A vida e morte do cine ideal: memórias de um cinema de rua em Maceió-AL / The life and death of cine ideal: memories of a street cinema in Maceió-AL

Adriana Guimarães Duarte, Euclides Rocha Cavalcante Neto, Mariane Nascimento de Morais, Mariane Cleide Costa de Alcântara, Mathe Thaysa Pennelophe Ialtina Leão, Letícia Soares Agra

Abstract


A memória de um bairro é feita das interações sociais e suas dinâmicas com o espaço urbano e suas edificações. Algo só é considerado patrimônio se tiver relevância sociocultural e é nesse cenário que o Cine Ideal, no bairro da Levada - Maceió/AL se encaixa. O presente trabalho busca compreender as fronteiras territoriais e simbólicas da legislação municipal de preservação, na qual está inserida a edificação em estudo - um cinema de rua – e sua trajetória de transformações e degradação ao longo dos anos. Estudos sobre patrimônio, preservação e memória, além da teoria de restauração de Salvador Viñas ancoram o referencial teórico e a proposta projetual deste trabalho. A investigação de dados primários e contato com interlocutores(as) que vivenciaram/vivenciam o cinema e o bairro também foram metodologias utilizadas. Como resultado, observou-se a ineficácia da lei de preservação municipal na salvaguarda da edificação, embora a preservação da memória da rua, como espaço de lazer, convivência e integração, estivesse presente enquanto o cinema ainda existia. No entanto, as transformações urbanas e os novos hábitos fragmentaram as interações sociais, desvinculando-a de seu passado enquanto ambiente festivo e de encontros, ao qual centrava-se o Cine Ideal.


Keywords


cine ideal, cinema de rua, levada, memória, patrimônio.

References


ALCHORNE, Geisa; SÁ, Ivan Coelho de. Arte Contemporânea e sua Conservação: revisitando Brandi e Viñas. Mosaico, [S.L.], v. 6, n. 9, p. 6-21, 12 out. 2015. Fundação Getulio Vargas. http://dx.doi.org/10.12660/rm.v6n9.2015.64409. Disponível em: . Acesso em: 22 mai 2021.

ALMEIDA, Í. R. C de. Um espaço em transformação: a feira livre do mercado da produção. Maceió: UFAL, 2007.

BAYMA, Hélder Accioly. Uma “Plaza” Ideal: um estudo sobre os cinemas de pegação de Maceió. Trabalho de Conclusão de Curso, Departamento de Comunicação Social, Universidade Federal de Alagoas. Maceió, 1989.

BONAMETTI, João Henrique. A ARQUITETURA ECLÉTICA E A MODERNIZAÇÃO DA

PAISAGEM URBANA BRASILEIRA. Revista Científica/FAP, Curitiba, v. 1, n. 1, p. 1-11, dez. 2006. Disponível em: . Acesso em: 07 mai 2021.

BRASIL, [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. Brasília, DF: Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2016. 496 p. Disponível em . Acesso em 25 jul. 2021.

CALHEIROS, Cláudia Quintela e AMORIM, Maria Inês Tenório de. Espaço de cinema em Maceió. Trabalho de Conclusão de Curso, Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Alagoas. Maceió, 1986.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. O lugar no/do Mundo. São Paulo: Hucitec, 1996.

CARVALHO, Rafaela Cristina dos Santos. A proposta de salvaguarda das Unidades Especiais de Preservação (UEPs) de Maceió: uma avaliação após 11 anos de instituição do instrumento urbanístico. 2017. 200 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Programa de Pós-Graduação em Dinâmicas do Espaço Habitado, Universidade Federal de Alagoas, Maceió. Disponível em . Acesso em 25 jul. 2021.

CAVALCANTI, Isadora Padilha de Holanda. Notícias de um Ideal. Gazeta de Alagoas, Maceió, 7 de junho de 2008. Caderno Saber, pág. 3. Disponível em . Acesso em 31 mar. 2021.

CAVALCANTI, Isadora Padilha de Holanda. Levada à Margem: A importância do lugar na memória da cidade de Maceió. 2012. 198 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Programa de Pós-Graduação, Universidade Federal da Bahia, Salvador. Disponível em . Acesso em 31 mar. 2021.

CORREIA, T. de B. O art déco na arquitetura brasileira. Revista UFG, [S. l.], v. 12, n. 8, 2017. Disponível em: . Acesso em: 6 abr. 2021.

FERREIRA, Antônio Elias Firmino; CAVALCANTI, Isadora Padilha de Holanda; SILVA, Thayse Rocha. Lugar Ideal. In: I SEMINÁRIO INTERNACIONAL URBICENTROS: MORTE

E VIDA DOS CENTROS URBANOS, 1., 2010, João Pessoa. Anais [...] . João Pessoa: Editora

Universitária UFPB, 2010. pp. 1-13. Disponível em . Acesso em 31 mar. 2021

JORNAL DE ALAGOAS . Maceió, 23 de fevereiro de 1928.

MAIA, Carlos Eduardo Santos. Festividade e territorialidades na parada LGBT goianiense. Terra Plural, [S.L.], v. 6, n. 2, p. 273-288, 31 ago. 2012. Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). http://dx.doi.org/10.5212/terraplural.v.6i2.0006. Disponível em:

. Acesso em: 03 ago. 2020.

MONTEIRO, Juliana Aguiar Cavalcante. “Protorracionalismo” em Maceió: um panorama urbano da Maceió de 1934 a 1959. 2018. 178 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Arquitetura e Urbanismo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2018. Disponível em: . Acesso em: 02 abr. 2021.

MUNICÍPIOS, Correio dos. MovA promove intervenção artística em solidariedade aos trabalhadores do Mercado do Artesanato. 2016. Disponível em: . Acesso em: 07 abr. 2021.

NASCIMENTO, Bárbara Thomaz Lins do. A imagem do lugar e seus reflexos: um estudo do bairro da Levada. 2008. 163 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Programa de Pós-Graduação em Dinâmicas do Espaço Habitado, Universidade Federal de Alagoas, Maceió. Disponível em . Acesso em 25 jul. 2021.

RAMOS, Guilherme de Miranda. Cine São Luiz, uma memória da cidade. Trabalho de Conclusão de Curso, Departamento de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Alagoas. Maceió, 1998.

SÁ CARNEIRO, Ana Rita, MESQUITA, Liana de Barros (orgs.). Espaços livres do Recife. Recife: Prefeitura da Cidade do Recife/UFPE, 2000, p. 29.

VILELA, Beatriz Souza. Cinemas de rua: sociabilidade, decadência e moralidade em Maceió (1960- 1980). 2017. 128 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Instituto de Ciências Sociais - Sociologia, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2018. Disponível em . Acesso em 31 mar. 2021.

VIÑAS, Salvador Muñoz. Teoria contemporanea de la restauración. 1. ed. Madrid: Editorial Sintesis, 2003.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv8n6-314