barros Martins, Bruna Yasmim Almeida Gustavo, Luana Gomes da Costa Silva, Danúbio Cândido dos Santos, Karla Beatriz de Moura Azevêdo, Karolynne Claudino Tavares de Oliveira, Laryssa Paraskevi Oliveira Belegris, Carla Renata Xavier Pacheco, Kaike Manoel Barros do Nascimento, Lyneker Souza de Moura

Abstract


As patologias em edificações correspondem a problemas que ocorrem em suas estruturas, tais aspectos podem surgir devido a diversos fatores e agentes causadores, comprometendo a sua segurança e durabilidade. Diante disto, a avaliação técnica em projetos é um fator primordial para a identificação de manifestações patológicas e condições estruturais de uma edificação. Analisar tais aspectos é fundamental para garantir maior durabilidade, segurança em toda estrutura e evitar prejuízos maiores. Este estudo teve como objetivo avaliar as condições físicas e estruturais do muro de divisória e instalações dos forros de gesso em duas salas de aulas de uma edificação educacional situada na cidade de Garanhuns-PE. A metodologia aplicada para inspeção foi realizada conforme o enquadramento no Nível 1 (Identificação das anomalias e falhas aparentes, elaborada por profissional habilitado) e de acordo com a norma de Inspeção Predial Nacional do IBAPE. A partir da avaliação estrutural foram identificadas anomalias na extensão do muro, patologias e falhas nos forros de gesso, apresentando um grau de risco considerado como crítico, concluindo-se que é necessário imediatamente uma interdição, demolição e reconstrução. 

 


Keywords


avaliação estrutural, manifestações patológicas, gesso, inspeção.

References


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13752 - Perícias de Engenharia na construção civil. Rio de Janeiro, 1996.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5674- Manutenção de edifícios. Rio de Janeiro, 1999.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5410 - Instalações elétricas de baixa tensão. Rio de Janeiro, 2004.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15.575 - Edificações Habitacionais – Desempenho. Partes 1, 2, 3, e 4. Rio de Janeiro, 2013.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6118 - Projeto de Estruturas de Concreto – Procedimento. Rio de Janeiro, 2014.

BORGES, C., A., M.; SABBATINI, F., H. O conceito de desempenho de edificações e a sua importância para o setor da construção civil no Brasil. Boletim Técnico da Escola Técnica da USP. Departamento de Engenharia de Construção Civil. São Paulo, 2008.

CARVALHO, D. Inspeção predial: estudo de caso de uma edificação residencial situada em Brasília / DF. Brasília -DF, 2019. Disponível em: . Acesso em 28ABR2022.

COLENGHI, V., M. O&M e Qualidade Total: uma integração perfeita. 3a ed. Uberaba: VMC, 2007.

DEL MAR, C., P. Falhas, responsabilidades e garantias na construção civil. SP: PINI, 2007.

RAPOSO, G. Inspeção predial - Avaliação isolada ou combinada das condições técnicas, 2016. Disponível em: . Acesso em 12MAI2022.

RODRIGUES, L. DA C.; PINHEIRO, É. C. N. M. Manifestações patológicas causadas pela falha de impermeabilização em uma laje de concreto armado: Estudo de caso. Brazilian Journal of Development. ISSN: 2525-876. Vol. 7, No.12, p. 1109-1109, 2021. Disponível em: . Acesso em 27MAI2022.

INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIA DE ENGENHARIA. IBAPE. Norma de Inspeção Predial Nacional. São Paulo, 2012.

INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDITORIA DE ENGENHARIA. OT-003/2015- IBRAENG. Inspeção Predial e Auditoria Técnica Predial. Fortaleza, 2015.

NACER, A. Engenheiro Civil. 2019. Disponível em: . Acesso em 28ABR2022.

NPE. Núcleo de Práticas em Engenharia. Laudo de avaliação, 2022.

SAUTE, R. Quais são as causas mais comuns de fissuras nas construções? Disponível em: Acesso em 29ABR2022, 2022.

SOUZA, V., C., M.; RIPPER, T. Patologia, recuperação e reforço de estruturas de concreto. São Paulo: Pini, 1998.

THOMAZ, E. Trincas em Edifícios: causas, prevenção e recuperação. SP: Pini, 1989.

VERÇOZA, E., J. Patologia das edificações. Editora Sagra. Porto Alegre, 1991




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-203