Atuação da equipe multiprofissional frente à parada Cardiorrespiratória na Unidade de Terapia Intensiva / Performance of the multiprofessional team front of Cardiorespiratory arrest in the Intensive Care Unit

Frederico Rosa Fonseca, Yasmim Xavier Arruda Costa, Maria Dhescyca Ingrid Silva Arruda, Ana Clara Puglia, Vitor Ferreira Ramos, Matheus Neres Batista, Walter Mori Junior, Caroline Martins Soares, Camila Martins Soares, Luiz Henrique Abreu Belota, Priscilla Martins Dos Santos, Paulo Alves Tavares, Marina Ressiore Batista, Martha Eliana Waltermann, André Rossanno Mendes Almeida

Abstract


Objetivo: O objetivo deste estudo é conhecer e identificar por meio da literatura científica a atuação dos profissionais durante a ocorrência de parada cardiorrespiratória no setor de urgência e emergência.  Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa realizada partir das seguintes etapas: escolha do tema, construção da pergunta de pesquisa através do acrônimo PICo (paciente, interesse, contexto), escolha dos Descritores em Ciências da Saúde (DeCS), definição dos critérios de inclusão/exclusão dos artigos científicos; coleta, análise e discussão dos dados dos estudos selecionados, exposição da síntese das evidências encontradas. A questão norteadora foi definida a partir do PICo. A população estudada foram os adultos, com interesse na atuação da equipe multiprofissional frente à parada cardiorrespiratória no setor de urgência e emergência. Dessa forma, questiona-se como é realizada a atuação da equipe multiprofissional frente à parada cardiorrespiratória?  Resultados e Discussão: A atuação da equipe multiprofissional frente à parada cardiorrespiratória é indispensável para reversão do quadro clínico do paciente, de modo que possibilite uma reanimação rápida e diminuição dos riscos de óbito. Destaca-se que durante a realização da manobra de reanimação, os profissionais sofrem desgaste físico e mental. Considerações Finais: A equipe multidisciplinar precisa ter conhecimento sobre a atuação de cada de acordo com a sua categoria e mantendo a sincronização nesses casos, permitindo que aja uma boa comunicação para eficácia das condutas referente a reanimação. Enfatiza-se a importância da sistematização no atendimento para divisão de funções e o momento certo de cada especialidade intervir.


Keywords


sepse, cateteres, unidade de terapia intensiva, adultos, pacientes internados.

References


BRANDÃO, Maria Girlane Sousa Albuquerque; FONTENELE, Natália Ângela Oliveira; XIMENES, Maria Aline Moreira; et al. Autoconfiança, conhecimento e habilidade acerca da ressuscitação cardiopulmonar de internos de enfermagem. rev. cuid. (Bucaramanga. 2010), p. e982–e982, 2020. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2022.

BRANDÃO, Paloma de Castro; SILVA, Itana Carvalho Nunes; FARIAS, Mariane Teixeira Dantas; et al. Parada Cardiorrespiratória: caracterização do atendimento no serviço de atendimento móvel de urgência. Nursing (Säo Paulo), p. 4466–4471, 2020. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2022.

GUIMARÃES, Hélio Penna; OLIVATO, Guilherme Benfatti; PISPICO, Agnaldo. Ressuscitação cardíaca pré-hospitalar. Do pré-hospitalar à sala de emergência: minutos que salvam uma vida - suporte básico. Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo, p. 302–311, 2018. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2022.

PINHEIRO, Diego Bruno Santos; SANTOS JÚNIOR, Edson Batista dos; PINHEIRO, Liliane de Sousa Borges. Parada cardiorrespiratória: vigilância, prevenção e cuidados após PCR. Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online), p. 577–584, 2018. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2022.

POSSER, Aline; BOES, Adilson Adair; LAZZARI, Daniele Delacanal; et al. Reanimacao cardiopulmonar: caracteristicas dos atendimentos realizados por um servico pre-hospitalar movel. Rev. enferm. UFPE on line, p. 4019–4026, 2017. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2022.

SÁ, Laura Beatriz Martins; DOS SANTOS, Dener Lopes; LOPES, Erllem Batista; et al. A atuação do fisioterapeuta no time de resposta rápida em um hospital de alta e média complexidade na Amazônia. Fisioter. Bras, p. 179–184, 2019. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2022.

SANTOS, Ana Paula Mendes dos; SANTANA, Monalise Mara Rocha; TAVARES, Fernanda Lobo; et al. Conhecimentos e habilidades dos profissionais da atenção primária à saúde sobre suporte básico de vida. HU rev, p. 177–184, 2019. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2022.

SILVA, Pedro Gabriel Melo de Barros e; MACEDO, Lucas Silva de; BALADA, Rodrigo; et al. Atualização do atendimento do paciente em parada cardiorrespiratória: O que todo clínico deve saber? Rev. Soc. Bras. Clín. Méd, p. 43–54, 2020. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2022.

SOARES, Maria Amanaci; ARAÚJO, Eronice Ribeiro; COSTA, Maria Amélia; et al. Ressuscitação cardiopulmonar: uso do protocolo em um hospital de urgência. Rev. enferm. UFPI, p. 25–31, 2019. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2022.

VIANA, Marina Verçoza; NUNES, Diego Silva Leite; TEIXEIRA, Cassiano; et al. Changes in cardiac arrest profiles after the implementation of a Rapid Response Team. Rev Bras Ter Intensiva, p. 96–101, 2021. Disponível em: . Acesso em: 13 jun. 2022.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-301