Desenvolvimento inicial de mamacadela implantada por semeadura direta e mudas / Initial development of mamacadela implanted by direct seeding and seedlings

Kátia Freitas Silva, Luciana Borges e Silva, Juliana Nogueira de Oliveira, Elias Emanuel Silva Mota, Débora Fernandes

Abstract


O presente estudo objetivou avaliar o desenvolvimento inicial de progênies de mamacadela implantadas por semeadura direta e mudas em condições de campo. O experimento para avaliação das progênies foi instalado em casa telada, por semeadura direta, em saco de polietileno. Foram semeadas as mesmas progênies em campo, em delineamento de blocos casualizados, em arranjo fatorial 20x2 (20 progênies e 2 sistemas de plantio), com quatro repetições. As mudas permaneceram em casa de vegetação até os 95 DAS (dias após a semeadura), posteriormente, foram implantadas em campo junto às plantas provenientes da semeadura direta. As variáveis analisadas foram porcentagem de emergência, altura, diâmetro do colo, número de folhas e sobrevivência. Os resultados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Skott Knott a 5% de probabilidade, no programa estatístico R version 3.4.3. As variáveis altura e sobrevivência apresentaram interação para os fatores genótipo X ambiente, demonstrando que há variabilidade genética entre os genótipos e entre os sistemas de plantio. A porcentagem de emergência de plantas, diâmetro do colo e número de folhas não apresentaram interação significativa. A progênie 11 apresentou melhor desempenho e adaptação para todas as variáveis avaliadas. A altura, sobrevivência e diâmetro do colo são maiores em plantas provenientes da implantação de mudas, enquanto que as plantas por semeadura direta apresentam maior número de folhas.

 

 


Keywords


Brosimum gaudichaudii, Cerrado, Progênies, Estabelecimento em campo.

References


BENINI, R. et al. Cartilha de Restauração Florestal para a Região de Alto Teles Pires, MT. The Nature Conservancy. 73 f. 2016.

EMBRAPA. Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solos. Manual de

métodos de análises de solo. Rio de Janeiro: EMBRAPA-SNLCS. 220p. 1979.

FARIA, R. A. P. G. et al. Fenologia de Brosimum gaudichaudii trécul. (Moraceae) no Cerrado de Mato Grosso. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 25, n. 1, p. 67-75, 2015.

FARIA, R. A. P. G. et al. Características biométricas e emergência de plântulas de Brosimum gaudichaudii Tréc. oriundas de diferentes procedências do cerrado mato-grossense. Revista Brasileira de plantas medicinais, Botucatu, vol. 11, n. 4, p. 414-421. 2009.

JESUS, E. J. Caracterização de frutos de mama-cadela (Brosimum gaudichaudii), ao longo do seu desenvolvimento. 2014. 45 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e

Tecnologia de Alimentos: Área de Concentração em Ciência e

Tecnologia de Alimentos) – Instituto Federal do Triângulo Mineiro. Uberaba. 2014.

LIMA, R. A. F. et al. Guia de árvores para a restauração do Oeste da Bahia. Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). Brasil. 205 p. 2013.

MARQUES, V. S. Erosão Hídrica em Microbacia Utilizando Geotecnologias. 2013. 178 f. Tese (Doutorado em Ciência da Agronomia: Área de Concentração em Ciência do Solo) -Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Seropédica. 2013.

OLIVEIRA, D. L. Viabilidade Econômica de Algumas Espécies Medicinais Nativas do Cerrado. v. 38, n. 2. Goiânia: Estudos. p. 301-332. 2011.

PALHARES, D., SILVEIRA, C.E.S. Aspectos morfológicos de plantas jovens de Brosimum gaudichaudii Tréc. (Moraceae) produzidas em condições alternativas de cultivo. Revista Brasileira de Plantas Medicinais. v.9, p.93-96, 2007.

R Core Team (2017). R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. URL https://www.R-project.org/.

RIBEIRO, P. R. G. Plasticidade de espécies de fitofisionomias do cerrado à disponibilidade de luz e água. 2015. 62 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia: Área de Concentração em Fisiologia Vegetal) – Universidade Federal de Lavras, Minas Gerais. 2015.

SILVA, R. R. P. Semeadura direta de árvores do cerrado: testando técnicas agroecológicas para o aperfeiçoamento do método. 2015. 88 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais: Área de Concentração em Ciências Florestais) - Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais. 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n1-156

Refbacks

  • There are currently no refbacks.