Agronegócio de vilão a mocinho: novos padrões de produção / Agribusiness from villain to good: new production patterns

Karina Martins

Abstract


O Brasil é um país com inclinação natural ao agronegócio devido às suas características e diversidades, principalmente encontradas no clima favorável, no solo, na água, no relevo e na luminosidade, e todos os negócios relacionados à suas cadeias produtivas. Para atender as exigências do consumidor, cada vez mais exigente, o setor do agronegócio passa por modificações constantes com o intuito de aumentar sua produtividade e competitividade. Embora não haja nenhuma barreira de mercado a adoção de medidas para reduzir o impacto da atividade agrícola é uma realidade crescente no setor, acompanhando as mudanças nos hábitos de consumo de todo o mundo. Analisa-se, então, a relação entre o plantio de soja sustentável, o aumento da lucratividade do produtor e a sustentabilidade do Meio Ambiente. A presente pesquisa caracteriza-se como qualitativa. Quanto ao objetivo, esta se caracteriza como descritiva, pois visa descrever as características de uma população ou fenômeno (produtores/cultivo de soja), observando e analisando os dados, sem nenhuma interferência do pesquisador. Concluiu-se que a agricultura sustentável tem se mostrado benéfica não apenas para o planeta, mas também para o bolso do agricultor, reduzindo custos e elevando a produtividade. O plantio de soja sustentável, ou seja, produzir a soja respeitando todas as normas de trabalho e regras ambientais impõe um ganho de produtividade, de lucratividade ao agricultor e, principalmente, à sociedade de risco que se beneficia com a sustentabilidade do meio ambiente.


Keywords


agronegócio, certificação socioambiental, soja sustentável.

References


AAPRESID. Asociación Argentina de Productores en Siembra Directa. Quiénes somos. 2020. Disponivel em: < https://www.aapresid.org.ar/quienes-somos/>. Acesso em: 11 jun. 2020.

BECK, Ulrick. Sociedade de risco: Rumo a uma Outra Modernidade. Tradução: Sebastião Nascimento. 2aed. São Paulo: [s. n.], 2011.

BRASIL. Plano Agrícola e Pecuário 2011-2012. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Brasília, p. 92. 2011.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Agropecuária Brasileira em Números 2019. Disponivel em: . Acesso em: 26 jun. 2020.

CRUTZEN, Paul J. Geology of mankind. Nature, [s. l.], v. 415, n. 6867, p. 23, 2002. Disponível em: https://doi.org/10.1038/415023a

ELISIO CONTINI. Dinamismo no agronégocio brasileiro. [S. l.], 2002. Disponível em: %0AAgronlineftp.ufv.br › eru502 › Eru502DinamismoAgronegocio%0A.

EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Soja em números. Disponivel em: . Acesso em: 10 out. 2020.

FORNAZIER, Armando; VIEIRA FILHO, José Eustáquio Ribeiro. Heterogeneidade Estrutural no Setor Agropecuário Brasileiro: Evidência a partir do Censo Agropecuário de 2006. Texto para Discussão IPEA, Brasília - DF, v. 1708, p. 34, 2012. Disponível em: https://www.econstor.eu/bitstream/10419/91398/1/719074754.pdf

FUNBIO. Pecuária Bovina no Brasil : Maior Produtividade com Menor Impacto. FOCUS VISÃO BRASIL, Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: www.visaobrasil.org. Acesso em: 6 jan. 2021.

GARCIA, junior ruiz; FILHO, jose eustaqui ribeiro vieira. REFLEXÕES SOBRE O PAPEL DA POLÍTICA AGRÍCOLA BRASILEIRA PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVELIPEA - Textos para discussão. Rio de Janeiro: [s. n.], 2014. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/2841/1/TD_1936.pdf.

GAZZONI, D. A sustentabilidade da soja no contexto do agronegócio brasileiro e mundial. [s. l.], 2013. Disponível em: www.cnpso.embrapa.br. Acesso em: 5 jan. 2021.

GROUP, E. ECOAGRO. O Agronegócio no Brasil, 2020. Disponivel em: . Acesso em: 28 set. 2020.

ICONE, Instituto. Análise Estratégica para Produção de Soja Responsável. Instituto de Estudos do Comercio e Negociações Internacionais (ICONE), [s. l.], 2013. Disponível em: http://www.iconebrasil.com.br/datafiles/biblioteca/documentos/2011/analise_estrategica_para_producao_de_soja_responsavel_portugues_1509.pdf. Acesso em: 6 jan. 2021.

JUNIOR, Alcides Ribeiro de Almeida et al. Boas Práticas Agropecuárias - um guia para pequenos e médios produtores do Estado de São Paulo. São Paulo: [s. n.], 2010. E-book.

KAMIYAMA, Araci. Agricultura Sustentável. São Paulo: [s. n.], 2011.

NATURE CONSERVANCY, The. Boas Práticas Agrícolas e Certificação Socioambiental. [S. l.: s. n.], 2012.

PACHECO, Alessandro Mendes et al. A IMPORTÂNCIA DO AGRONEGÓCIO PARA O BRASIL – REVISÃO DE LITERATURA. Revista científica eletrônica de medicina veterinária, Garças - SP, 2012.

PINAZZA, Luiz Antonio. Cadeia Produtiva da Soja. Brasília - DF: [s. n.], 2007.

ROUNDABLE ON SUSTAINABLE BIOMATERIALS. Principles & Criteria for the Sustainable Production of Biomass, Biofuels and Biomaterials. Geneva - Switzerland: [s. n.], 2016. Disponível em: http://www.rsb.org.

RTRS. Responsably Soy. Responsible Soy, 2020. Disponivel em: . Acesso em: 10 jun. 2020.

RTRS. Responsible Soy. Round Table on Responsible Soy Association, 2012. Disponivel em: . Acesso em: 10 jun. 2020.

RTRS. Resposible Soy. Por que certificar-se conforme o padrão da RTRS?, 2012. Disponivel em: . Acesso em: 10 jun. 2020.

SILVA, Devanildo Braz da. Sustentabilidade no Agronegócio: dimensões econômica, social e ambiental. Comunicação & Mercado, [s. l.], v. 1, n. 3, p. 14–22, 2012. Disponível em: https://s3.amazonaws.com/academia.edu.documents. Acesso em: 6 jan. 2021.

VERASZTO, Estéfano Vizconde et al. Desafios Da Globalização Para Garantir Um Desenvolvimento Científico, Tecnológico E Sustentável. Revista do Centro de Educação a Distância - CEAD/UDESC, Florianópolis, v. 2, p. 15–36, 2009.

VIEIRA FILHO, José Eustáquio Ribeiro Vieira; SILVEIRA, José Maria Ferreira Jardim da. Competências organizacionais, trajetória tecnológica e aprendizado local na agricultura: o paradoxo de Prebisch. Economia e Sociedade, [s. l.], v. 25, n. 3, p. 599–630, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1982-3533.2016v25n3art4

ZUMBACH, Liana; MORETTI, Giuliano. Boas Práticas Agrícolas e Certificação Socioambiental. 2aed. [S. l.: s. n.], 2012.

WWF-BRASIL. WWF Brasil. Holanda quer importar 100% de soja responsável em quatro anos., 2011. Disponivel em: . Acesso em: 11 out. 2020.

YONEYA, F. O Estado de São Paulo. Programa Soja Plus será posto em prática, 15 mar. 2011. Disponivel em: . Acesso em: 24 out. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-205